segunda-feira, 21 de setembro de 2015

Batalha na mente, é algo de libertação em nome de Jesus. Amém

A Preparação do Cristão na Batalha Espiritual
Efésios 6.10-18. Paulo deu várias instruções aos crentes de Éfeso. Neste capítulo final, ele instrui sobre a preparação para a batalha ou sobre luta espiritual do crente. Toda batalha requer preparação e estratégia, ninguém se lança em uma batalha despreparado, pois certamente será derrotado. Cada crente está empenhado numa guerra espiritual, todos estamos travando pesada peleja, estamos numa guerra e satanás nosso adversário não esta sozinho. Ele era um querubim no céu. Sobre seu comando tem um exército de anjos caídos que se levantou contra Deus e foram expulsos de lá. Is.14:13-15 ; - Ez.28:14 "19. A Bíblia diz que ele é o deus deste mundo(século, sistema). O seja que está dominando a sociedade. O sistema que rege este mundo pagão e incrédulo pertence a ele. Ele veio para matar roubar e destruir. Ele esta lutando contra você agora mesmo independente de seu credo religioso de sua condição intelectual ou financeira. Ele quer te matar, quer te roubar, quer te destruir. Ele engana ,manipula, ele quer sugar suas energias, razão, fé, paz, alegria, saúde, etc. Na Bíblia ele é comparado com um DRAGÃO. O Dragão tem patas de leão, Asas de águia, Caldas de serpente. É a tríade da maldade. PÉS DE LEÃO(Força. Poder) "ASAS DE ÁGUIA(Agilidade, Rapidez) "CALDA DE SERPENTE(Sagacidade, Esperteza para enganar).
A Preparação do Cristão na Batalha Espiritual Introdução Efésios 6.10-18. Paulo deu várias instruções aos crentes de Éfeso. Neste capítulo final, ele instrui sobre a preparação para a batalha ou sobre luta espiritual do crente. Toda batalha requer preparação e estratégia, ninguém se lança em uma batalha despreparado, pois certamente será derrotado. Cada crente está empenhado numa guerra espiritual, todos estamos travando pesada peleja, estamos numa guerra e satanás nosso adversário não esta sozinho. Ele era um querubim no céu. Sobre seu comando tem um exército de anjos caídos que se levantou contra Deus e foram expulsos de lá. Is.14:13-15 ; - Ez.28:14 "19. A Bíblia diz que ele é o deus deste mundo(século, sistema). O seja que está dominando a sociedade. O sistema que rege este mundo pagão e incrédulo pertence a ele. Ele veio para matar roubar e destruir. Ele esta lutando contra você agora mesmo independente de seu credo religioso de sua condição intelectual ou financeira. Ele quer te matar, quer te roubar, quer te destruir. Ele engana ,manipula, ele quer sugar suas energias, razão, fé, paz, alegria, saúde, etc. Na Bíblia ele é comparado com um DRAGÃO. O Dragão tem patas de leão, Asas de águia, Caldas de serpente. É a tríade da maldade. PÉS DE LEÃO(Força. Poder) "ASAS DE ÁGUIA(Agilidade, Rapidez) "CALDA DE SERPENTE(Sagacidade, Esperteza para enganar). O Diabo utiliza de táticas e estratégias para nos vencer. Muitas vezes o que ele faz é aproximar de você para te vencer. (ver Sansão) Ele usa de estratégias perversas. Cuidado com as alianças que você faz. E com quem você está fazendo alianças. Ele se transfigura em anjo de luz IICo.11:14, mas não é da luz. É uma estratégia para chegar perto de nós. Para fazer aliança conosco, mais o objetivo é nos derrotar, nos vencer. Com quem você está fazendo aliança? Cuidado! Pode parecer uma coisa muito boa, mas pode ser sua derrota cuidado. A Bíblia diz: Que comunhão tem a luz com as trevas? que sociedade pode haver entre a justiça e a iniquidade?, que harmonia entre Cristo e o maligno? ou que união do crente com o incrédulo? não se prenda a um julgo desigual II. Co.6:14,15. Irmão, irmã com quem você está fazendo aliança, com quem você esta fazendo sociedade. Com quem você esta se ajuntando. Pode ser uma estratégia do Diabo para derrotar Você. Cuidado porque muitas vezes esta sendo armado uma aliança, mas não é para você ser vitorioso mais é para destruir sua vida. O Diabo quer debilitar sua vida, minar suas energias. O objetivo dele é que você não tenha vontade de ir a casa de Deus, que você não tenha vontade de orar, de ler a Bíblia, que você não tenha uma intima comunhão com Deus, de que você não tenha vontade de praticar a palavra de Deus. Ele quer desgastar você encher sua vida de tarefas e compromissos e coisas, quer te assoberbar, manter você cansado para não poder ir a igreja. Desanimar você para você não louvar e adorar a Deus. Ele quer gastar suas energias para que você perca seu equilíbrio emocional e o equilíbrio da razão. Ele quer fazer exatamente isto importunar você, para você ficar perturbado na sua vida, sem paz, sem alegria. Gal.5:22. O diabo nosso adversário quer frustrar seus planos, impedir seu ideal a concretização dos seus sonhos. O diabo não quer que seus sonhos se realize, ele não quer que seu projeto chegue ao final. Ele joga pesado é uma guerra. Ele quer te neutralizar, ele não quer que você chegue no lugar que Deus tem sonhado para você. Ele não quer ver a vitoria de Deus na sua vida, ele não quer ver seu sonho realizado. A sua obra, e o seu real desejo é te derrotar, é o de possuir sua alma e leva-la ao inferno que é o seu fim. Ap.20:10. As evidências então em todos os lados, a violência, o crime, os vícios, as drogas, a infidelidade e a fragmentação das famílias, os pais contra filhos e filhos contra pais. Os milhões de filhos ilegítimos,(fora do casamento crianças sem pais, sem um lar, jogados nas ruas, nas drogas, na marginalidade a mercê da sorte). Por esta razão cremos na operação do diabo. As estatísticas revelam as condições