terça-feira, 22 de julho de 2014

É SEMPRE BOM ESTÁ SEMPRE ESTUDANDO A BÍBLIA. AMÉM




A TRINDADE: DEUS PAI, JESUS CRISTO E O ESPÍRITO
SANTO

INTRODUÇÃO

Graça e paz amados irmãos e irmãs em Cristo!
Nesta e nas próximas três matérias do Discipulado Bíblico Palavra que Cura nós iremos conhecer
e entender os personagens principais encontrados na Palavra de Deus: A Trindade (Deus Pai,
Jesus Cristo e o Espírito Santo), os anjos, satanás e os demônios e o homem (ser humano,
homem e mulher).
Nesta matéria nós vamos conhecer as Três Pessoas da Trindade, segundo o que está escrito na
Palavra de Deus.
Que o Espírito Santo nos esclareça mais a Palavra de Deus, a Palavra que Cura!

ÍNDICE

Capítulo 1: O que significa a palavra “trindade”?  ................................................................. 02
Capítulo 2: Qual é a origem da palavra “trindade”?   .............................................................. 02
Capítulo 3: Como é que se explica a Trindade?  .................................................................... 02
Capítulo 4: A hierarquia da Trindade   ......................................................................................03
Capítulo 5: A unidade da Trindade  .......................................................................................... 03
Capítulo 6: Qualidades exclusivas da Trindade .................................................................... .04

2
Capítulo 7: Qual é a gloriosa semelhança entre a Trindade e nós (os salvos)?.................05
Capítulo 8: A Trindade executa alguns juízos? ....................................................................06
Capítulo 9: Algumas afirmações erradas a respeito da Trindade ........................................06
Capítulo 10: Deus Pai ...............................................................................................................07
Capítulo 11: Jesus Cristo.........................................................................................................09
Capítulo 12: Espírito Santo......................................................................................................11
Conclusão .................................................................................................................................14

CAPÍTULO 1

O QUE SIGNIFICA A PALAVRA “TRINDADE”?
Esta palavra vem do latim e significa três unidos.
CAPÍTULO 2

QUAL É A ORIGEM DA PALAVRA “TRINDADE”?

Esta palavra não aparece na Bíblia, mas foi aplicada por um estudioso chamado Tertuliano às
Três Pessoas de Deus: o Pai, o Filho e o Espírito Santo (Mt 28.19).
Observação: A palavra “trindade” não aparece na Bíblia, mas o ensinamento da Trindade está
nela.

CAPÍTULO 3

COMO É QUE SE EXPLICA A TRINDADE?

Deus Pai, Jesus Cristo e o Espírito Santo são Três Pessoas perfeitamente unidas em intenções,
caráter, maneira de pensar, qualidades e sentimentos, e por isso formam um só Deus (At 10.38;
Jo 14.16,17; 2Co 13.13,14; 1Jo 5.7).
O Pai é Deus (1Co 8.6; Ef 1.2,3), Jesus é Deus (2Pe 1.1; 1Jo 5.20; Jo 20.26-29) e o Espírito

3
Santo é Deus (1Co 3.16; 6.19; At 5.1-4); não são três deuses, mas Três Pessoas que por
estarem unidas formam um só Deus (Dt 6.4; Sl 86.10).
Exemplo: Assim como um ovo é formado por três partes (casca, clara e gema), assim também o
único Deus é formado por Três Pessoas.

CAPÍTULO 4

A HIERARQUIA DA TRINDADE
Embora sejam iguais, existe uma hierarquia na Trindade, onde Deus Pai é o Líder de Jesus (Jo
14.28; 1Co 11.3) e do Espírito Santo (1Co 12.4-6).

