segunda-feira, 30 de junho de 2014

Dor Pode Ser Sinônimo de Amor?

Texto Base: Jó 4.5  
"Mas agora que chegou a sua vez de sofrer, como é que você perde a paciência e a coragem"

     É muito díficil aceitar que Deus usa o sofrimento para expressar o amor que sente por nós. Não dá para entender por que um Pai amoroso concorde e até promova a dor na vida daqueles que ele ama. Porém, isso é a mais pura verdade. Para o Senhor, disciplina e amor andam juntos. O amor precisa prever a possibilidade da dor. Um dos motivos de cairmos em pecado tão facilmente é esquecermos do fato de que Deus nos discipinará por isso. Ele sabe que o pecado pode nos destruir, por isso não hesita em tomar medidas drásticas para que evitemos cometê-lo. Até que ponto o Senhor permite que a dor nos atinja? Há um limite imposto por ele? Para que Paulo lhe prestasse atenção, Deus o cegou temporariamente; ele quase matou Jonas, que foi engolido por um grande peixe. Penso que Deus fará qualquer coisa para nos motivar a Obdecer-lhe.
   Certamente Deus não sente nenhuma satisfação em nos fazer sofrer, mas ele odeia o pecado e está disposto a nos provar para nos livrar dele. Se o Pai não poupou seu próprio Filho de sofrer, para que ele aprendesse a obdecer "Embora fosse o Filho de Deus, ele aprendeu, por meio dos seus sofrimentos, a ser obdiente. Hebreus 5.8", quanto mais não permitirá que nós, pecadores, soframos?

(Estudo retirado da Bíblia Caminho de Jaime Kemp)

Nenhum comentário:

Postagem em destaque