religiosa do nosso país. Onde milhões de pessoas tem como religião o baixo espiritismo, a maçonaria, o esoterismo, a magia negra, os seguidores da umbanda, quimbanda ou candomblé, onde milhões de reais são gastos em oferendas, sacrifícios, obrigações e cerimônias com a finalidade de apaziguar o exu, isto é o mal espirito como eles chamam. Mas nós sabemos que é culto aos demônios. E que é ao próprio diabo que eles fazem tais oferendas. É evidente que este povo acredita muito no poder do diabo e crê que será feliz que conseguirá e alcançará seus desejos, caso consiga agradar os exus. Ainda na estatística afirmam que milhões de religiosos praticantes ou que se dizem religiosos, são os grandes patrocinadores do espiritismo de suas festas e cerimônias, onde fazem orações e petições aos mortos, e não conhecem ao Deus vivo ou a sua palavra a Bíblia. É possível verificar que há no Brasil mais pessoas cultuando ao diabo do que adorando a Deus. - I Pe.5:8 "." Sede sóbrios; vigiai; porque o diabo vosso adversário, anda em derredor, rugindo como leão, buscando a quem possa tragar" Temos um inimigo, seu adversário, inimigo e adversário de Deus desde o principio. Ele é o pai da mentira. No instante em que alguém crê em Jesus Cristo de todo o coração, ele é liberto das garras deste inimigo, satanás e passa a pertencer à Igreja de Deus. Mas, além da liberdade que a salvação lhe proporciona, tem o novo crente a responsabilidade de lutar para que não volte à vida anterior. Satanás tudo fará para apanhá-lo de volta, mas se ele combater o bom combate com as armas do Espirito, vencerá esta é a promessa, esta é a vitória que vence o mundo a nossa Fé. 1Jo.5:4. Vamos conhecer nosso inimigo e como combate-lo em o nome de Nosso Senhor Jesus Cristo. Amém. O diabo é conhecido como satanás, enganador, tentador, acusador, gênio do mal, espirito das trevas, demônio, satã, belzebu, Lúcifer, anjo do mal, anjo decaído, assassino, ladrão, destruidor, grande difamador, príncipe das trevas, príncipe dos demônios, hostes espiritual da maldade, deus deste mundo. Não planeta. Porque o planeta terra, como todos os planetas foi Deus que os criou. Is.45:12,18. SL.19:1.Sl.96:5,6.SL.97:6. Rm.1:20.(século, sistema do mundo). Os demônios são criaturas muito inteligentes. São espíritos e não possuem, normalmente, corpos físicos. Embora, possam, por um determinado tempo manifestar-se com corpos físicos que podemos ver e sentir, Eles eram anjos a serviço de Deus, e satanás, o líder deles era um arcanjo. Ele é uma das mais poderosas e inteligente criatura, criadas por Deus. A inteligência humana não se compara em nada à dele. Desde a eternidade, ele escolheu rebelar-se contra o criador e tentou exaltar a si mesmo acima de Deus. Um grande número de anjo seguiam-no preferindo servi-lo do que a Deus . Estes anjos, com freqüência, são chamados de "anjos caídos" e são vários demônios. São todos mentirosos e malignos. Recebem diferentes nomes em varias partes do mundo. Possuem uma hierarquia de forças e habilidades e só podem ser derrotados com o poder de nosso Senhor Jesus Cristo. Mesmo estando em uma notável posição de autoridade Jesus Cristo sobre eles, devemos fazer uso dela respeitosamente. É tão extenso o número e a variedade de demônios, que não poderíamos nomear a todos. E também um mesmo demônio terá diferentes nomes dependendo da área geográfica em que estiver. O reino de satanás é altamente organizado e muito eficiente. A Bíblia se refere aos mais poderosos, como príncipes e governadores sobre várias áreas do mundo. Eles conhecem bem a Bíblia. É por isso que devemos conhece-la no todo. São " experts" em torcer as escrituras para dar outro significado ao que Deus disse, Veja a serpente tratando com Eva. Gn.3:1-6. Se não soubermos a Bíblia seremos presas fáceis para eles. É nomeado a luz da Palavra como Diabo, que traduzido e caluniador- Jó.1:9-11 e Acusador-Ap.12:10. Ele é o espirito supremo do mal e da injustiça. Chamado também: Abadon e apolion que é destruidor-Ap.9:11 Belzebu-Mt.12:24 " Belial maligno-2Co.6:15 "Satánas-Lc.10:18 "Ap.20:2. O deus deste século " Jo.14:30,2Co.4:4. Obs: sistema, não o planeta. (sistema, costumes, modismo). O enganador - Gn.3:4 " 2Co.11:3,13,14,15. "2Tm.2:26. A fonte de todo mal " Mt.13:38,39. "1Jo.3:8,10. Homicida desde o principio " Jo.8:44. "1Jo.3:12. O maioral dos demônios " Mt.12:24. O príncipe da potestade do ar " Ef.2:2. Pai da mentira " Jo.8:44. Sagaz e astuto " Gn.3:1. "2Co.2:11. "2Co.11:3. Sedutor de todo o mundo " Ap.12:9. Tentador " Gn.3:1. " Jó.2:7. " Mc.1:13. "Jo.13:2. "At.5:3. "1Co.7:5. "Ef.6:11. "1Tm.3:6. " 1Jo.3:8. "Ap.20:10. OBRAS DO DIABO Autor da apostasia "2Ts.2:9. " 1Tm.4:1. Impede o crescimento do evangelho "Mc.4:15. " Jo.13:2. " At.5:2,3. "1Co.7:5. "2Co.12:7. " 1Ts.2:18. " 2Tm.2:26. " Ap.20:7. Muda as Escrituras para o mal " Mt.4:6. " Lc.4:10,11. Opera sinais e prodígios de mentira "Mt.24:24. " 2Ts.2:9. "Ap.16:14. " Ap.19:20. Transforma-se em anjos de luz "2Co.11:14. EFERMIDADES E EFEITOS CAUSADOS POR DEMÔNIOS Surdez "Lc.11:14. O homem de um espirito imundo " Mc.1:23-26. Epilepsia "Mc.9:17,18,20. Nudez e insanidade " Lc.8:27. Possessão demoníaca " Mt.15:22. A mulher possessa a dezoito anos " Lc.13:11-13. O INIMIGO A INFRENTAR SL.91. O diabo vosso adversário Ipe.5:8. Não há dúvida que o diabo existe e que ele é de fato seu adversário. A palavra DIABOLOS; do Grego quer dizer ADVERSÁRIO, CALUNIADOR, MALDIZENTE. Vamos conhecer algumas coisas a seu respeito dele para não cairmos nas suas astutas ciladas. O diabo não tem os atributos ou as