CAPÍTULO 5

A UNIDADE DA TRINDADE

A Trindade trabalhou e trabalha em unidade, cada um com uma função específica.
Podemos ver isso nos exemplos abaixo:
1º) Na criação:
 Deus Pai teve as idéias de como cada coisa deveria ser criada (·Gn 1.26);
 Jesus transmitiu essas idéias ao Espírito Santo (·Jo 1.1-3);
 E o Espírito Santo manifestou o poder para criá-las (·Gn 1.1-3).
2º) Na salvação da humanidade:
 O Pai enviou Jesus como homem a este mundo (·Jo 5.30; 3.16);
 O Filho sofreu, morreu, foi ao inferno e ressuscitou por nós (·Hb 13.12; 1Pe 3.18; Hb 2.9; Mt
12.40; Ef 4.7-10; Rm 4.25; 1Co 15.3,4);
 E o Espírito Santo capacitou Jesus para Ele cumprir Sua missão (·Hb 9.14); etc.

CAPÍTULO 6

4

QUALIDADES EXCLUSIVAS DA TRINDADE

· Eternidade: Eles sempre existiram e sempre existirão (Sl 90.2; Jó 36.26; Jo 8.56-58; Hb
9.14).
Observação: A diferença da eternidade da Trindade para a eternidade do homem, dos anjos, do
diabo e dos demônios é que eles viverão para sempre, mas um dia não existiram.
· Onisciência: Eles conhecem e sabem todas as coisas, até mesmo o que já aconteceu, está
acontecendo e vai acontecer (1Jo 3.20; Sl 147.5; Jo 21.17 [esse versículo de João mostra
Jesus Cristo já ressuscitado e atuando como Deus, sendo por isso onisciente]; 1Co 2.10; At
5.1-4 [nesta passagem de Atos vemos o Espírito Santo revelando a Pedro o plano de Ananias
e Safira]; Gn 25.21-23).
· Onipresença: Eles têm a capacidade de estarem em todos os lugares ao mesmo tempo (
34.21; Jr 23.23,24; Sl 139.7,8; Hb 4.13).
· Onipotência: Eles têm todo o poder, capacidade (Gn 17.1; Ap 1.8; Rm 8.11; Ef 1.19,20),
sendo por isso que Eles têm condições de cumprir tudo o que está escrito em Sua Palavra (Jr
1.12; Lc 1.37).
Observação: Para que o poder supremo de Deus opere em nossas vidas, precisamos acreditar
na Palavra e praticá-la, ou seja, andar em fé e amor (Ef 1.19; Jo 11.40; Gl 5.6,22,23; Jo 15.16).
Sabendo que vamos andando em fé e amor aos poucos (é um processo [Pv 4.18; Rm 1.16,17;
2Co 3.18]), sendo por isso que o poder supremo também vai operando em nossa vida
progressivamente.
· Imutabilidade: O Pai, Jesus e o Espírito Santo não mudam de acordo com a Palavra, ou
seja, nunca agem contrários às leis estabelecidas em Sua Palavra (Tg 1.17; Ml 3.6; Hb 13.8;
Nm 23.19; Jr 1.12).
Alguns exemplos de leis estabelecidas na Palavra sobre os quais a Trindade não muda:
A Trindade sempre respeita a vontade própria (livre-arbítrio) dos anjos e dos homens (Dt
30.19,20; Ez 28.13-19 [esta é a passagem que fala da queda do anjo Lúcifer {que hoje é
satanás}, que aconteceu porque dentro do seu livre-arbítrio ele decidiu sair da vontade de
Deus]; Gn 2.16,17; 3.6);
Obediência a Deus traz bênçãos e desobediência maldições (Gl 6.7-9; Dt 28.1-68);
Aquilo que falamos crendo, bom ou mau, é o que teremos (Pv 18.20,21; Mc 11.22-24); etc.
Observações:
1ª) Quando Jesus veio a Terra como homem Ele poderia deixar de pensar e agir como o Pai e o
Espírito se quisesse, mas decidiu permanecer alinhado à vontade de Deus durante toda a Sua
vida terrena (Fp 2.5-8; Jo 6.38; Hb 4.15).
2ª) A Trindade é Imutável dentro dos princípios estabelecidos na Palavra, mas muda de atitude
segundo a mudança de atitude do homem, cumprindo assim o princípio de que obediência a Deus

5
traz bênçãos e desobediência maldições (Jr 18.1-10; Jn 3.1-10 [vemos nestes textos que quando
uma pessoa desobediente muda de atitude, passando a ser obediente, Deus também muda a
situação futura de manifestação de maldição, assim como se alguém obediente passa a ser
desobediente, o Senhor muda a situação futura de manifestação de bênçãos; essa atitude é
chamada nesta e em outras passagens bíblicas de “arrependimento de Deus”, que logicamente
não é o arrependimento que nós conhecemos, pois a Trindade não comete erros pelos quais
precisa se arrepender {conforme Nm 23.19}]).