qualidades de Deus. Ele não é ONISCIENTE, não é ONIPOTENTE, não é ONIPRESENTE, somente Deus é assim. Somente Deus o nosso Deus tem estes atributos Ele é ONISCIENTE, porque conhece todas as coisas.Gn.18:18,19 ;2Rs.8:10,13 ;1Cr.28:9 ;Sl.94:9 ;139:1-16 ;147:4,5 ;Pv.15:3 ; Is.29:15,16 ;40:28 ;Am.4:133 ;Lc.16:15 ;At.15:8,18 ;Rm.8:27,29 ;1Co.3:20 ;2Tm.2:9 ;Hb.4:13 ;1Pe.1:2 ;1Jo.3:20. O conhecimento de Deus é perfeito, ele não precisa arrazoar, ou pesquisar as coisas, nem aprender gradualmente " Seu conhecimento do passado, do presente e do futuro é instantâneo. Ele é ONIPOTENTE,Gn.1:1 ;17:1 ;18:14 ;Êx.15:7 ;Deut,3:24;Jó.40:2;Is.40:12-15;Jer.32:17;Ez.10:5;Dn.3:17;Am.4:13 ;5:8;Zac.12:1;Mat.19:26;Ap.15:3;19:6. A onipotência de Deus significa duas coisas: (1)Sua liberdade e poder para fazer tudo que esteja em harmonia com a sua natureza.``Pois para Deus nada será impossível .``Isto não significa que Ele possa ou queira fazer alguma coisa contrária à sua própria natureza " por exemplo, mentir ou roubar: ou que faria alguma coisa absurda ou contraditória a Si mesmo, tal como fazer um circulo triangular, ou fazer água seca. (2)Seu controle e sabedoria sobre tudo que existe ou pode existir. Mas sendo assim, por que se pratica o mal neste mundo? É porque Deus dotou o homem de livre arbítrio, o qual arbítrio Deus não violará; Ele, portanto, permite os atos maus, mas com um sábio propósito de, finalmente, dominar todo mal. Somente Deus é todo poderoso e ate mesmo satanás nada pode fazer sem a sua permissão. Vide Jó caps.1 e 2. Ele é ONIPRESENTE, isto é, o espaço material não O limita em ponto algum.Gn.28:15,16;Deut.4:39;Js.2:11;Sl.139:7-10;Pv.15:3,11;Is.66:1;Jr.23:24;Am.9:2-4,6;At.7:48,49;Ef.1:23. Embora Deus ESTEJA em todo o lugar, Ele não HABITA em todo o lugar. Somente ao entrar em RELAÇÃO PESSOAL com um grupo ou com um indivíduo se diz que HABITA com eles. Gloria a Deus o nosso Deus habita conosco. EMANUEL, O SENHOR JESUS CRISTO É UM DEUS CONOSCO. Aleluia, gloria a Deus. Satanás o príncipe deste mundo, luta desesperadamente contra a igreja os filhos e filhas de Deus, por saber que seu tempo está contado, já é chegado seu fim. Satanás não esta preocupado com este evangelho que só oferece vantagens terrenas e materiais. Ele esta de acordo com esse evangelho. Ele vai aumentar estas forças. Mas ele não esta de acordo com o Evangelho do sacerdócio eterno do Cristo em gloria, glorificado na Igreja. Porque veja só que frustração de satanás, que depressão satanás está sofrendo quando ele vê alguém revelando sua condição, mostrando Ap. capitulo 20. Onde satanás e preso e acorrentado por mil anos. Olha satanás, você está me escutando você vai ser amarrado por mil anos, numa cadeia de circunstâncias. Você não vai encontrar uma mulher para provocar um adultério. Para provocar a queda como você usou lá no Éden. Você não vai encontrar um homem para recepcionar esta sedução, para cair nesta sedução. Nem para roubar, matar, seqüestrar , estuprar, fazer uso de drogas, cigarros e bebidas alcoólicas. Por mil anos esses demônios que não param de trabalhar dia e noite para levar pessoas, imagem e semelhança de Deus, a cometerem cousas terríveis e malignas, atos libidinosos e prevaricações para leva-las ao inferno. Serão amarrados, mas o diabo, ele mesmo não quer ir para lá. Mas ele vai ser amarrado por mil anos numa cadeia de circunstância por mil anos. ``Lançou-o no abismo, fechou-o, e pós selo sobre ele, para que não mais enganasse as nações.``Ap.20:2-3. ``Não se fará mal nem dano algum em todo o meu santo monte, porque a terra se encherá do conhecimento do SENHOR, como as águas cobrem o mar.``Is.11:9. E satanás sabe perfeitamente que Jesus está as portas e seu fim é chegado, a estas alturas ele quer engodar a Igreja noiva, noiva do Senhor Jesus Cristo, para não se desprender desta terra de todas estas coisas que Deus tem dado. Ele não quer que a Igreja noiva suba. Ele sabe que quando a Igreja subir, ele vai dar seus últimos saltos nesta terra, seus últimos suspiros, mais é só por 3 anos e meio. Ap.20:7-10. Nos tempos ante - diluviano a mensagem pregada por Noé era ENTRAR na Arca. Na destruição de Sodoma a mensagem a Ló e sua família foi SAIR, de Sodoma. Mas agora o Senhor Jesus já pagou o preço do resgate e a mensagem hoje é SUBIR, arrebatamento aleluia. Estaremos para sempre com o verdadeiro dono e Senhor, o criador de todas as coisas o SENHOR JESUS CRISTO. Gloria a Deus.Col.1:13-23. VAMOS AO ARMAMENTO COMPLETO Ef.6:14-18. FORTALECEI-VOS (no v. 10) - "Tornar-se forte" - Não podemos entrar em uma batalha enfraquecidos. Este fortalecimento implica na busca de poder espiritual, que capacita o crente para enfrentar os inimigos. Com o objetivo de obtermos vitórias, precisamos nos fortalecer no Senhor todos os dias. Mas, o que é se fortalecer no Senhor? (oração, Bíblia...) É estar Nele, ligado a Ele, extraindo Dele o alimento espiritual que nos fortalece. Afinal, não é um fortalecimento físico, pois com nossas próprias forças jamais suportaríamos uma luta espiritual. O poder e a força que faz do cristão um vencedor está em Deus. Paulo assim diz: "Posso todas as coisas naquele que me fortalece" "Revesti-vos de toda a armadura de Deus" (no v. 11) - Paulo tem em mente a imagem do soldado todo equipado para a batalha, e usa esta linguagem para falar do preparo espiritual do crente. Revestir-nos dá a idéia de "vestir sobre outra vestimenta". O crente precisa estar devidamente equipado para a luta, revestir-se com todas as peças indispensáveis da armadura espiritual. Uma armadura