CAPÍTULO 7

QUAL É A GLORIOSA SEMELHANÇA ENTRE A TRINDADE E NÓS (OS
SALVOS)?

O ágape, o amor incondicional às atitudes dos outros (1Jo 4.8; Rm 5.5; 1Jo 4.17; 1Co 13.4-8; Lc
6.27-30; Rm 12.20,21).
De acordo com Gl 5.22,23, o amor ágape é dividido em oito partes: alegria, paz, longanimidade,
benignidade, bondade, fidelidade, mansidão e domínio próprio (ou temperança).
Portanto Deus, Jesus, o Espírito Santo e nós (os salvos) somos:
 Alegres (·Ne 8.10; Jo 17.13);
 Pacíficos (·Fp 4.7; Jo 14.27);
 Pacientes (·2Pe 3.9; Jr 15.15; Tg 5.7,8);
 Benignos (·Tt 3.4; Ef 4.32);
 Bondosos (·Sl 25.8; Rm 15.14);
 Fiéis (·Dt 7.9; 3Jo 5);
 Mansos (·2Co 10.1; Tg 3.13);
 Temperantes (·1Co 9.24-27).
Observações:
1ª) Iremos estudar cada manifestação do amor ágape na matéria FRUTO DO ESPÍRITO:
ARREPENDIMENTO DE OBRAS MORTAS.
2ª) A Trindade flui 100% no amor ágape, enquanto que nós estamos sendo aperfeiçoados
(melhorados) na manifestação deste amor pela renovação da nossa mente (1Jo 4.12,17; Rm
12.2), estando disponível a nós chegarmos à maturidade espiritual (Ef 4.11-16; 5.1,2).

CAPÍTULO 8

6
A TRINDADE EXECUTA ALGUNS JUÍZOS?

Sim.
Deus Pai, Deus Filho e Deus Espírito Santo são Justos, sendo por isso que Eles reprovam o
pecado, ou seja, a desobediência à Sua Palavra (Is 61.8; Ap 2.6,15), sendo por isso que Eles
criaram as maldições (morte espiritual, física e eterna, enfermidades etc.) com o propósito de
punir o pecado (Is 45.6,7; Rm 6.23; Gl 6.7,8), e quando alguém vive na prática do pecado
algumas destas maldições (dependendo do nível de crescimento de quem está pecando) se
manifestam em sua vida, algumas vindas do diabo e dos demônios pela permissão do Senhor (
1.6-19; 2.1-7; Lc 13.10-16) e outros da própria Trindade (Dt 32.39-41; Is 42.24,25; 45.5-9; Ez
5.7,8; Êx 23.23; Ap 2.18-23; 2Ts 2.8; Ap 19.11-13,15,19-21), dos Seus anjos (At 12.21-23; Ap
16.1-11) e, no VT, de homens seguindo Suas ordens (Jz 14.19; 1Sm 15.1-3,7).
Observações:
1ª) Devemos entender que Deus Pai, Jesus Cristo e o Espírito Santo não são maus porque
criaram as maldições como punição para o pecado algumas vezes executam juízos sobre os
pecados dos homens, pois Eles desejam que vivamos bem (Jr 29.11; Rm 12.2; Jo 10.10), sendo
por isso que Eles deram Sua Palavra à humanidade para nos ensinar o que é certo e o que é
errado (2Tm 3.16,17; Tt 2.11,12), que a obediência traz bênção e o pecado maldição (Gn
2.16,17; Dt 28.1-68) e além do mais nos aconselham a andarmos em obediência a Verdade para
não sofrermos (Dt 30.19,20).
2ª) Devemos entender também que foi a Trindade quem criou todas as coisas, incluindo as
maldições como punição para o pecado.