incompleta torna o crente vulnerável ao ataque satânico. Você já ouviu falar de Aquiles, que se protegeu todo para a batalha e se esqueceu do tendão, ou o calcanhar onde foi ferido? Nós precisamos fechar todas as brechas para que o inimigo não encontre lugar onde possa nos ferir. Na nossa caminhada o inimigo vai colocando ciladas astutas. Ele não avisa e nem diz onde está, por isso nós precisamos estar bem preparados. Nossa luta não é carnal ou material (no v. 12), e sim contra o diabo e todo seu exército de anjos caídos, que organizados hierarquicamente dominam todo este mundo tenebroso, que jaz no maligno. Meus amados, o cristão verdadeiro está além deste mundo, por isso ele precisa ter visão espiritual. Paulo nos diz que "estamos assentados nos lugares celestiais com Cristo" (2.6), mas também diz: "a nossa luta acontece nos lugares celestiais". O diabo procura nos fazer descer para o plano carnal e material, onde teria domínio sobre nós. Jesus diz: "Vocês estão no mundo, mas não são do mundo". Existem 4 classes especificas de inimigos que temos de combater Ef.6:12. Os principados do grego archas ,a mais alta classe de demônios, altas autoridades no reino de satanás,Ef.1:21.Cl.2:10. As potestades, do grego exousias, autoridades terríveis, cujo poder se deriva diretamente dos principados. Os príncipes das trevas deste século, do grego Kosmokratopas, espíritos regentes das trevas espirituais que contaminam e assolam o mundo. Dn.10:12,13. As hostes espirituais da maldade, do grego Pnematikaponerias, anjos (demônios)perigosos e inumeráveis que promovem a expansão do pecado no mundo. Ef.1:21; Ef.1:16 "18. A força de satanás é a força das trevas, é negativa e limitada. Enquanto o poder de Deus é eterno para sempre, é o poder da luz gloria a Deus aleluia. Para uma guerra espiritual, armas espirituais. A armadura de Deus é uma provisão especial do céu para o combate da igreja na terra. A palavra armadura vem do grego Panoplia e significa ARMAMENTO COMPLETO, podemos assim resistir as investidas do inimigo.Ef.6:13. Lemos aqui três coisas importantes: a)Resistir no dia mau b)Fazer tudo que Deus nos ordenou c)ficar firmes, permanecer inabaláveis Para nos revestirmos de toda a armadura de Deus, e não de parte dela, faz-se necessário conhecê-la. O versículo 13 nos apresenta o propósito pelo qual devemos nos revestir da "Armadura de Deus". Qual seria? "Resistir no dia mau, vencer tudo e ficar firme". O dia mau, refere-se ao dia de maior tentação de negar ao Senhor nos afligirá. Quais os principais elementos da Armadura de Deus? V.14 - "Cingir os lombos com a verdade" - O soldado romano usava até 3 cintos para prender a couraça, a espada e o restante da roupa. Nestes cintos haviam pedras semipreciosas cravadas, e os soldados os usavam com muito orgulho. O CINTO DA VERDADE = O uso do cinto, esta palavra vem do grego Zoma. os guerreiros tempos antigos cingia-se de uma cinta de couro que tinha a finalidade dupla de sustentar a couraça e também a espada. Era usada também pelos orientais, que comumente usavam vestiduras longas e soltas. Era um símbolo de força e atividade I Sm.2:4 "Is.45:5 "Jr.13:11.Ter ``os lombos cingidos`` era estar preparado para algum serviço. II Rs.4:29; At.12:8 "I Pe.1:13.Na luta espiritual, a verdade faz parte da armadura de Deus, e ela dá um apoio maravilhoso na luta contra o mal. O crente tem de sempre ser um homem de verdade Ex.18:21.Ele foi salvo por Jesus que é a verdade Jo.14:6,foi gerado pela palavra da verdade Tg.1:18, e foi purificado na obediência à verdade 1Pe.1:22. Por isto o crente deve ser dominado pela verdade nas suas intenções, como nas suas palavras e ações Ef.4:25. Pois ele faz parte da igreja que é a coluna da verdade 1Tm.3:15,Onde reina a verdade ali o Espirito da verdade tem plataforma para ajudar. A Bíblia mostra que a verdade e o poder de Deus são interligados, pois diz: Na palavra da verdade, no poder de Deus. 2Co.6:7.O CINTURÃO DA VERDADE deve fazer parte da nossa vida, deve ser motivo de orgulho o andarmos na verdade, sem mentiras ou pontos obscuros. Outra peça é a COURAÇA DA JUSTIÇA - A COURAÇA DA JUSTIÇA = O uso da couraça no grego Thoraz tinha duas partes principais: uma, a que cobria o peito, a outra, a que cobria as costas do soldado. Em forma de saco ou túnica, era a arma protetora para o coração, mencionada nos mais antigos livros, que tornava o soldado de certa forma invulnerável na área do coração,Jo.41:26 "Ne.4:16. Cristo é nossa justiça, vestido de humildade, fez questão de ser batizado, para ``cumprir toda a justiça``Mt.3:15. Um dos nomes proféticos do Senhor é JEOVÁ TSIDEKENU,O Senhor Justiça nossa Jr.23:6; 33:16. Jesus Cristo se tornou da parte de Deus sabedoria e justiça.! Co.1:30. A couraça era feita de fivelas ou anéis de metal. Esta proteção na armadura serve como símbolo da proteção que a justiça de Cristo dá ao crente. Justificado gratuitamente. Rm.3:24. A vida do crente é dominada pela justiça e ele agrada a Deus. A finalidade da couraça era proteção para o peito. A justiça deve permear a vida e os atos dos soldados de Cristo. É ter uma consciência pura, por estar agindo de maneira certa. A couraça nos protege das setas mortais do inimigo. É interessante estarem juntas estas duas palavras "verdade e justiça". At.10:34,35.O Espirito Santo tem liberdade para proporcionar-lhe proteção contra os ataques de satanás, venha ele pela frente ou por trás seja através de problemas passados ou do presente e do futuro. V.15 - CALÇADOS OS PÉS = O uso dos sapatos. A palavra no grego usada é