CAPÍTULO 9

ALGUMAS AFIRMAÇÕES ERRADAS A RESPEITO DA TRINDADE
Observação: Baseados na Palavra, nós não cremos nas afirmações seguintes, mas

respeitamos
os que crêem.
 É um assunto impossível de ser entendido (·Dt 29.29; Pv 14.6).
 O Pai, o Filho e o Espírito Santo não são Três Pessoas, mas três aparições de uma só·
pessoa (At 10.38; Jo 14.16,17).
 A Trindade não aparece no Velho Testamento (·Gn 1.1,26; 3.22; 11.5-9; Is 6.8).
 Somente o Pai é Deus (·2Pe 1.1; 1Co 3.16; 6.19).
 Jesus é o Pai e o Espírito Santo (·Jo 11.41,42; 14.28,16,17).
Observações:
1ª) Com respeito à primeira afirmação errada da Trindade que já vimos, entender sobre este

7
assunto é possível desde que sejamos prudentes (Pv 14.6), que é quando temos uma vida
consagrada a Deus (Hb 11.6 na versão King James Atualizada), e somos obedientes a Ele dentro
do que conhecemos e entendemos da Sua Palavra (Jo 14.21; Fp 3.16), onde temos uma vida
consagrada a Ele quando praticamos atentando, considerando e valorizando os princípios de:
 Congregar (·Hb 10.25);
 Ler a Palavra (·1Tm 4.13);
 Ouvir a Palavra (·Rm 10.17; Pv 4.20);
 Meditar na Palavra (·Sl 1.1,2; Cl 3.1,2);
 Falar alinhado a Palavra (·Js 1.8);
 Orar com o espírito, em línguas (·1Co 14.4,14,15);
 Orar com o entendimento (·1Co 14.15);
 Interceder (·1Tm 2.1-4);
 E agradecer, louvar e adorar ao Senhor (·Cl 3.16; Sl 34.1; Jo 4.20-24).
2ª) A partir de agora, nós estudaremos de uma forma específica cada Pessoa da Trindade.

CAPÍTULO 10

DEUS PAI

SUA SOBERANIA

Ele é Soberano porque tem a autoridade suprema do Universo, sendo por isso que Ele dá a
palavra final sobre todas as coisas, não no sentido de que Ele controla a vontade das pessoas e
tudo o que acontece no mundo é a Sua vontade (como alguns crêem, e nós os respeitamos), mas
que tudo só ocorre depois da Sua palavra de ordem, mesmo que algumas coisas não sejam a
Sua vontade, mas simplesmente a Sua permissão (Mt 10.28,29).

Exemplos:

1º) Ele decide as questões da própria Trindade (Gn 1.26; 3.22,23; 11.5-9);
2º) Ele julga as atitudes das pessoas que estão vivas fisicamente, manifestando bênçãos por
causa da fé e obediência delas à Sua Palavra (Sl 91.11; Tg 1.17), e permitindo ou executando
maldições por causa da incredulidade e desobediência delas a Ele (Jó 3.25; 2.6,7; Hb 10.26-31);
etc.

SUA REVELAÇÃO AO HOMEM DURANTE OS TEMPOS

Depois do pecado de Adão e Eva, Deus foi Se revelando aos poucos ao homem: quem Ele é, o
que tem e o que pode fazer, onde uma das formas dessa revelação foi por meio dos Seus