Knemides e significa botas de bronze, ou perneiras. Na armadura o calçado era de metal, e cobria desde o pé até o joelho(chamava-se greva). Estes calçados de metal davam proteção contra pedras agudas e contra serpentes Sl,91.12,13.O Espirito Santo usa o calçado da armadura como um símbolo da preparação que a salvação proporciona ao crente, pois ele é salvo para servir !Ts.1:9;Rm.6:18.Esta preparação é aperfeiçoada pela santificação 2Tm.2:21,pela palavra de Deus 2Tm.3:16,17, e pelo Espirito Santo. Quando o crente estiver calçado desta maneira, isto é, com ``ferro`` ele pode enfrentar o que vier, porque ``sua força será como o seu dia``Dt.33:25. Jesus disse: ``Eis que vos dou poder para pisar serpentes e escorpiões, e toda a força do inimigo e nada vos fará dano algum``Lc.10:19. "Calçai os pés..." Os soldados usavam alguns tipos de calçados diferentes para os pés, que eram importantíssimos para os soldados. Os sapatos tinham cravos nas solas, que não permitiam os soldados deslizarem, dando-lhes segurança. Nós precisamos ter segurança na mensagem que pregamos. um outro termo é PREPARAÇÃO, que significa prontidão, firmeza, confiança no que cremos. Os nossos inimigos tentam tirar os nossos calçados para que nós deslizemos, caiamos e nos desviemos da verdade que é Cristo. Evangelho da paz. A mensagem de Cristo é uma nova de paz. Quando Jesus chegou a este mundo, encontrou trevas, ódio e guerra. Este é o espirito que tem dominado os homens desde o principio, sob a orientação do inimigo, nosso adversário. Quando Jesus nasceu em Belém, os anjos cantaram o hino da paz. A paz do Evangelho reconciliou gregos e bárbaro, judeus e gentios, céus e terra, Rm.1:14;1Co.7:15;Hb.12:14;Tg.3:18. Saudemos, portanto, O Cristo nascido em Belém, como a única e última esperança de paz para o mundo afogado em guerras ,fome, ódio e mortes. De Belém veio a noticia, do céu veio a benção, de Cristo vem a paz, Paz, doce paz. V. 16 - O ESCUDO DA FÉ = O uso do Escudo. o escudo romano no grego Thureos , - Uma outra peça da armadura. O escudo era uma arma defensiva, e de estrutura metálica. Freqüentemente eram socadas várias camadas de couro no escudo e, antes da batalha, ele era encharcado com água, para poder apagar os dardos (flechas) incendiárias do inimigo.era tão grande que um soldado podia esconder-se atrás dele. Protegia o corpo das lanças, dos choques e das setas ou flexas. Temos ai o significado espiritual de nossa fé. Com tantas mentiras satânicas e heresias que surgem, precisamos do escudo da fé, pois a nossa confiança destrói as investidas do maligno. A Bíblia diz que sem fé é impossível agradar a Deus,Hb.11:6. A fé é um Dom de Deus Rm.12:3;Ef.2:8;Fp.1:29,é algo precioso e santíssimo,2Pe.1:1;Jd.20, é o elemento produtor de edificação,1Tm.1:4,adoção,Gl.3:26.preservação, 1Pe.1:5 e santificação,At.15:9;26:18. A fé vence o mundo1Jo.5:4 e é evidência incontestável do novo nascimento, 1Jo.5:1. Quando o filho do homem voltar, procurará fé nos corações, Lc.18:8. V. 17 O CAPACETE DA SALVAÇÃO = O uso do capacete, é a peça que protege a cabeça. O capacete era uma proteção metálica para a cabeça. A salvação é a segurança máxima do crente. Alguém já disse que "mente vazia é oficina do diabo". Precisamos ocupar a nossa mente com coisas espirituais que edificam. O Espirito Santo usa esta figura para mostrar a proteção que temos na esperança da salvação de Deus. No grego está palavra é Perikephalaia. Obviamente o capacete era para ser usado na cabeça, que é a parte mais vulnerável do corpo. Na cabeça estão os órgãos vitais do corpo e toda a autoridade que o corpo possui, ele é para proteger a cabeça. Na cabeça estão situadas as três faculdades da personalidade humana que irão desta para a vida de além-túmulo: a razão, a memória e a consciência. Se tais faculdades não estiverem cobertas com o capacete da salvação, o diabo lançará seus dardos e as profanará, afastando totalmente o homem de Deus. A salvação é o refúgio para a mente contra os falsos ensinamentos, ou outro evangelho Gl.1:8.Contra doutrinas de demônios. O capacete da salvação protege o crente contra os ataques de satanás às portas de entradas para nossa cabeça: Pensamentos, olhos, ouvidos. Por falta deste capacete muitos crentes foram derrotados. A Bíblia fala de Davi, 2Sm.11:2. Js.7:21 e de Eva, Gn.3:6, que foram derrotados quando a porta de seus olhos não estava protegida. Deus quer também proteger a porta de nossos ouvidos para que não entrem por ela palavras maliciosas e mentirosa. Porque quem conduz uma conversa é quem ouve, não ouça nada de fofoca não participe disto. Não fale de seu irmão ou irmã. Não aceite ninguém alugar seus ouvidos contra quem quer que seja, não participe disso.Pv.26:22. Ele pode ainda guardar a porta dos nossos pensamentos, Fp.4:7. V. 17 A ESPADA DO ESPIRITO QUE É A PALAVRA DE DEUS = A Espada é uma arma branca, formada de uma lâmina comprida e pontiaguda, de um ou dois gumes, No plano espiritual, a espada é a palavra de Deus, a arma que destrói as intenções, as ações e as investidas de satanás. Jesus usou essa espada quando foi tentado no deserto,Mt.4:1-11. A Bíblia " a palavra de Deus " pode vencer satanás porque é o livro de Deus. Ela é o livro de Deus em muitos sentidos. Vem de Deus, é inspirada por Deus, revela a Deus, apresenta a mensagem de Deus ,mostra o caminho de Deus, tem como centro o filho de Deus e oferece perdão de Deus. 2Tm.3:15;2Pe.1:21;Jo.3:16; Rm.1:2. Enquanto todas as outras partes da armadura eram defensivas, a espada era tanto defensiva como ofensiva. A palavra é viva e eficaz... como espada de 2 gumes..." Por isso precisa ser pregada com autoridade. Nossa própria palavra é frágil, mas a palavra de Deus é poderosa. Corta em dois sentidos: convence e condena. A Bíblia pode vencer satanás porque é a palavra da verdade,Tg.1:18; porque é pura, Sl.12:6;Sl.119:40; Pv.30:5; porque é perfeita e preciosa, Sl.19:7,10. Cada Crente deve esforçar-se por ler á palavra, amar a palavra, pregar a palavra e viver a palavra, utilizando-a sempre como a preciosa espada que deixará a salvo das investidas do nosso inimigo. Hb.4:12.A principal razão do sucesso tão maravilhoso da Bíblia no mundo é que ela é a palavra de Deus. A Bíblia é o livro mais difundido em todo o mundo, sendo traduzido em atualmente mais de 1240 idiomas, pelo menos uma porção das Escrituras. A nossa Bíblia contém 66 livros, escritos ao longo de 1600 anos(16 séculos),por cerca de 40 diferentes autores, nas mais diferentes condições e épocas. Ela é formada de dois Testamentos: Antigo e Novo. O Antigo Testamento contém 39 livros assim classificados: Lei, Históricos, Poéticos e Proféticos. O Novo Testamento contém 27 Livros, classificados em Biografia da vida de Jesus, História, Doutrina e Profecia. A Bíblia toda contém 1.189 capítulos, 929 no Antigo Testamento e 260 no Novo Testamento. A divisão da Bíblia em capítulos foi feita em 1250 d.c., por Hugo de Sancto - Caro, abade dominicano e estudioso das Escrituras. Estes capítulos estão divididos em 31.173 versículos, sendo que 23.214 estão no Antigo Testamento e 7.959 no Novo Testamento. A Divisão do Antigo Testamento em versículos foi feita em 1445 pelo Rabi Mardoqueu Natã, e o Novo Testamento em 1551 por Robert Stevens. um impressor de Paris. Os 66 Livros da Bíblia não se acham agrupados pela ordem cronológica, e sim de acordo com assuntos a que pertencem. Segundo a tradição, Jó é o Livro mais antigo da Bíblia, tendo a sua autoria atribuida a Moisés. O maior capítulo da Bíblia é o Salmo 119, e o menor, o Salmo 117.O maior versículo: Ester 8:9; o menor: Êxodo 20:13. ``Não matarás``. Há na Bíblia 8 mil vezes a palavra ``SENHOR``, A Bíblia foi o primeiro Livro a ser impresso no mundo, isto ocorreu em 1452, em Mainz, na Alemanha, por Guttemberg. A ORAÇÃO = Orando em todo o tempo com toda oração e súplica. A oração sempre foi um segredo na vida cristã vencedora. Fp.4:6 ; At.1:14;2.1-3,42;Rm.12:12. Alguns dizem que a LANÇA é a ORAÇÃO, que nos garante a vitória à distância, outros dizem que a oração é a provisão para a batalha, o suprimento para o soldado, pois dá a idéia de algo permanente em toda a batalha. Uma coisa é certa: precisamos orar em todo o tempo. A oração pode parecer muito simples mas tem efeitos poderosos. Ela é sempre um ato de adoração ou de súplicas dirigido a Deus. Todos podem e devem orar, pois este é um privilégio dado a todos ,independente de lugar ou de postura, de sexo ou idade. A oração representa as nossas mãos estendidas para receber de Deus, as suas bênçãos .Mt.7:8. A Salvação At.2:21. O batismo com Espirito Santo At.1:4;Lc.11:13. Os dons Espirituais 1Co.12:31;14:13,39. A cura divina Tg.5:14,15. A capacidade de Evangelizar Cl.4:2,3. A Sabedoria Tg.1:5,6. O Espirito Santo Ajuda na oração Rm.8:26. A Igreja perseverava em oração At.2:42. Nada podia impedir a oração At.6:2-4. Os apóstolos oravam pelos novos crentes At.8:14-18/19:1-6. Pedro estava na prisão a igreja orou e Deus mandou um anjo para liberta-los At.12:4,5,7,17. A oração enriquece a comunhão com Deus 2Co.12:8-10.A oração traz socorro e livramento no dia da angustia Sl.50:15. Que nós sejamos verdadeiros soldados de Cristo, preparados para combater as batalhas espirituais que enfrentamos todos os dias. Em Cristo você será mais que vencedor. RUGINDO COMO UM LEÃO A nossa luta não é contra carne nem sangue.O Inimigo não é mortal. Nosso adversário não é perecível, nem fraco. Todos estamos travando pesada batalha que se situa no campo espiritual, sobretudo na área da mente território muito almejado pelo inimigo. Ele luta desesperadamente porque sabe que seu fim esta próximo. E o que ele sabe fazer é mentir e enganar, ele não é o Leão meus irmãos o que ele sabe fazer é imitar o rugido do Leão. Jesus Cristo é que é o Leão ,Leão da tribo de Judá aleluia. O diabo sempre cometeu enganos e erros terríveis, querer ser maior que Deus seu criador. Mas o maior erro dele foi a crucificação de Jesus Cristo. Se pudesse ver a obra de Cristo na cruz, as conseqüências desta grande vitória, ele jamais teria desejado crucificar o Rei da gloria,nosso salvador Jesus Cristo, Foi o ato mais insensato de toda sua carreira, aquela conspiração entre o discípulo traidor os sacerdotes religiosos e os Romanos(o discípulo sem a revelação, a Religião e a Política). Certamente o diabo não tinha a menor idéia dos resultados da morte de Jesus Cristo na cruz do calvário. Na sua ignorância ele pensou que estava ganhando a batalha contra aquele que se recusou a prostrar-se, perante ele e a adora-lo. Ele (Jesus)carregou a cruz, ele sofreu com a cruz, ele foi pregado na cruz, ele morreu na cruz. Mas Ele não ficou na cruz, ele desceu no mais profundo do inferno(sepultura), pregou para os espíritos em cadeia, pregou para satanás e seus demônios e disse: Olha aqui satanás é me dado todo poder nos céus e na terra, minha vida ninguém ma tira de mim, mas eu de mim mesmo a dou; tenho poder para a dar, e poder para tornar a toma-la, e quem crê em mim ainda que esteja morto tornará a Ter vida. Jo.10:17,18.Gloria a Deus, gloria a Deus. Vitória, Vitória, Vitória. O poder do nosso