8
Nomes.
Veremos agora alguns de Seus Nomes, tirados do Velho Testamento hebraico e Novo
Testamento grego:

Velho Testamento hebraico

· El = Deus poderoso; autoridade; força; grandeza (Dt 32.4).
· Elohim = Deus Criador e Trino (Gn 1.26).
· Jeová ou Iaweh = O Deus que existe por Si mesmo, que não tem princípio nem fim de
existência; o que era, o que é e o que há de ser, ou seja, o EU SOU (Êx 3.13,14).
· Jeová-Elohim = O Senhor Deus (Gn 2.4).
· Jeová-Rafá = O Senhor que Sara ou Cura (Êx 15.26).
· Jeová-Nissi = O Senhor é a Nossa Bandeira (Êx 17.15).
· Jeová-Shalom = O Senhor é a Nossa Paz (Jz 6.24).
· Jeová-Tsidkenu = O Senhor é a Nossa Justiça (Jr 23.6).
· Jeová-Jireh = O Senhor que Providencia (Gn 22.14).
· Jeová-Sabaoth = O Senhor dos Exércitos (1Sm 1.11).
· Jeová-Makadesh = O Senhor que nos Santifica (Lv 20.8).
· Jeová-Gmolá = O Senhor das Recompensas, ou seja, Aquele que retribui cada um segundo
as suas obras (Jr 51.50-56).
· Jeová-Raah = O Senhor é o Meu Pastor (Sl 23.1).
· El-Elyon = O Deus Altíssimo (Gn 14.18-20).
· El-Shadai = O Deus Todo Poderoso (Gn 17.1).
· El-Olan = O Deus Eterno (Gn 21.33).
· Adonai = Senhor ou Mestre (Sl 97.5).

Novo Testamento grego

· Theos = Deus (Jo 1.1);
· Pater = Pai (1Co 8.6).

Observação: Por causa da obra de Cristo na cruz, nós que nascemos de novo nos tornamos
filhos de Deus (Jo 1.11-13; Rm 8.14), e é por isso que podemos chamá-Lo de Pai (Gl 4.6; Rm
8.15).

9

CAPÍTULO 11

JESUS CRISTO

QUEM ELE É?

O Senhor Jesus Cristo é Deus, a Segunda Pessoa da Trindade (2Pe 1.1; 1Jo 5.20; Jo 20.26-29).

ALGUNS OUTROS NOMES E TÍTULOS DELE
· Verbo ou Palavra, pois a palavra grega traduzida por “verbo” significa “palavra” (Jo 1.1).
· Verbo ou Palavra da vida (1Jo 1.1).
· Verbo ou Palavra de Deus (Ap 19.13).
· Cordeiro de Deus (Jo 1.29; Ap 7.9).
· Leão da tribo de Judá (Ap 5.5).
· Raiz de Davi (Ap 5.5).
· Emanuel (Is 7.14; Mt 1.23).
· Maravilhoso (Is 9.6).
· Conselheiro (Is 9.6).
· Deus forte (Is 9.6).
· Pai da eternidade (Is 9.6).
· Príncipe da paz (Is 9.6).
· Sol da justiça (Ml 4.2).
· Consolação de Israel (Lc 2.25-32).
· Cristo (palavra vinda do grego [Mt 1.16; At 2.36]) ou Messias (palavra vinda do hebraico [Jo
1.41; 4.25]), que significa Ungido.
· Jesus, que significa Jeová Salva (Mt 1.21).

A TRAJETÓRIA DA VIDA DELE SEGUNDO AS ESCRITURAS

 Sua existência como Deus no 3º Céu antes da criação do Universo e antes de Sua 1ª vinda a·

10
Terra: Mq 5.2; Mt 2.4-6; Jo 1.1-3,14.
 Sua 1ª vinda a Terra como homem (onde Se esvaziou da Sua onisciência, onipresença e·
onipotência); Seu nascimento: Jo 1.14; Fp 2.5-7; Is 7.14; Lc 1.26-38; Mt 1.18-25.
 Sua preparação por quase 30 anos para ter condições de cumprir o Seu ministério terreno,·
pois veio a Terra como homem: Is 11.1,2; Lc 2.40,52; Hb 5.7-9.
 Início de Seu ministério terreno, onde foi ungido pelo Espírito Santo para operar no·
sobrenatural de Deus, pois estava atuando como homem: At 10.38; Lc 3.21,22; Mt 4.24; Mc
2.5-12.
 Seu ministério terreno:· Mt 4.23; 8.14-17.
 O propósito de Seu ministério terreno: Revelar a vontade de Deus para o homem seja·
através:
Das bênçãos manifestas as pessoas através Dele: ensinamentos corretos (Mt 7.28,29),
cura (Mt 9.35), libertação de demônios (Mt 9.32,33) etc.;
Ou do testemunho de Sua vida, pois Ele andou no amor (Ef 5.1,2; Jo 14,8,9; 8.1-11; Lc
23.33,34), na esperança (Jo 16.4,5,10) e na fé (Mc 11.12-14,20-24), Se tornando nosso
maior referencial (Hb 12.1,2; 1Pe 2.21-23; 1Jo 2.6).
 Seu sofrimento e morte (espiritual e física) na cruz para nos redimir (resgatar) de todas as·
maldições contraídas por Adão e Eva: Mc 15.15-25; Hb 2.9; 1Pe 3.18 (este versículo de 1
Pedro mostra que na ressurreição Jesus foi vivificado [recebeu a vida de Deus] em Seu
espírito, sendo por isso que antes Ele morreu espiritualmente); 1Tm 3.16 (já este versículo de
1 Timóteo mostra que na ressurreição Ele foi justificado [tornado justo] em Seu espírito; sendo
assim antes Ele morreu espiritualmente); Jo 19.30; Gl 3.13,14; Hb 9.26; Jo 3.16; 2Co 5.21;
1Pe 2.24; Is 53.4,5; 2Co 8.9.
 Sua ida ao inferno (Seol/Hades) para nos livrar do tormento eterno:· Mt 12.40; Ef 4.7-10; Sl
16.10; At 2.24-27; 1Ts 4.16,17.
 Sua ressurreição: espiritual (novo nascimento [·1Pe 3.18; 1Tm 3.16; Hb 1.5,6]) e física (Mt
28.1-7; Mc 16.1-6; Lc 24.1-7,36-39; Jo 20.1-16).
 O recebimento da glória que Ele tinha antes de vir a Terra como homem (onisciência,·
onipresença e onipotência): Jo 17.4,5.
 Sua ascensão ao 3º Céu quarenta dias após Sua ressurreição:· At 1.3,9; Mc 16.19.
 Seus ministérios celestiais:·
Sumo Sacerdote: Hb 3.1; 4.14-16; 2.16-18; 7.25; 9.24; Rm 8.34; 1Jo 2.1;
Sumo Pastor: 1Pe 5.4;
E Senhor: Rm 10.9; 1Co 1.2; Lc 6.46-49.

11

Observações:
1ª) Estudaremos mais sobre a função do sumo sacerdote, tanto no VT quanto no NT, na matéria
NOSSA NOVA IDENTIDADE EM CRISTO: QUEM SOMOS NELE.
2ª) Estudaremos os detalhes da vida de Jesus do Arrebatamento ao Seu Reinado Eterno no Novo
Céu e Nova Terra na matéria ESCATOLOGIA.
3ª) Estudaremos sobre o 3º Céu e o Seol/Hades na matéria CÉU E INFERNO.

CAPÍTULO 12

ESPÍRITO SANTO

QUEM ELE É?

O Espírito Santo não é uma força nem uma influência (embora respeitemos os que crêem assim),
porém Ele é a Terceira Pessoa da Trindade (1Co 3.16; 6.19; At 5.1-10).
Podemos provar que o Espírito Santo é uma Pessoa porque a Palavra mostra que Ele:
 Tem sentimentos (·Rm 15.30; Ef 4.30; Is 63.10 [mais claro na tradução NVI]);
 Tem vontades (·1Co 12.11; At 16.6,7; 20.28);
 Fala (·At 10.19,20; 13.1,2);
 Ouve (·Jo 16.13) etc.

ALGUNS OUTROS NOMES DELE

· Espírito (com “e” maiúsculo na maior parte dos textos [Mt 4.1; 12.18; Lc 2.27]).
Observação: As palavras hebraica e grega traduzidas por “espírito” para o português com “e”
maiúsculo e minúsculo são as mesmas (a palavra hebraica é “ruach” e a grega é “pneuma”).
A diferença de letra maiúscula e minúscula foi estabelecida pelos tradutores da Bíblia com o
propósito de diferenciar o Espírito Santo dos outros seres espirituais (o espírito do homem, os
anjos, satanás e os demônios).
Em algumas versões bíblicas os tradutores erraram, se referindo ao Espírito Santo com “e”
minúsculo (Ag 2.5 na tradução NVI; Ap 3.1 nas traduções NVI e King James Atualizada; etc.).
· Espírito de Deus (Rm 8.14) ou do Senhor (Is 11.2; Lc 4.18): Este nome mostra que Ele é
Deus.
· Espírito de Jesus (At 16.6,7), de Cristo (Rm 8.9,10; 1Pe 1.10,11) ou do Filho (Gl 4.6): Ele
é chamado assim porque:

12
1 – Está unido a Jesus na condição de Deus;
2 – E é o Principal Representante Dele aqui na Terra, sendo por isso que o Senhor O chamou
de “outro Consolador” (Jo 14.16,17), pois a palavra grega que foi traduzida por “outro” neste
versículo significa: “outro do mesmo caráter”.
· Espírito da verdade (Jo 14.17; 15.26; 16.13): A Palavra de Deus é a Verdade (Jo 17.17);
por isso “Espírito da verdade” significa: Espírito da Palavra.
Ele é chamado assim porque:
Inspirou (motivou) os homens a escreveram a Palavra (2Tm 3.16; 2Pe 1.20,21);
Vai trazendo o entendimento dela aos filhos de Deus fiéis ao Pai dentro do que conhecem
e entendem da Verdade (Jo 14.26; 1Co 2.9-16);
E age baseado nela (1Co 2.1-5; 1Ts 1.5; Jo 15.26; 16.14 [pelo contexto bíblico
entendemos que Jesus é a Palavra de Deus, sendo por isso que estes versículos de João
nos dizem que o Espírito testifica a Palavra, e dessa forma a glorifica]).
· Espírito de conhecimento (Is 11.2): Foi o Espírito Santo quem trouxe o conhecimento da
Palavra de Deus ao homem, pois, como já vimos, foi Ele quem inspirou aqueles que a
escreveram.
· Espírito de inteligência (Is 11.2): Como também já estudamos, é Ele quem vai trazendo o
entendimento da Palavra aos filhos de Deus que amam ao Pai dentro do seu nível de
conhecimento e entendimento da Verdade.
· Espírito de sabedoria (Is 11.2): Revelar a sabedoria de Deus é praticar o que conhecemos e
entendemos da Palavra.
O Espírito do Senhor está envolvido no conhecimento, entendimento e sabedoria da Palavra
de Deus (Pv 2.6).
· Espírito de conselho (Is 11.2): Ele orienta os filhos de Deus que tem intimidade com Ele
quando estes têm uma vida consagrada a Ele (praticam os princípios) e são obedientes a Ele
dentro do que conhecem e entendem da Palavra.
· Espírito de fortaleza (Is 11.2): Ele fortalece a nós, os justos: ensinando-nos a Palavra,
usando irmãos com palavras proféticas etc.
· Espírito de santidade (Rm 1.4) ou de temor (Is 11.2): Ele está em nós, os salvos, para nos
ajudar a andarmos em santidade e temor a Deus, ou seja, em obediência a Palavra.
· Sete Espíritos de Deus (Ap 1.4; 3.1; 4.5; 5.6).
Dentro do contexto bíblico, vemos que sete é um número que representa perfeição, algo
completo (exs.: uma semana completa é formada de sete dias, a história completa da
humanidade é dividida em sete dispensações etc.).

13
O Espírito Santo é chamado assim porque é Perfeito, Completo e por causa dos Seus Sete
Nomes encontrados em Is 11.2.
· Consolador (Jo 14.16,26; 15.26): A palavra grega traduzida por consolador significa
também: Auxiliador, Conselheiro, Fortalecedor, Intercessor, Advogado e Amigo Fiel.
Resumindo: Ele é chamado assim porque está na Terra para ajudar a nós, os filhos de Deus,
em todas as áreas (Jo 14.26) tanto nas coisas espirituais (1Co 2.9-16; Rm 8.26) quanto
também nas naturais (Êx 35.30-35).

ALGUMAS OBRAS DELE

 Manifestou o poder de Deus na criação de todas as coisas (·Gn 1.1-3).
 Manifestou a milagrosa gravidez de Maria (·Lc 1.30,31,34,35).
 Ungiu (capacitou) a Jesus no rio Jordão (·Mt 3.13,16; Mc 1.9,10; Lc 3.21,22; Jo 1.31,32; At
10.38a) e usou-O no ministério terreno Dele (Lc 4.14-21; At 10.38).
 Ressuscitou o Senhor Jesus (·At 2.22-24; Rm 8.11 [de acordo com estas duas passagens,
entendemos que Deus Pai ressuscitou a Jesus através do Espírito Santo]).
 Convence os ímpios do plano da salvação que nós pregamos, isto é, do pecado (de Adão), da·
justiça (de Jesus) e do juízo (eterno), conforme está escrito em Jo 16.7,8.
Observação: Estudaremos mais sobre o plano da salvação na matéria EVANGELISMO:
MINISTÉRIO DA RECONCILIAÇÃO.
 Opera o novo nascimento, a regeneração, no espírito daquele que recebe a Jesus como seu·
Senhor e Salvador (Jo 3.3-8; Tt 3.4,5).
 Renova (restaura) a mente de nós, os filhos de Deus (·Rm 12.2; Tt 3.4,5), quando temos uma
vida consagrada a Ele (Hb 11.6 na versão King James Atualizada) e somos obedientes a Ele
dentro do que conhecemos e entendemos da Sua Palavra (Jo 14.21; Fp 3.16), onde Ele faz
isso:
Ensinando a Palavra (Jo 14.26; 1Co 2.12) através de pessoas (Ef 4.11-16), dentro de nós
(1Jo 2.20,27) etc.;
Lembrando o que ensinou (Jo 14.26);
Consolando baseado na Palavra (At 9.31 na versão Revista e Corrigida de Almeida);
E guiando em linha com a Palavra (Rm 8.14; Jo 16.13).
 Concede as línguas celestiais para os que são batizados Nele (batizados com o Espírito·
Santo [At 1.4,5,8; 2.1-4]).
Observação: Estudaremos sobre o batismo com o Espírito Santo nas matérias OS BATISMOS e
EVANGELISMO: MINISTÉRIO DA RECONCILIAÇÃO.

14
 Capacita pessoas a realizarem a obra de Deus (·Jz 3.7-10; Mq 3.8; Lc 4.18,19; At 10.38).
 Testifica (confirma) a Jesus, ou seja, a Palavra para nós (os filhos de Deus [·Jo 15.26; Rm
8.16]), através:
Do testemunho interior (1Jo 2.27);
E dos Seus nove dons (1Co 12.7-10; 2.4,5; 1Ts 1.5; Jo 16.13 [este versículo de João diz
que Ele anuncia o futuro, que é o dom de palavra da sabedoria citado em 1Co 12.8]).

ALGUMAS TIPIFICAÇÕES (REPRESENTAÇÕES) DELE MOSTRADAS NA PALAVRA

· Oleo (1Sm 16.13; At 10.38; 2Co 1.21,22; 1Jo 2.20);
· Pomba (Mt 3.16; Mc 1.10; Lc 3.22; Jo 1.32);
· Selo (2Co 1.22; Ef 1.13; 4.30);
· Água (Jo 7.37-39; 4.10-14);
· Fogo (Ap 4.5; At 2.3,4);
· Vento (Jo 3.8; At 2.1,2,4).
Observação: O Espírito Santo não é uma pomba, um selo etc., porém estas coisas lembram algo
Dele, e por isso são Suas tipificações (representações).

CONCLUSÃO

Encerramos o importante estudo sobre a Trindade (o Pai, o Filho e o Espírito Santo), para que
tenhamos uma maior consciência das Três Pessoas de Deus.
Esperamos que você tenha sido poderosamente abençoado (a) pelo conhecimento e
entendimento da Palavra de Deus, a Palavra que Cura

estude a Bíblia e se mostre amoroso para com a palavra de Deus. Ela te dar vida.


Nenhum comentário:

Postagem em destaque