adversário se limita a inspirar medo e confusão, a imitar o leão, ele é o imitador. O rugido do Leão na selva assusta, apavora, cria pânico, estremece o solo, e cria maior alvoroço e os animais que estão escondidos e seguros, apavorados saem dos seus abrigos e acabam caindo nas garras do leão. Não tenhamos medo estamos escondidos em Cristo, fiquemos ai seguros em Cristo. Nos vivemos no território de satanás este sistema mundano, vil e cheio de obras das trevas e que jaz no maligno. A grande maioria da humanidade esta oprimida pelo ladrão de almas o diabo, ele é o deus deste século, por isto todo o mundo anda fazendo a sua vontade. O diabo tem dominado os homens e mulheres que não tem aceitado a Jesus Cristo como seu senhor e suficiente salvador, o diabo tem ditado suas modas, seus vícios e maus hábitos, costumes e até mesmos suas religiões, estão servido a satanás. Porém o fato glorioso é que milhões de pessoas tem se rendido ao Senhor Jesus Cristo, aceitando-o como senhor e salvador e não estão vivendo mais debaixo da sistema deste mundo, nem do julgo de satanás. Pois Jesus já nos libertou do império das trevas. Estamos no mundo mas não somos do mundo. Jo.15:16,19. Cl.1:3. Viver no reino de Deus é ouvir o rugido do pretenso Leão, o diabo e não ser dominado pelo medo e pela confusão. Somos do reino da luz e neste reino, o nosso Rei e quem domina com autoridade e poder o seu reino é um reino de amor e mediante a sua presença, todos joelhos se dobrarão e toda a língua o confessará. Aleluia! A Salvação, e a Gloria e o poder são do nosso Deus o todo poderoso. Alegremo-nos, exultemos, e damo-lhe a Gloria pois, ELE É O REI DOS REIS E SENHOR DOS SENHORES.



Nenhum comentário:

Postagem em destaque

A Pena Capital e a Lei de Deus - Crimes e Punições na Palavra de Deus Escrito por O Tempora, O Mores. Postado em Artigos Índice de Artigos Crimes e Punições na Palavra de Deus Podemos aprender bastante com os princípios que norteavam o tratamento que a Bíblia dá aos crimes e punições. Estamos tão enraizados em nossa cultura, em como ela trata a questão da quebra da lei, que talvez até nos surpreendamos com o encaminhamento dado pela Palavra de Deus à manutenção da lei e da ordem na sociedade civil de Israel. Vamos, portanto, dar uma rápida olhada em alguns princípios que encontramos, quando estudamos esse assunto nas Escrituras: 1. A primeira coisa que nos chama a atenção, é que na Bíblia não existe a provisão para cadeias. Isso mesmo! Elas nem existiam como instrumento de punição, nem como meio de reabilitação. Isso realmente nos intriga, pois estamos tão acostumados com essa instituição que não podemos imaginar uma sociedade sem cadeias. Quando um crime é cometido, a punição que pensamos de imediato é a cadeia. "Merece cadeia!; devia estar na cadeia"! Dizemos com tanta freqüência. Mas na sociedade de Israel, no Antigo Testamento, a cadeia era apenas um local onde o criminoso era colocado até que se efetivasse o julgamento devido. Em Números 15.34 lemos: "...e o puseram em guarda; porquanto não estava declarado o que se lhe devia fazer...". Logicamente encontramos na Bíblia o registro da existência de cadeias. Jeremias foi encarcerado e Paulo, igualmente, diversas vezes, dentro do sistema romano de punições. Mas estes encarceramentos eram estranhos às determinações de Deus. 2. Desta forma, por mais familiarizados que estejamos com esse conceito, não encontramos, na Palavra de Deus, o encarceramento como remédio, ou a perspectiva de reabilitação através de longas penas na prisão. Muito menos, encontramos a idéia de "proteção da sociedade" através da segregação do indivíduo que nela não se integra, ou que contra ela age. Ou seja, não encontramos, nas prescrições dadas ao povo de Deus, cadeias para punir, remediar, reabilitar ou proteger. 3. O princípio que encontramos na Bíblia é o da restituição. Em Levítico 24.21 lemos, "...quem pois matar um animal restituí-lo-á, mas quem matar um homem assim lhe fará". A restituição ou retribuição, era sempre proporcional ao crime cometido. Como a restituição da vida era impossível, ao criminoso, no seu caso a punição era a perda da própria vida. 4. Isso significa que aquela sociedade não tinha meios para lidar com o crime? Ou aplicava a pena de morte em todos os casos de quebra da lei? Não. Ela possuía determinações bem precisas e eficazes contra a banalização e proliferação da criminalidade. Ela responde à quebra da lei com medidas rápidas e que representavam prejuízo econômico para o infrator. Para os casos de furto, a Lei Civil Bíblica prescrevia a restituição múltipla. Vejamos em Êxodo 22.4 "...se o furto for achado vivo na sua mão, seja boi, seja jumento, ou ovelha, pagará o dobro". 5. Nos casos de furto de propriedade que representa o ganha pão ou meio de subsistência do prejudicado, a Bíblia prescrevia a restituição de quatro ou cinco vezes o que foi subtraído. Assim lemos em Êxodo 22.1 "...se alguém furtar boi ou ovelha e o degolar ou vender, por um boi pagará cinco bois, e pela ovelha quatro ovelhas". 6. As determinações das Escrituras procuravam proteger a vítima e colocar temor no criminoso, tirando qualquer idéia de proteção que viesse tornar a vítima em acusado também. O que queremos dizer é que, contrariamente aos nossos dias, quando as vítimas ou agentes da lei possuem as mãos amarradas pela excessiva proteção ao criminoso, o direito de cada um de defesa de sua propriedade era algo abrigado, concedido e salvaguardado, na legislação mosaica. Vemos isso em Êxodo 22.2: "...se o ladrão for achado a minar e for ferido, e morrer, o que o feriu não será culpado do sangue". 7. Aqueles que roubavam alimentos para satisfazer a fome, deviam ser tratados com clemência, mas mesmo assim, persistia a obrigação de restituir sete vezes o alimento que furtou do legítimo dono, uma vez que a própria constituição da sociedade já possuía a provisão para atendimento aos carentes, tornando desnecessário o furto, como vemos em Deuteronômio 24.19 a 21. Desta forma lemos em Pv. 6.30, 31: "...não se injuria o ladrão quando furta para saciar sua alma, tendo fome; mas encontrado, pagará sete vezes tanto: dará toda a fazenda da sua casa..". 8. Vemos então, em apenas um rápido exame das diretrizes bíblicas e um confronto destas com as opiniões que agora surgem, a sabedoria ali encontrada. Já há milênios antes de Cristo a Bíblia determinava punições pecuniárias, que o homem, a elas hoje chega, baseado na constatação empírica de que outras medidas não funcionam. Com efeito os encarceramentos prolongados, hoje aplicados, não produzem reabilitações, não são bem sucedidos em conservar o criminoso fora de ação e as prisões constituem-se, na realidade, em verdadeiras fábricas de criminosos piores e mais violentos. 9. O sistema bíblico de punição pecuniária é destinado a tornar o crime uma atividade não lucrativa. No que diz respeito àqueles criminosos que se recusavam a obedecer as autoridades constituídas, a sentença é a pena de morte. Lemos isto em Deuteronômio 17.12: "...o homem pois que se houver soberbamente, não dando ouvidos ao sacerdote, que está ali para servir ao Senhor teu Deus, nem ao juiz, o tal homem morrerá e tirarás o mal de Israel". [10] 10. Isto eqüivale a dizer que a condição de reabilitação na sociedade, para o criminoso primário, era total e absoluta. Indo na direção contrária à nossa sociedade, que coloca o criminoso iniciante enjaulado, em condições subumanas, como criminosos experientes " que se encarregam de formá-lo na escola do crime, o criminoso primário em Israel, pagando a indenização devida, estava pronto a se reintegrar na sociedade atingida pelos seus desmandos. Essa sociedade não deveria discrimina-lo de nenhuma forma, pois restituição havia sido efetivada. 11. Por outro lado, havia aqueles que se recusavam a obedecer, reincidindo no caminho do crime. A Bíblia reconhece a necessidade de proteger a sociedade desses elementos, mas não através do encarceramento " uma forma pseudo-humanitária, somente onerosa, imperfeita e impossível de produzir resultados. O sistema encontrado na Bíblia apresenta a efetivação desta proteção de uma forma radical, mas destinada a produzir frutos permanentes e a gerar a paz e a tranqüilidade em uma sociedade. Além disto, poderíamos falar no efeito didático, que a aplicação coerente e sistemática desta pena teria nos reincidentes em potencial. 12. Que diferença encontramos entre a forma de tratar o crime na sociedade de Israel e na filosofia e sistema empregados nos dias atuais! Em nossos dias, o crime prospera porque é lucrativo e porque corre impune, sendo isto também uma conseqüência da falta de adequação das penas impostas aos crimes cometidos. O sistema penal do Antigo Testamento previa não somente a adequação da penalidade aos crimes cometidos, mas a sua rápida aplicação. Lentidão da justiça é reconhecida até os dias de hoje como uma manifestação de injustiça. Nesse sentido, temos o registo apropriado da Palavra de Deus, em Eclesiastes 8.11:"Porquanto não se executa logo o juízo sobre a má obra, o coração dos filhos dos homens está inteiramente disposto para praticar o mal". 13. Obviamente não há a possibilidade da aplicação direta e total das Leis Civis prescritas por Deus ao estado teocrático de Israel, na sociedade atual. Nem podemos advocar a aplicação da pena de morte para todas as situações temporais prescritas na Lei Mosaica (como, por exemplo, pela quebra do sábado), pois destinavam-se a uma nação específica, dentro de específicas circunstâncias, e com propósitos definidos, da parte de Deus. Muitos dos princípios encontrados, naquela sociedade agrária, entretanto, são eternos e válidos até os dias de hoje e merecedores do nosso exame e estudo. A rapidez das sentenças; as penas pecuniárias e o peso econômico sofrido pelos infratores, em benefício das vítimas; a visão clara de quem é vítima e de quem é infrator, sem cometer a inversão de valores de considerar os criminosos "vítimas do sistema"; o apreço pela vida humana, acima de qualquer outra perda; o cuidado todo especial pela preservação de uma sociedade na qual liberdade também significasse ausência de violências e de ameaças trazidas por indivíduos incorrigíveis; o chamado constante ao bom senso e à preservação da lei e da ordem, não apenas com meras palavras, mas com duras penas contra os malfeitores; a ênfase, respaldada igualmente em penas severas, no respeito aos anciãos e às autoridades; são alguns desses princípios que deveriam estar presentes em qualquer sociedade. Juristas cristãos muito poderiam contribuir para um aprofundamento deste tema, penetrando a fundo na regulamentação da sociedade veto-testamentária e procurando uma adequação desses princípios às nossas condições. A questão de crimes, punições e determinações divinas está alicerçada no tema maior da Lei de Deus. Mas o que realmente significa este termo. O que a Bíblia tem a nos dizer sobre os seus diferentes aspectos? Seria difícil prosseguir em nossa caminhada, se não fizermos uma exploração, neste estágio, do significado da Lei de Deus, e da sua relevância aos nossos dias: