s√°bado, 31 de outubro de 2015

Ser fiel, é viver a vontade de Deus. Amém

Viver de acordo com a vontade de Deus
Pedro escrevendo sua carta afirmou o seguinte: “Ent√£o, de agora em diante, vivam o resto da sua vida aqui na terra de acordo com a vontade de Deus e n√£o se deixem dominar pelas paix√Ķes humanas.” (1 Pedro 4:2, 
Primeiramente temos que entender que nossa vida não é feita de departamentos, mas, de um todo. Onde em qualquer área devemos ter o mesmo comportamento e em todos devemos agir segundo a vontade de Deus, buscando em primeiro lugar o Seu reino: andando, falando e fazendo segundo os valores do reino. Não se trata de louvor, de leitura, de oração; mas, de atitude, de como vivemos, falamos e fazemos as coisas.
Antes agíamos segundo conceitos egoístas e procurávamos preservar a nós mesmos, escondendo ou omitindo, ou nos adequando a cada ambiente que nos encontrávamos, mas agora, não precisamos disto. Somos e temos os mesmos valores para cada situação da nossa vida que é dirigida pelos do reino de Deus. Buscar em primeiro lugar o reino de Deus é andar em nosso dia a dia, nas coisas que fazemos, segundo as Suas virtudes, praticando boas obras, demonstrando misericórdia, graça, bondade, fazendo o bem para as pessoas, ajudando, repartindo.
Por isso, Pedro, em sua carta, expressa como √© andar segundo a vontade de Deus: “Acima de tudo, amem sinceramente uns aos outros, pois o amor perdoa muitos pecados. Hospedem uns aos outros, sem reclamar. Sejam bons administradores dos diferentes dons que receberam de Deus. Que cada um use o seu pr√≥prio dom para o bem dos outros! Quem prega pregue a palavra de Deus; quem serve sirva com a for√ßa que Deus d√°. Fa√ßam assim para que em tudo Deus seja louvado por meio de Jesus Cristo, a quem pertencem a gl√≥ria e o poder para todo o sempre! Am√©m!” (1 Pedro 4:8-11, NTLH).
Nossa vida, para que estejamos vivendo segundo a vontade de Deus, deve ser norteada pelos valores do Seu reino, isto significa buscar o reino em primeiro lugar. N√£o andaremos na vaidade de nosso pensamento, n√£o seremos ego√≠stas, n√£o pensaremos somente em n√≥s e nas nossas necessidades; mas nos voltaremos para os outros e revelaremos em nossas atitudes as virtudes de Deus. E como revelamos? Servindo as pessoas, pois quando as estamos servindo, na realidade estamos fazendo a obra de Deus. Quando praticamos o amor, quando hospedamos, quando usamos os dons que recebemos para ajudar as pessoas no seu crescimento e amadurecimento, quando demonstramos atrav√©s de nossas a√ß√Ķes, como as pessoas devem agir no reino de Deus.
Viver segundo a vontade de Deus é compreendermos estas coisas simples. Significa abandonarmos os valores deste mundo, o pensamento egoísta e buscarmos a santificação do nosso procedimento para que andemos segundo os critérios do reino, segundo o caráter de Deus, sendo Seus imitadores. Por causa destas coisas precisamos correr a nossa carreira, precisamos olhar para o autor e consumador da nossa fé, e buscarmos a semelhança com o nosso Senhor, abandonando tudo que está relacionado a este mundo e aos seus valores para, assim, vivermos segundo a vontade do Pai, sendo semelhantes a Jesus.

quinta-feira, 29 de outubro de 2015

Louvo a Deus pelo seu Juízo e Justiça...!

Prestando contas a Deus.

O homem √© o √ļnico ser que pensa e exprime opini√Ķes atrav√©s dos pensamentos e palavras. √Č, tamb√©m, o √ļnico ser que de DEUS recebeu o f√īlego da vida (Gn 2:7). E todos nascem, crescem, estudam, trabalham, casam e morrem (?).
E no corre-corre di√°rio temos de dar contas a algu√©m por nossas a√ß√Ķes. Aqueles que estudam devem faz√™-lo de modo que, quando s√£o postos √† prova nas escolas ou faculdades, obtenham boas notas a fim de passar de ano. Aqueles que trabalham, do mesmo modo, devem executar suas tarefas a contento do seu chefe ou patr√£o. E assim por diante, prestar contas faz parte da nossa vida di√°ria.
De um modo geral, o empregado presta contas ao seu empregador; o marido e mulher prestam contas um ao outro e √† fam√≠lia; o cidad√£o presta contas √† sociedade e todos n√≥s, prestamos contas a DEUS (Rm 14:12).
DEUS √© o Criador e Dono de todas as coisas (Dt 10:14; Sl 24:1-2) e tudo o que temos √© d√°diva de DEUS (At 17:25). O nosso SENHOR JESUS exigir√° que cada um de n√≥s preste contas de sua mordomia, quando comparecermos ante o tribunal de CRISTO (2Co 5:10).
N√£o podemos nunca nos esquecer que somos mordomos do SENHOR e, como tais, devemos zelar por tudo aquilo que o SENHOR nos concede. E o que o SENHOR tem nos concedido? Bom, primeiramente a sua infinita gra√ßa e o seu infinito amor. Depois tem nos orientado, dentro da Palavra e atrav√©s do Seu Esp√≠rito Santo, de como devemos proceder na Sua presen√ßa. E Ele diz em Mateus 6:33 que busquemos primeiramente o Reino de DEUS e a sua justi√ßa. Ele dia tamb√©m, em Lucas 16:15 que temos de pregar o evangelho a toda criatura.
Se levarmos a sério as nossas responsabilidades como mordomos de DEUS, estaremos preparados para o dia da prestação de contas. Sejam quais forem os recursos que tenham de administrar (tempo, talento ou dinheiro), o mordomo deve esforçar-se para evitar o desperdício, maximizar o lucro (principalmente de almas) e, acima de tudo, ter a certeza de que o investimento está agradando a DEUS.
O tempo deve ser usado com sabedoria. Os talentos devem ser empregados para edificar os outros e glorificar a DEUS. O dinheiro deve ser gasto com cautela e responsabilidade.
Que, verdadeiramente, possamos cumprir fielmente essas exigências, dando profunda consciência de nossa responsabilidade pessoal diante de DEUS (1Pe 4:10).


Vem SENHOR Jesus......

Louvado seja Deus, pelo meus 41 anos. Aleluia 


terça-feira, 27 de outubro de 2015

Seja ungido para a obra de Deus, por Jesus seu Filho. Amém

O QUE √Č UN√á√ÉO

INTRODU√á√ÉO: Muito se fala em un√ß√£o, mas a un√ß√£o √© uma realidade da Igreja de Deus. Pois sem a un√ß√£o ningu√©m pode fazer a obra de Deus. Muitos t√™m tentado fazer sem a un√ß√£o, mas √© uma tentativa humana, cheia de sabedoria humana n√£o vai para frente. Mas vamos l√° o que √© un√ß√£o? √ą a autoridade , √© a capacidade sobrenatural de Deus para o homem fazer a obra.
Vemos no Velho Testamento, quando Deus escolhia alguém para reinar, Deus ungia, ou seja Deus autorizava e capacitava o homem para reinar. I Sm. 10: 1; 6 e 7.
A unção de Deus ao contrário do que muitos pensam não é dom espiritual, como já vimos é a autoridade e capacidade sobrenatural para o homem. E esta autoridade e capacidade não podem ser compradas, e também não é dada segundo as aparências. At. 8: 15 a 20; I Sm.16: 1 a 17. Observe o que Pedro fala Dom de Deus e não Dom do Espírito.
Porque podemos dizer com certeza, que dons n√£o s√£o un√ß√£o, ou seja un√ß√£o e dons s√£o diferentes.Porque un√ß√£o √© ´para fazer a obra, e os dons s√£o membros do corpo ou melhor dizendo √© parte da igreja. E com a un√ß√£o o homem pode abrir igrejas, fazer grandes avivamentos, ou dar coisas a outros que somente Deus daria. At. 8: 17. Por isso un√ß√£o √© a autoridade e capacidade sobrenatural de Deus para o homem fazer a obra. I Co. 12: 1 a 27; At. 10: 37 a 38.
A unção de Deus vem muitas vezes dos dons naturais que o homem tem. Ex: Musico; ele recebe a autoridade e a capacidade sobrenatural (unção) de Deus, ele vai fazer musicas que vão servir para louvor e adoração a Deus. I Cr. 15: 16.
Muitos falam de levitas, mas levita n√£o √© um dom e muito menos minist√©rio das igrejas de hoje. Levitas eram os descendentes da Tribo de Levi, que foram separados para ocupar o sacerd√≥cio.Dt.10: 8 e 9; Nm.1: 47 a 53: Ez. 44: 15; Ez. 18: 1. Se os m√ļsicos s√£o levitas, os evangelistas s√£o da tribo de Jud√° (juda√≠zas) Jesus.
Na verdade os levitas eram usados no sacerdócio, mas para nós o sacerdócio foi ocupado por Jesus. Ele é o sacerdote o oferta o sacrifício. Hb. 5: 5 e 6; Hb. 7: 17 a 21.
Portanto este caminho da adoração em nosso tempo é para todos. Hb. 10: 19 a 21.
A unção é para todos que quiser e buscar, se um homem sabe pregar e ele receber a unção vai pregar com ousadia. At. 4: 13, e 29 30 e 31.
O homem recebe o chamado para a obra, mas ele vai ter que buscar unção (como já vimos autoridade e capacidade sobrenatural), porque se não ele não vai conseguir, mesmo sendo chamado. Mt. 22: 1 a 14.
N√£o adianta o homem estudar, fazer teologia, ser fiel a denomina√ß√Ķes ou minist√©rios, apegado as placas de igrejas, nada disso √© suficiente para o homem receber a un√ß√£o de Deus. Ec. 12: 12 a 14.
A unção de Deus é dada pelo próprio Deus. Deus observa o homem e busca determinada qualidade nele, que venha a agrada-lo. Por exemplo Davi. At. 13: 22.
FIDELIDADE é uma qualidade para ser ungido I Sm. 22: 14; Sl. 101: 6; Pv. 28: 20; Mt. 24: 45 e 46.
CORAÇÃO INTEGRO, servir a Deus voluntariamente, ou seja sem interesse. I Cr. 28: 9 e 10
VERDADEIRO ADORADOR Adorar a Deus de todo o cora√ß√£o. J√Ķ. 4: 21 a 24.
CORAÇÃO JUSTO E RETO II Sm. 23: 1 a 4.

Falam de un√ß√£o do profundo sono, do sopro, do dente de ouro, do riso e outras un√ß√Ķes nada disso tem base B√≠blica . A √ļnica coisa que a B√≠blia fala disso est√° neste vers√≠culo. I Tm. 4: 1
.

sexta-feira, 23 de outubro de 2015

vivendo os padr√Ķes da B√≠blia!

Reflex√£o para CRENTES!     23/10/2015

Evangelista Manoel Moura

Voc√™ realmente tem vivido aqui na terra,  com suas palavras e seus atos, os padr√Ķes de quem quer morar no c√©u?
Voc√™ tem se comportado com os padr√Ķes B√≠blico,  que te leva para o c√©u? Ou tem deixado o mundo te levar cada vez mais ao inferno?
Você que não bebe, tem permitido bebidas entrar em sua casa?
Você que não fuma tem permitido que o cigarro entre em seu lar?
Como voc√™ tem lidado com as, raivas as iras, as soberbas, os enganos, as  fofocas, as falsas atitudes, de falsos, crentes que vem a tua casa? E o inv√©s de voc√™ influenciar, √© ele quem tem lhe influenciado!
J√° percebeu seus atos, diante de Deus?
O meio onde você tem andado, você tem sido a influencia, ou você tem se deixado influenciar?


VIVENDO OS PADR√ēES B√ćBLICOS, VOC√ä 
VAI MORRA NO C√ČU, MESMO QUE TODOS SEJAM CONTRA, N√ÉO IMPORTA! BASTA DEUS EST√Ā A  SEU FAVOR, E TE APROVAR. AM√ČM

terça-feira, 20 de outubro de 2015

O pecado leva a morte!

Não Existe na Bíblia
Vontade Permissiva de Deus!-I
Geralmente a B√≠blia √© deixada de lado e quando resolvem consider√°-la aparecem maluquices como esta: A VONTADE DE DEUS PODE SER PERMISSIVA! Claro, que n√£o pode, e n√£o √©!
Podemos dizer que muitos exegetas descuidados confundem alguns atributos e ou qualidades de Deus. Tamb√©m, quando n√£o acham explica√ß√£o para algumas situa√ß√Ķes, em vez de estudarem mais ou declararem sua ignor√Ęncia inventam, preferem a sa√≠da mais f√°cil: inventar bobagens teol√≥gicas, sem sustenta√ß√£o alguma!
Como pode em s√£o ju√≠zo algu√©m pensar que Deus √© permissivo? N√£o pode! Tem que ficar louco, primeiro! Deus n√£o permite coisa alguma nem neste nosso mundo e nem no mundo pr√≥prio dEle! Nem pensar na frase eles que a inventam pensam!… porque se o fizesse, logo a descartariam, imediatamente, por sua pr√≥pria e √≠ntima incongru√™ncia! Para se ser permissivo √© preciso antes ser: fraco, incompetente, incapaz, limitad√≠ssimo, etc. Deus n√£o √© nenhuma das coisas aqui mencionadas! Toda vez que voc√™ ler na B√≠blia este sentido de permiss√£o de Deus com certeza n√£o √© permiss√£o de p e r m i s s i v i d a d e ! Deus n√£o √© permissivo.
-Deus n√£o permitiu que o homem pecasse no Jardim do √Čden como Deus n√£o permite hoje que qualquer de n√≥s peque! Ad√£o e Eva pecaram de livre e espont√Ęnea vontade deles e contra a vontade de Deus que eles conheciam muito bem: “…De toda √°rvore do jardim podes comer livremente; mas da √°rvore do conhecimento do bem e do mal, dessa n√£o comer√°s;porque no dia em que dela comeres, certamente morrer√°s.” G√™nesis 2:16-17. No Novo Testamento, temos: “…n√£o erreis, meus amados irm√£os,” Tiago 1:16. Ent√£o, mesmo sem citar tantos outros textos sobre o mesmo tema, a√≠ est√° clar√≠ssimo que Deus n√£o permite, n√£o d√° permiss√£o, n√£o concorda e n√£o quer que pequemos! O pecado de Ad√£o e o nosso pecado s√£o contr√°rios √† vontade de Deus. Deus n√£o quer que pequemos! Da√≠ a dedu√ß√£o √© expl√≠cita: todo pecado cometido √© cometido primeiro contra Deus, pois, contraria a vontade de Deus que n√£o √© permissiva. Por que ent√£o se acredita tanto nesta tolice? Bom, primeiro, a verdade √© que mais se diz esta bobagem do que se acredita nela! Segundo, isto vem da id√©ia errada de que Deus por ser soberano, tamb√©m, tem o controle de todas as coisas neste mundo! Soberania econtrole s√£o diferentes. √Č que a gente pensa que se f√īssemos soberanos sem d√ļvida exercer√≠amos o controle de tudo! Com Deus n√£o √© assim… preste mais aten√ß√£o e ver√°!
Deus √© soberano, porque tudo est√° abaixo dEle. Foi isto que fez com que L√ļcifer quisesse ser como Ele, e n√≥s sempre estamos √† procura da mesma coisa e de oportunidade! Mandar. √Č isto que nos fascina tamb√©m como foi com Satan√°s antes de ser Diabo!
Mas Deus mesmo não pensa assim, o problema é que achamos que Ele pensa como nós! Vou transcrever Isaías 55:8-9
“Porque os meus pensamentos n√£o s√£o os vossos pensamentos, nem os vossos caminhos os meus caminhos, diz o Senhor. Porque, assim como o c√©u √© mais alto do que a terra, assim s√£o os meus caminhos mais altos do que os vossos caminhos, e os meus pensamentos mais altos do que os vossos pensamentos.”
Isto é a soberania que é regida pelos atributos naturais de Deus: o da onipotência, o da onisciência e o da onipresença. Não é assim o controle, que é regido por outras regras, como escolha, vontade própria, etc. Deus criou o ser humano com características próprias de ser humano, inigualável, para finalidades predeterminadas e regidas por leis que Deus estabeleceu.
Deus n√£o criou o homem para ser controlado, mas, para controlar! Veja o projeto de Deus para o homem antes de cri√°-lo: “Fa√ßamos o homem √† nossa imagem, conforme a nossa semelhan√ßa; domine ele sobre os peixes do mar, sobre as aves dos c√©us, sobre os animais dom√©sticos, e sobre toda a terra, e sobre todo r√©ptil que se arrasta sobre a terra. Criou, pois, Deus o homem √† sua imagem, √† imagem de Deus o criou; homem e mulher os criou.”G√™nesis 1:26-27 (2:7).
Alguns querem justificar a soberania de Deus com o dom√≠nio de Deus sobre as coisas e os homens! Este pensamento √© anti-b√≠blico. A B√≠blia ensina outro tipo de relacionamento entre Deus e o homem. Deus n√£o queria que Ad√£o e Eva pecassem, como n√£o quer que n√≥s, homem e mulher, pequemos, hoje! E Deus disse isso a eles e a n√≥s, igualmente. Por√©m, nunca Deus disse que iria nos impedir de pecar, como n√£o os impediu a eles, tamb√©m. O neg√≥cio b√°sico de Deus conosco √© pelo di√°logo porque, afinal, Deus nos criou portando intelig√™ncia… obrigar-nos a qualquer coisa seria um erro. E Deus n√£o erra. O pre√ßo de nossa l i b e r d a d e√© termos a oportunidade de exerc√™-la em plenitude e, conseq√ľentemente, colhermos seus frutos! A recompensa do erro est√° no pr√≥prio erro, √©-lhe inerente! (G√°latas 6:7).
Deus n√£o √© diminu√≠do quando Lhe desobedecemos. N√£o √© poss√≠vel diminu√≠-Lo. Ele √© soberano. Podemos, voc√™ e eu, crer que, quando desobedecemos a Deus, estamos fazendo uso do instrumento que Ele nos deu para fazermos o contr√°rio, porque temos o poder de obedec√™-Lo por vontade pr√≥pria nossa, que √© a √ļnica maneira que Ele aceita! Por isto que somos culpados fazendo o contr√°rio… quer sintamos ou n√£o sintamos culpa! Temos a capacidade que Ele mesmo nos deu de contrari√°-Lo, s√≥ precisamos escolher! (Ef√©sios 4:30). O querer est√° em mim e em voc√™. Agora, Deus n√£o quer contrariar voc√™ e nem a mim… Ele s√≥ nos ensina, como ensinou a Ad√£o e Eva dizendo-lhes a verdade: “O fruto daquela √°rvore ali √© venenoso, se comer morre!” “…o sal√°rio do pecado √© a morte, mas o dom gratuito de Deus √© a vida eterna em Cristo Jesus nosso Senhor.” Romanos 6:23. Deus n√£o controla sua vida, Ele quer que voc√™ a controle, a vida √© sua! (G√°latas 522-23). Pastor Gilson
Não Existe na Bíblia:
Vontade Permissiva de Deus!-II
A mesma regra que Deus estabeleceu para n√≥s √© a que Ele usa ou admite para Si, tamb√©m! Deus √© contra dois pesos e duas medidas, com Ele √© um peso e uma medida ou o mesmo peso e a mesma medida, isto √©,“com a medida com que medis vos medir√£o a v√≥s.” Mateus 7:2b. Isto se chama justi√ßa. Deus √© justo. O que Ele quer √© expl√≠cito, fez uma B√≠blia extensiva para deixar-nos esclarecidos sobre sua vontade positiva e negativamente. O qu√™ quer e o qu√™ n√£o quer! A n√≥s inferiores, por√©m, inteligentes, Ele ensina: “…Desperta, tu que dormes, e levanta-te dentre os mortos, e Cristo te iluminar√°. Portanto, vede diligentemente como andais, n√£o como n√©scios, mas como s√°bios, usando bem cada oportunidade, porquanto os dias s√£o maus. Por isso, n√£o sejais insensatos, mas entendei qual seja a vontade do Senhor.” Ef√©sios 5:14-17. N√£o precisa ser inteligente acima da m√©dia para descobrir o que o texto transcrito e o contexto ocultado aqui t√™m a dizer ou est√° dizendo, claramente! Basta ter: Aten√ß√£o, concentra√ß√£o, boa vontade, e estar a fim! Deus n√£o deixa voc√™ quebrar a cara para que aprenda, Ele ensina antes, voc√™ quebra a cara por conta pr√≥pria! Pode haver quem obrigue voc√™ a fazer alguma coisa al√©m de voc√™ mesmo, nunca Deus! Deus incluiu no DNA de todos os bilh√Ķes e bilh√Ķes de pessoas que j√° viveram, vivem e viver√£o sobre a Terra, o princ√≠pio ativo da liberdade, voc√™ √© livre, Ele o fez assim, caso voc√™ seja descendente de Ad√£o e Eva. Agora, se voc√™ √© descendente de algum macaco por a√≠, como quer a teoria da Evolu√ß√£o, ent√£o, com certeza voc√™ n√£o √© livre, n√£o tem liberdade, n√£o tem livre arb√≠trio, n√£o tem intelig√™ncia, n√£o tem vontade pr√≥pria, n√£o tem, finalmente, voli√ß√£o!
A quest√£o n√£o √© se Deus deixa voc√™ fazer ou n√£o deixa fazer qualquer coisa, a quest√£o √© que Deus fez voc√™ para que fa√ßa o que quiser fazer se tem poder de fazer, escolhendo livremente, isto √©, se deve fazer ou n√£o! (I Cor. 10:23). Inclusive isto se aplica ao que Deus quer que voc√™ fa√ßa: voc√™ quer fazer o que Deus quer que voc√™ fa√ßa? Se voc√™ n√£o quiser fazer Ele n√£o vai obrigar voc√™ a fazer. A vontade de Deus √© de Deus, n√£o √© sua! Agora, se voc√™ quiser fazer a vontade dEle, isto √© outro papo, √© pura escolha sua, √© o √ļnico absoluto que √© do pr√≥prio homem, a vontade pr√≥pria! Todos os outros absolutos s√£o de Deus! Tudo mais no homem √© relativo…
O crente nunca deveria orar a Deus para que Ele fa√ßa a vontade dEle em sua vida! Deveria orar assim:Senhor eu fa√ßo a Tua vontade. Senhor eu quero fazer a Tua vontade, como orou Jesus no jardim doGets√™mane! (Mateus 26:39). Quando morre um parente nosso costuma-se dizer, os que n√£o conhecem a B√≠blia o suficiente, que √© a vontade de Deus que foi feita. Nunca Deus quer que voc√™ ou algu√©m morra. Ent√£o, perguntaria voc√™, por que Deus deixa as pessoas morrerem? Mas, Deus n√£o deixa as pessoas morrerem! Ele avisou a Ad√£o e Eva: “Se comer do fruto daquela √°rvore ali, √≥, √© certo que voc√™ vai morrer! Claro, em conseq√ľ√™ncia disso, os filhos gerados por Ad√£o e Eva morrem, tamb√©m! (Romanos 5:12; 6:23).
Voc√™ tem c√Ęncer? Vai ter? Ah! J√° foi atropelado, assaltado, insultado, etc. n√£o foi porque Deus quis, Deus n√£o tem nada com isso! Pode ver que n√£o foi s√≥ voc√™ que passou por essas coisas, muitos passaram por tudo isso e est√£o a√≠, lutando para sobreviver, pode ser que passem ainda por essas coisas indesej√°veis e saiam delas vivos, outros morrem ou morrer√£o por elas! N√£o √© Deus quem protege voc√™ delas ou permite que elas…
aconte√ßam a voc√™. Isto tudo contraria a vontade de Deus expl√≠cita desde o come√ßo da vida na Terra. Pois bem, Deus √© contrariado nisto e em muito mais. Deus n√£o permite que um bebedor de pinga tenha cirrose hep√°tica! Mas ele tem, porque √© bebedor de √°lcool: na pinga, no whisky, na vodca, na cerveja e em todas as bebidas alco√≥licas… Por que essas pessoas bebem mesmo sabendo que podem ser acometidas de tais males? Deus n√£o impede que elas bebam, porque isto, impedir, seria uma arbitrariedade de Deus, e Deus n√£o √© um arbitr√°rio, como muitas vezes n√≥s somos! Tamb√©m, Deus n√£o cura o alco√≥latra! E muitos morrem. Se eles resolverem que n√£o devam beber mais e ainda n√£o contra√≠ram cirrose, bom para eles, mesmo que isto aconte√ßa com a ajuda benfazeja dos Alco√≥licos An√īnimos, que s√£o v√°rios humanos ajudando outros humanos!
Quando voc√™ contraria a vontade de Deus n√£o o faz porque Deus deixa ou permite! Deus n√£o permite a voc√™ e a ningu√©m contrari√°-Lo… isto n√£o significa que tem que impedir que voc√™ fa√ßa isto! Voc√™ tem a oportunidade de faz√™-lo porque foi criado assim, com capacidade e livre a√ß√£o tanto para obedec√™-Lo, se quiser, ou desobedec√™-Lo, tamb√©m, se quiser! Isto √© o que a B√≠blia chama de LIBERDADE, o poder de fazer! √Č escolha sua. Por que voc√™ n√£o escolhe obedec√™-Lo? Tamb√©m, voc√™ tem o poder de fazer! Mas n√£o quer! Ent√£o, a l√≥gica diz que se escolhemos algo √© porque temos o poder de escolher e isto nos remete a que √© nossa prefer√™ncia, pois, n√£o h√° escolha se n√£o houver prefer√™ncia! E, se preferimos, ent√£o, vamos escolher para n√≥s aquilo ou aquele, com tudo que tem consigo mesmo…
Deus n√£o tem o controle de voc√™ e nem das coisas que cercam voc√™! Deus √© superior a voc√™ e √†s coisas que cercam voc√™! E uma coisa √© diferente da outra! Deus √© soberano, e isto tamb√©m √© diferente de ser controlador. Ontem o pastor Silas Malafaia declarou, na prega√ß√£o, e dezenas de…
pregadores o fazem, todos os dias e por todos os meios, que Deus est√° no controle das coisas e das nossas vidas! Entretanto, tenho de dizer que est√£o equivocados! Deus n√£o est√° no controle. N√£o confunda controle com soberania. O Presidente √© a maior autoridade ou √© o soberano no Pa√≠s, por√©m, n√£o est√° no controle de tudo, por isso! Talvez quisesse ter o controle de tudo, mas n√£o tem. O Presidente √© soberano mas n√£o det√©m o controle de tudo porque n√£o tem o poder suficiente: onipot√™ncia, onisci√™ncia, onipresen√ßa, etc.
Deus tem todo o poder, mas, atua como soberano, dispensando o controle e buscando o cumprimento da Sua vontade pelo voluntarismo de suas criaturas porque ele delegou a elas o dom√≠nio, ou o controle de si mesmas, e de todas as coisas na Terra! E, assim, √© que funciona! (G√™nesis 1:26-27).
NOTA: Se você não aprender, de fato, a diferença entre soberania e controle, lamento, mas você não vai conseguir entender e aceitar a verdade bíblica neste assunto!
Por que os indefesos sofrem? Onde est√° Deus que n√£o os livra dos percal√ßos e dos tiranos e n√£o lhes garante prote√ß√£o? Deus est√° no mesmo lugar de sempre e trabalha a favor das Suas criaturas com: Amor, Justi√ßa, Verdade, Poder, Gl√≥ria, Esperan√ßa, etc. O problema √© que n√£o aceitamos, n√£o concordamos com a vontade de Deus (que n√£o √© permissiva!) e nem aceitamos os m√©todos de Deus trabalhar! Vemos, mas, n√£o olhamos com a capacidade toda de vermos, pois, nos negamos a fazer a vontade dEle, s√≥ pensamos na nossa vontade e ainda pessoal, excluindo a nossa vontade social (porque √© nossa, tamb√©m!). Veja s√≥:
1- DEUS DEU AO SER HUMANO O PODER DE GERAR: Fazer outro ser humano semelhante a si mesmo! Isto √© vontade de Deus. Disse como era para ser: Construa uma fam√≠lia primeiro e dentro do ambiente da fam√≠lia constitu√≠da gera filhos, ensinando-os a minha vontade para os filhos: honrar o pai e a m√£e, reconhecer-Me como seu Deus √ļnico, e conviver no lar e fora dele amando o seu semelhante como a si mesmo…
Imagine um mundo como o nosso cumprindo esta receita de Deus desde o princ√≠pio! Imaginou? Como acha que seriam as manchetes dos jornais, hoje em dia?! Dependemos de que para aviarmos tal receita neste mundo que Deus nos deu? -Dependemos s√≥ da vontade de cada um de n√≥s e de n√≥s todos, para fazermos exatamente assim! Quem nos impede de fazermos como Deus disse?! Ningu√©m, a n√£o ser n√≥s mesmos!Por que n√£o o fazemos, ent√£o? Porque n√£o queremos. E por que n√£o queremos?! Porque preferimos usar o nosso poder de vontade para contrariar Deus e isto se chama pecado! Assim fizeram Ad√£o e Eva a partir da palavra do Maligno e n√≥s o fazemos a partir da “palavra” da nossa consci√™ncia suja!
Tenho uma not√≠cia boa e uma not√≠cia ruim, qual voc√™ quer ler primeiro? Bom, vou dizer primeiro a ruim, porque assim a boa poder√° ecoar mais em nossas vidas, certo? 1- N√≥s estamos numa situa√ß√£o pior do que a que se encontravam Ad√£o e Eva! Por qu√™? Porqu√™ j√° nascemos pecadores, a saber, nascemos com uma natureza de pecado, contaminados, incapaz de querer o bem por si mesma e classificados como maus! O ser humano √© mau! A pr√°tica de pecados agrada o nosso eu central! Isto √© um ponto contra o nosso esfor√ßo. 2-N√≥s temos muito mais de Deus do que Ad√£o e Eva tiveram! Como crentes somos regenerados por obra do Esp√≠rito de Deus. Temos a Revela√ß√£o toda de Deus dispon√≠vel. A igreja local de Cristo √© mais do que o Jardim do √Čden, mesmo tendo mais serpentes! E, Satan√°s est√° em desvantagem… sabemos tudo sobre ele!Pastor Gilson
Não Existe na Bíblia:
Vontade Permissiva de Deus!-III
O maior problema dos pentecostais e dos seus assemelhados, ou daqueles que tamb√©m simulam “compreender” Deus mais do que todo mundo, sem ter a B√≠blia toda como √ļnica fonte, √© tentarem provar que Deus √© poderoso, como se isso fosse necess√°rio! Querem sempre chamar a aten√ß√£o de todos para o fato do poder incomensur√°vel de Deus. Eu at√© chego a pensar que eles t√™m s√©ria d√ļvida sobre isto e at√© mesmo que n√£o cr√™em verdadeiramente que Deus seja onipotente!
Agora, que estou escrevendo esta coluna, acabo de ler um artigo que diz: “Devemos ter a consci√™ncia, de que podemos nos apoiar em Deus em todas as circunst√Ęncias da nossa vida e, na intimidade com o Senhor, dar at√© uma “cotoveladinha”no Amado ( reivindicando algum livramento, a exemplo do Salmo 38:22), e firmando bem as nossas estacas como cita o profeta Isa√≠as ( cap. 54:2-b), crendo sempre, que o Senhor √© poderoso para nos proporcionar um banquete at√© mesmo no deserto (Salmo 78:19). SSS – SP, 1¬ļ de janeiro de 2008.”
NOTA: O destaque (em vermelho sublinhado) é meu.
A √™nfase √© posta no poder de Deus tentando “justificar” que Ele faz isso ou aquilo porque tem poder! Falso. Seria o mesmo que dizer que Deus nos ama em virtude de ser onipotente. N√£o √©. O poder de Deus √© um atributo auxiliar ao amor, causa b√°sica da miseric√≥rdia de Deus sobre n√≥s. “Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu seu Filho unig√™nito, para que todo aquele que nele crer n√£o pere√ßa, mas tenha a vida eterna.” Jo√£o 3:16 (I Jo√£o 4:7-8).
Na verdade este apego ao poder de Deus √© porque querem “justificar” o injustific√°vel pelo argumento de que Deus faz tudo ou qualquer coisa que disserem que Deus faz porque Deus tem poder! Bom, pensam, se Deus tem todo poder, ent√£o, Deus faz qualquer coisa, pois, Ele pode! Isto √©, Deus tem de fazer, afinal, Ele tem ou n√£o tem todo poder?! N√£o √© assim que funciona. Deus tem um Plano, e n√≥s temos a √önica Revela√ß√£o Completa e Definitiva de Deus, vigente. E nesta Revela√ß√£o inalter√°vel, n√£o consta a√ß√£o de Deus √† revelia dos prop√≥sitos que Ele nos mostra na Palavra!…
Deus faz o que Ele quer e como quer. Se Ele n√£o disse que faria isto, n√£o far√° isto! S√≥ podemos esperar de Deus hoje o que Ele disse para esperarmos. No mais, n√≥s temos de fazer o que Ele nos mandou fazer. Quando n√£o fazemos, falhamos! N√£o temos a permiss√£o dEle para falharmos. Nossas falhas acarretam perdas para n√≥s mesmos e para todos os lados, atingindo, as vezes, quem menos esperamos! Infelizmente, muitos de n√≥s descansam na id√©ia falsa de que Deus permite tanto o mal que nos fazem quanto o mal que fazemos aos outros, vivenciando uma sensa√ß√£o de “conforto” subconsciente de que, por isso, n√£o temos culpa, afinal, pensam e ou dizem, Deus permitiu, ent√£o, algum prop√≥sito Ele tem!
Mas, enganam-se, porque n√£o h√° prop√≥sito de Deus fora da B√≠blia. Com esse pensamento anti-b√≠blico muitos crentes em Cristo vivem fora da vontade de Deus porque n√£o a conhecem e impedem a si mesmos de saberem a verdade. Atrofiam seus pensamentos e suas vidas tornam-se parte do problema, e, n√£o parte da solu√ß√£o!
Causa e feito √© um bin√īmio b√°sico num ambiente de vida neste mundo criado por Deus, tendo Ele definido, tamb√©m, para Suas criaturas e descendentes, um padr√£o moral de vida relacional, isto √©, criaturas imbu√≠das de responsabilidades, a saber, cada um de todos ter√° de r e s p o n d e r pelos seus atos de comiss√£o e de omiss√£o diante da vida comum, para com Deus e para com seus semelhantes! As incumb√™ncias dadas ou assumidas correspondem √† capacidade de cada um para execut√°-las! “Porque √© assim como um homem que, ausentando-se do pa√≠s, chamou os seus servos e lhes entregou os seus bens: a um deu cinco talentos, a outro dois, e a outro um, a cada um segundo a sua capacidade; e seguiu viagem. O que recebera cinco talentos foi imediatamente negociar com eles, e ganhou outros cinco; da mesma sorte, o que recebera dois ganhou outros dois; mas o que recebera um foi e cavou na terra e escondeu o dinheiro do seu senhor. Ora, depois de muito tempo veio o senhor daqueles servos, e fez contas com eles.” Mateus 25:14-19 ( 25:14-30).
Este texto, que n√£o √© o √ļnico, √© mais um argumento b√≠blico que atesta a inexist√™ncia da anunciada vontade permissiva de Deus! Refor√ßando-se a id√©ia b√≠blica de que, o qu√™ ocorre fora ou contr√°rio a vontade de Deus, n√£o tem a Sua permiss√£o! Tem o recha√ßo de Deus e a colheita das conseq√ľ√™ncias e puni√ß√£o. Contraria Deus.
Observe a palavra de Jesus num contexto de vigil√Ęncia pertinente a cada um de n√≥s: “O servo que soube a vontade do seu senhor, e n√£o se aprontou, nem fez conforme a sua vontade, ser√° castigado com muitos a√ßoites; mas o que n√£o a soube, e fez coisas que mereciam castigo, com poucos a√ßoites ser√° castigado. DAQUELE A QUEM MUITO √Č DADO, MUITO SE LHE REQUERER√Ā; E A QUEM MUITO √Č CONFIADO, MAIS AINDA SE LHE PEDIR√Ā.” Lucas 12:47-48.
-As leis e as autoridades quando s√£o desobedecidas querem dizer que PERMITEM o crime? Se permitem, como v√£o punir os errados? N√£o obstante a exist√™ncia das leis e das autoridades as leis s√£o vez por outra quebradas (transgredidas!) e as autoridade desonradas ou desrespeitadas, restando aos infratores a condena√ß√£o, mas, nem por isso, √© negado aos transgressores a oportunidade de defesa plena que, em muitos casos, at√© um advogado gratuito o Estado oferece ao criminoso, para lhe dar condi√ß√Ķes de efetiva justi√ßa da parte do Poder P√ļblico Justo! N√£o h√° permiss√£o para se cometer crimes quando eles acontecem contra a lei diante das autoridades. Ocorre que a compet√™ncia das autoridades vem depois da compet√™ncia do cidad√£o de cumprir as leis e honrar as autoridades! Assim, Deus apregoou: “…no dia em que dela comeres, certamente morrer√°s.” Pastor Gilson
Não Existe na Bíblia:
Vontade Permissiva de Deus!-IV
O manto protetor de Deus sobre Suas criaturas est√° presente sobre todos e por todo o mundo, tanto para os bons quanto para os maus! (Mat. 5:45).
Claro que muita gente n√£o concorda com esta afirma√ß√£o, por√©m, ela √© biblic√≠ssima! Esta, inclusive, √© mais uma faceta de sustenta√ß√£o da tese de que n√£o existe na B√≠blia o ensino da exist√™ncia de uma Vontade de Deus que seja caracterizada como permissiva! Sim. Deus, de fato, n√£o √© permissivo. Pois, permissividade √© coniv√™ncia, √© defeito, √© uma das mais graves fraquezas morais da qual n√≥s, humanos, padecemos… Bastou ao Prefeito de New York (EUA) abandonar a permissividade em mat√©ria de Seguran√ßa P√ļblica na majestosa cidade que a criminalidade caiu mais de 40% de um ano para outro, e continuou caindo…
Pensar que Deus por ser Bom √© permissivo √© uma das idiotices dos religiosos, atualmente, sejam eles crentes ou n√£o! E, se voc√™ insistir em acreditar e pregar isto, saiba que n√£o tem o apoio nem da L√≥gica, nem da B√≠blia, e, nem do Bom Senso! Se voc√™ for permissivo com o dinheiro entra em mis√©ria logo, logo! Se voc√™ for permissivo com a moral vai ter que ser prom√≠scuo sem demora! Se voc√™ resolver ser permissivo com o erro vai tornar-se devasso em pouqu√≠ssimo tempo! Permissividade √© a brecha para toda esp√©cie de males nesta nossa vida terrena! (I Tessalonicenses 5:21-22).
E, logo Deus, o Deus da Justi√ßa, do Amor, da Esperan√ßa, da Vida, da Felicidade, da Perfei√ß√£o, etc. etc. seria permissivo? Nunca. Deus n√£o permite que voc√™ fa√ßa qualquer coisa que ELE N√ÉO QUEIRA! Saiba que quando voc√™ faz voc√™ tem que assumir as conseq√ľ√™ncias, pois, n√£o tem nem o apoio e nem o consentimento de Deus! Se quiser andar com Deus, fazer a vontade dEle, exclua dos seus pensamentos que isso ou aquilo Ele deixa voc√™ fazer visando recuper√°-lo l√° na frente! Falso. Quem acredita nessa sandice est√° acumulando desgra√ßas para si e para os demais…
“Todas as coisas me s√£o l√≠citas, mas nem todas as coisas conv√™m. Todas as coisas me s√£o l√≠citas; mas EU N√ÉO ME DEIXAREI DOMINAR POR NENHUMA DELAS.” I Cor√≠ntios 6:12.
A B√≠blia ensina que Deus n√£o livra voc√™ do pecado e que tamb√©m n√£o obriga voc√™ a fazer o que √© certo! Fomos criados por Deus como seres que assumem uma postura pr√≥pria, conforme a nossa vontade pr√≥pria, escolha ou rejei√ß√£o pr√≥pria! (I Cor√≠ntios 10:11-13). “Porque √© necess√°rio que todos n√≥s sejamos manifestos diante do tribunal de Cristo, para que cada um receba o que fez por meio do corpo, segundo o que praticou, o bem ou o mal.” II Cor√≠ntios 5:10.
N√£o podemos fazer qualquer coisa e achar que isso venha a n√£o ter conseq√ľ√™ncias porque, de alguma maneira, estamos amparados por uma vontade permissiva de Deus, que Deus, efetivamente, n√£o tem, porque isto n√£o combina com o car√°ter de Deus. Ficar boiando pelo mundo “achando” que Deus deixa (permite!) acontecer isso ou aquilo conosco porque n√£o quer nos penalizar √© incr√≠vel! Como pode algu√©m crer nisto com a B√≠blia aberta exalando conhecimento? Mas, com a B√≠blia fechada, √© poss√≠vel crer em muitas bobagens religiosas, inclusive, nesta!
Retomando. A questão básica, portanto, de muita confusão sobre a atitude de Deus referente ao nosso relacionamento com Ele é o fato notório de nossa falta de conhecimento puro da Bíblia onde temos as regras que Ele estabeleceu pra uma convivência correta, ainda, que nem sempre pacífica! Deus cuida de nós, mas, não transige conosco quanto a Sua vontade!
Nada de p e r m i s s √Ķ e s da parte dEle! √Č sim, sim. E, n√£o, n√£o. Meio termo n√£o vale! Deus, por√©m, temmecanismos de a√ß√£o que sempre direcionam para uma finalidade boa. Por exemplo: Deus criou a Natureza Ecol√≥gica com suas leis internas e pr√≥prias. Nosso relacionamento com a Natureza dever√° ser de acordo com tais leis naturais. Nossa rejei√ß√£o √†s leis ou a quebra delas por n√≥s gera uma situa√ß√£o conflitante. N√£o √© Deus tolerando quando n√£o temos a resposta imediata, √© situa√ß√£o pr√≥pria das leis naturais que d√° o tempo de rea√ß√£o… n√£o √© Deus quem faz a rea√ß√£o, Ele j√° colocou o princ√≠pio em cada esp√©cie e ser√° de acordo com esse princ√≠pio!
-Vamos pensar numa situa√ß√£o conhecida. O F√≠sico Isaac Newton descobriu a lei de gravidade (ele n√£o a criou, s√≥ a descobriu!) no ambiente da Terra (c√©u e terra) nosso habitat. Quando resolvemos quebrar o princ√≠pio da gravidade que √© uma atra√ß√£o invis√≠vel de tudo para o centro da Terra, imediatamente, temos a resposta! Por√©m, n√£o ocorre o mesmo, quando destru√≠mos as matas e as nascentes de √°gua pot√°vel, demora um pouco, mas, depois (como costuma dizer o deputado Jo√£o Mel√£o Neto), a Natureza vinga-se! A√≠, ai, ai, ai, de todos n√≥s!…
-Deus n√£o quer que as crian√ßas sofram. Por isso instituiu a fam√≠lia antes delas nascerem, com pai e m√£e para cuidarem delas (depois de geradas por n√≥s mesmos!). Se n√≥s, socialmente, preferimos, em nome de uma falsa liberdade, n√£o cuidar, adequadamente, estruturando cada fam√≠lia, mas, preferimos promover a libertinagem, a promiscuidade… Ent√£o, vem o resultado amargo em forma de fome, doen√ßa, desamparo, conflito, etc.
-Deus quer que todos os homens sejam salvos do Inferno. Por isso, Jesus ordenou aos salvos que preguem o Evangelho da Gra√ßa de Deus por todo o mundo e a toda criatura, tendo ou n√£o religi√£o! Se negligenciarmos a ordem do Senhor dos senhores, claro, o Inferno vai ficar abarrotado de almas apenadas para todo o sempre!…
-Deus n√£o tolera o pecado e declarou que o sal√°rio do pecado √© a morte. N√≥s preferimos dar a criminosos “direitos” de passar alguns dias em casa porque tiveram bom comportamento! A√≠, matam, roubam, e atormentam a sociedade! Portanto, enquanto n√≥s acharmos que Deus n√£o pensou direito quando disse que todos n√≥s somos pecadores, n√≥s vamos continuar aliviando o pecado, e colhendo dores como fruto! Aguarde o BH 101! Pastor Gilson
Não Existe na Bíblia:
Vontade Permissiva de Deus!-V
Vamos encerrar esta coluna voltando a alguns pontos expl√≠citos ou subentendidos no decorrer da argumenta√ß√£o.
Deus √© s√©rio. Deus √© justo e seus prop√≥sitos s√£o justos. Quando nos fez em Ad√£o deixou claro o que pretendia e confirmou isto em cada atitude e gesto! Somos seres morais, e isto significa que temos de responder ou corresponder √†s exig√™ncias que nos s√£o feitas pelos meios que Deus nos disponibilizou: Intelig√™ncia, fatores volitivos, criatividade, independ√™ncia, de acordo com a nossa vontade pr√≥pria, de acordo com o nosso querer!
Dominar a Terra e a n√≥s mesmosespecialmente os crentes que ainda podem reproduzir o fruto do Esp√≠rito Santo porque habita em n√≥s… √© fato! (G√°latas 5:22-26; G√™nesis 1:26-27; Romanos 14:12). Deus n√£o nos impede, mas, nossos pares, sim!…
Vamos dar contas a Deus exatamente porque temos capacidade para tanto! (Mateus 25:14-15). Isto √© ver√≠dico e irrevog√°vel, veja: “N√£o vos enganeis; Deus n√£o se deixa escarnecer; pois TUDO o que o homem semear, isso tamb√©m ceifar√°.” G√°latas 6:7. Ignorar isto √© insanidade espiritual da brava! Ao contr√°rio, devemos admitir a realidade e cumprir com a nossa parte, sen√£o, o chicote vai estralar para o nosso lado! “Ent√£o, enquanto temos oportunidade, fa√ßamos o bem a todos, mas principalmente aos dom√©sticos da f√©.”Gal. 6:10.
N√£o confunda SOBERANIA de Deus com CONTROLE de Deus. Controlar √© o mesmo que dominar a situa√ß√£o, isto Deus nos deu a incumb√™ncia de fazermos! A SOBERANIA Ele n√£o nos delegou, mas, o dom√≠nio da situa√ß√£o, sim! A vontade de Deus est√° atrelada √† SOBERANIA e n√£o ao controle ou dom√≠nio, portanto, voc√™ faz o que quiser, mas, isto n√£o lhe d√° direito √† SOBERANIA, voc√™ tem o controle ou o dom√≠nio, mas, por isto vai prestar contas ao SOBERANO, l√° na frente, no acerto final da Hist√≥ria terrena. Tanto √© dado a voc√™ poder para fazer como para n√£o fazer as coisas da vida! -Deus quer que voc√™ v√° para a direita, se quiser fazer o que Ele quer, prefere e orienta, ent√£o, voc√™ vai caminhar para direita… mas, se voc√™ RESOLVER ir para a esquerda, com certeza ir√°, porque Deus, mesmo n√£o querendo, n√£o vai p√īr impedimento √† sua escolha, vontade ou prefer√™ncia! A √ļnica coisa que n√£o deve faltar a voc√™ √© saber que voc√™ n√£o √© SOBERANO! Isto √©, o SOBERANO na hist√≥ria √© Deus! Mais cedo ou mais tarde, certamente, voc√™ vai “explicar” seus motivos in√ļteis a Ele numa presta√ß√£o de contas do inferior ao superior respeitador da vontade humana, que √© DEUS.
Querer √© controlar, dominar. Isto Deus n√£o faz. Essa √© prerrogativa nossa, que Ele respeita, porque foi Ele quem nos deu! Deus n√£o permite, mas, se voc√™ preferir esta op√ß√£o, certamente precisar√° contrari√°-Lo! Desobedec√™-Lo. Fazer a sua vontade e n√£o a dEle! Pois, se permitisse teria parte no desfecho, seria igualmente culpado, j√° pensou nisto?! A vontade de Deus n√£o est√° atrelada ao CONTROLE sobre as pessoas e as coisas. A vontade de Deus est√° atrelada √† Sua SOBERANIA, que significa aprovar ou rejeitar as contas das vidas de todos n√≥s, do que fazemos e do que n√£o fazemos, e, n√£o, o papel de inibir o que queremos fazer! Quando seu filho, seu empregado, seu aluno, algu√©m sobre quem voc√™ tem autoridade(soberania) mas que, como pessoas que s√£o, eles t√™m o controle e/ ou o dom√≠nio das situa√ß√Ķes, das tarefas, dos encargos, quando fazem o que voc√™ quer eles est√£o submetendo-se a voc√™, quando n√£o fazem, ou fazem o que voc√™ n√£o quer que fa√ßam, est√£o extrapolando, desobedecendo, ter√£o conseq√ľ√™ncias impl√≠citas ao rompimento com a autoridade! Mas, se eles agiram assim porque voc√™ PERMITIU, n√£o √© justo puni-los! Certo? Deus √© justo? Se responder, sim, ent√£o, estar√° dizendo que Ele n√£o PERMITIU. E voc√™ ter√° feito o que Ele n√£o permitiu! Ent√£o, j√° sabe? Leia a B√≠blia. Pastor Gilson

sexta-feira, 16 de outubro de 2015

Jesus vem ai!!

Lembre só há vida em Jesus o Cristo!




Em 4 PASSOS voc√™ poder√° entender de forma clara como receber a vida eterna:
1) O PLANO DE DEUS: PAZ E VIDA
Deus te ama e quer que voc√™ experimente paz e uma vida abundante aqui na terra e naeternidade. A B√≠blia diz:
"N√≥s temos paz com Deus, por meio de nosso Senhor Jesus Cristo" (Romanos 5:1).
"Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna" (João 3:16).
"Eu vim para que tenham vida, e a tenham em abund√Ęncia" (Jo√£o 10:10).
Por que ent√£o, a maioria das pessoas n√£o t√™m essa paz e vida abundante que Deus planejou para elas? A resposta est√° no Passo 2:  
2) O PROBLEMA: A NOSSA SEPARAÇÃO
Deus nos criou √† Sua imagem para termos uma vida abundante. Por√©m Ele n√£o nos fezcomo rob√īs para am√°-Lo e obedec√™-Lo de forma autom√°tica. Deus nos deu uma vontade e uma liberdade de escolha. Infelizmente todos n√≥s escolhemos desobedecer a Deus e seguir o nosso pr√≥prio caminho. At√© hoje n√≥s fazemos essa escolha. Isso resultou em nossa separa√ß√£o de Deus.



A Bíblia diz:
"Pois todos pecaram e estão separados da glória de Deus" (Romanos 3:23)."Porque o salário do pecado é a morte, mas o dom gratuito de Deus é a vida eterna em Cristo Jesus nosso Senhor" (Romanos 6:23).
As pessoas t√™m tentado de muitas formas preencher este espa√ßo entre elase Deus. Veja:



A Bíblia diz:
"Há caminho que parece certo ao homem, mas no final conduz à morte" (Provérbios 14:12).
"As suas maldades separaram vocês do seu Deus; os seus pecados esconderam de vocês o rosto dele, e por isso ele não os ouvirá" (Isaías 59:2).
Nenhuma ponte atinge Deus, exceto uma:
3) PONTE PARA DEUS: A CRUZ
Jesus Cristo morreu na cruz e ressuscitou dentre os mortos. Ele pagou o pre√ßo pelos nossos pecados e Ele √© a ponte entre Deus e as pessoas.


A Bíblia diz:
"Porque há um só Deus e um só Mediador entre Deus e os homens, o homem Jesus Cristo" (1 Timóteo 2:5).
"Porque Cristo morreu pelos pecados de uma vez por todas, o justo pelos injustos, para levar-nos a Deus" (1 Pedro 3:18)."Mas Deus prova o seu pr√≥prio amor para conosco, em que Cristo morreu por n√≥s, quando ainda √©ramos pecadores" (Romanos 5:8).
Deus proveu o √ļnico caminho. Agora cada pessoa deve fazer uma escolha.
4)  NOSSA RESPOSTA: RECEBER A JESUS EM NOSSA VIDA
Devemos confiar em Jesus Cristo como nosso Senhor e Salvador e receb√™-lo atrav√©s de um convite pessoal.


A Bíblia diz:
"Eis que estou à porta e bato. Se alguém ouvir a minha voz e abrir a porta, entrarei ecearei com ele, e ele comigo" (Apocalipse 3:20).
"Mas, a todos quantos o receberam, aos quecrêem no seu nome, deu-lhes o poder de serem feitos filhos de Deus" (João 1:12).

"Se você confessar com a sua boca que Jesus é Senhor e crer em seu coração que Deus o ressuscitou dentre os mortos, serás salvo" (Romanos 10:9).
Voc√™ quer receber a Jesus Cristo agora mesmo? Veja como receb√™-Lo em sua vida:
. Reconheça sua necessidade (Sou um pecador)
. Esteja disposto a se converter dos seus pecados (Arrependimento)
. Creia que Jesus morreu por voc√™ na cruz e ressuscitou dentre os mortos
. Ore e convide Jesus para entrar e guiar sua vida atrav√©s do Esp√≠rito Santo. (Receba-O como Senhor e Salvador)
ORE NESSE MOMENTO:
"Senhor Jesus, eu sei que sou um pecador, e pe√ßo o Seu perd√£o. Eu creio que o Senhor morreu pelos meus pecados e ressuscitou dos mortos. Pe√ßo que entre no meu cora√ß√£o e na minha vida. √Ä partir de hoje quero confiar e seguir-Te como meu √ļnico Senhor e Salvador. Em seu nome. Am√©m."
DEUS TE D√Ā A GARANTIA:  A SUA PALAVRA
Se voc√™ fez esta ora√ß√£o, a B√≠blia diz: "Todo aquele que invocar o nome do Senhor ser√° salvo." (Romanos 10:13)Voc√™ orou com sinceridade pedindo para Jesus para entrar em sua vida? Se sim, a B√≠blia diz que voc√™ foi salvo, n√£o pelos seus esfor√ßos, mas pela gra√ßa de Deus (favor imerecido). Veja:
"Vocês são salvos pela graça, por meio da fé, e isto não vem de vocês, é dom de Deus, não por obras, para que ninguém se glorie." (Efésios 2:8-9)
Quando recebemos a Jesus Cristo, nascemos na fam√≠lia de Deus atrav√©s da obra sobrenatural do Esp√≠rito Santo, que habita em cada crente. Isso √© chamado de "novo nascimento". Este √© apenas o come√ßo de uma nova vida maravilhosa que Deus tem para voc√™ atrav√©s de Jesus.
Para aprofundar esta relação, você deve:
. Ler a sua Bíblia todos os dias para conhecemos melhor a Jesus.
. Falar com Deus em oração todos os dias.
. Dizer √†s outras pessoas sobre Jesus.
. Ter comunhão com os outros cristãos em uma igreja onde Jesus é pregado.
. Demonstrar sua nova vida atrav√©s do amor e preocupa√ß√£o com os outros.


Quer receber Jesus agora em sua vida?


s√°bado, 10 de outubro de 2015

Jesus não é religião, ele é o unico que religa o homem a Deus. Amém

AS PRINCIPAIS SEITAS E SEUS L√ćDERES.

1) "IRM√ÉOS DA SANTA CRUZ", fundada pelo peruano Francisco Silva da Cruz numa aldeia ticuna na margem esquerda do Alto Solim√Ķes. Todos os seus integrantes, em torno de cem, fazem contin√™ncia, rezam e trabalham 17 horas por dia. Est√£o no Amazonas.

2) "ASSOCIA√á√ÉO DO ESP√ćRITO SANTO PARA UNIFICA√á√ÉO DO CRISTIANISMO MUNDIAL", ou "Igreja da Unifica√ß√£o", pertence ao reverendo coreano Sun Myung Moon, e j√° conta com cerca de oito milh√Ķes de fi√©is em 160 pa√≠ses. No Brasil re√ļne 40 jovens de todo o mundo para treinamento. O reverendo Moon √© acusado de fazer lavagem cerebral nos seus seguidores. Est√£o no Mato Grosso do Sul.

3) "SUPREMA ORDEM UNIVERSAL DA SANT√ćSSIMA TRINDADE", s√£o liderados por um homem que se intitula Inri Cristo, re√ļne em torno de si cerca de 100 disc√≠pulos que acreditam estar seguindo a reencarna√ß√£o de Jesus num bairro pobre da cidade de Curitiba no Paran√°. O tal Inri Cristo possui uma ficha policial que certamente faz inveja a qualquer bandido neste pa√≠s.

4) "LINEAMENTO UNIVERSAL SUPERIOR". Seus líderes foram suspeitos, em 1.992, de estarem envolvidos na morte de crianças em rituais religiosos em Guaratuba, no litoral do Paraná, e em Altamira, no Pará.

5) "ORDEM APOST√ďLICA". Esta seita foi formada por ex-hippies que adotam nomes em hebraico. A seita foi acusada de aliciar menores em Londrina em 1.993. Nos Estados Unidos eram conhecidos como Jesus Freaks, ou Doid√Ķes de Jesus.

6) U.D.V. "UNI√ÉO VEGETAL", originada com o seringueiro Jos√© Gabriel da Costa, Em Porto Velho - Rond√īnia no dia 22 de junho de 1.961, numa ramifica√ß√£o do *Santo Daime (*outra seita), que ganhou o Brasil pregando a purifica√ß√£o e o autoconhecimento atrav√©s do alunin√≥geno ch√° de ayahuaska. Est√£o por todo o pa√≠s, onde j√° contam, no in√≠cio do ano 2.001, com mais de 76 n√ļcleos (um deles no distrito de Pontal em Gov. Valadares), e at√© fora do Brasil.
“Mestre” Gabriel, como √© chamado, nasceu em 10/02/1.922 em Feira de Santana BA., e faleceu em 24/09/1.971 em Bras√≠lia DF. Paradiferenciar das outras que usam o mesmo ch√°, adotaram para o ch√° o nome de VEGETAL OASKA. S√£o XAMANISTAS, que se entende por “pessoa de grande variedade de culturas arcaicas; ou o mesmo que: pag√©s, curandeiros, magos, videntes dentre outros. Na verdade, o xamanista engloba todas estas castas. Fazem parte do grupo intitulado: “A Arte do √äxtase”.
“Mestre” Gabriel come√ßou pregando a uni√£o de todas as doutrinas, mas com uma tend√™ncia muito forte ao chamado “espiritismo crist√£o”. Neste in√≠cio de mil√™nio, segundo dados da Internet somam algo em torno de 6.000 (seis mil) adeptos.
N.B.: O que o “mestre” Gabriel fez foi aproveitar a explos√£o de desbravadores que aconteceu em Rond√īnia com a descoberta das minas de cassiterita na d√©cada de 60 e 70 para ai se instalar criando sua perniciosa seita. Em 1.970 a popula√ß√£o era algo em torno de 111 mil habitantes, em 1.980 passou para 490 mil, e em 1.993 passou para 1,2 milh√£o.

7) "PENITENTES DO ROS√ĀRIO DA M√ÉE DE DEUS". Vestidos de azul e branco, seus integrantes (que n√£o s√£o muitos), n√£o fazem sexo e todos se chamam Jos√© Alves de Jesus ou Maria Alves de Jesus. Os seguidores desta seita acreditam que o Cariri √© a Terra Prometida. Est√£o no Cear√°.

8) "PENITENTES DO SITIO CABECEIRAS". Re√ļnem-se em grupos de 12 liderados por um homem que se intitula decuri√£o. As mulheres procuram purgar a alma atrav√©s de ora√ß√Ķes e os homens recorrem a golpes de chicotes. Est√£o localizados no Cear√°.

9) "BORBOLETAS AZUIS", est√£o sediados em Campina Grande. ACasa de Caridade Jesus no Horto ficou conhecida depois que seus 700 adeptos esperaram o dil√ļvio no dia 13 de maio de 1.980. Depois do fracasso da expectativa a cerca do dil√ļvio, o n√ļmero de adeptos diminuiu, mas voltaram a ser de bom n√ļmero. As seitas sempre tendem a crescer, afinal o caminho do mundo √© mais largo e mais f√°cil. Eles est√£o localizados na Para√≠ba.

10) "ORDEM ESPIRITUALISTA CRIST√É VALE DO AMANHECER". Foi criada na d√©cada de 60 pela m√©dium sergipana *Tia Neiva ( *nome tamb√©m usado para identificar a seita). A seita promove o sincretismo religioso ao venerar dos fara√≥s do Egito a Iemanj√°. Eles contabilizam 36 mil adeptos no Distrito Federal, e outros tantos espalhados pelas diversas regi√Ķes do pa√≠s. Em Governador Valadares eles est√£o localizados no C√≥rrego dos Borges.

11) "C√ČU DO MAR" Busca expandir a consci√™ncia com o Santo Daime, ch√° que mistura o cip√≥ jagub e a erva rainha. Ganhou fama ao cativar artistas como Luc√©lia Santos, Nei Mato Grosso, e outros. Atrai mais de 200 pessoas a cada culto. Est√£o localizados no Rio de Janeiro.

12) "MENINOS DE DEUS", ou "A FAMILIA". Tem origem nas prega√ß√Ķes de David "Mois√©s" Berg, nos Estados Unidos e foi rebatizada mundo afora. No Brasil, por exemplo, eles s√£o chamados de "A FAMILIA". Foram acusados em 1.989 de sequestros de crian√ßas em Porto Alegre, e em 1.993 de abuso sexual de menores na Argentina.

13) "IGREJA MESSI√āNICA MUNDIAL", fundada por Mokiti Okada (conhecido como Meishu-Sama) em 1.935 no Jap√£o. Em japon√™s o nome da igreja √© Sekai kyusei-kyo (=religi√£o para a salva√ß√£o do mundo). No Brasil ela chegou em 1.955, e at√© 1.998 j√° contava com cerca de trezentos mil adeptos. Adoram v√°rios deuses, dentre eles o pr√≥prio Meishu-Sama.

14) "SOCIEDADE TEOS√ďFICA", fundada pela m√©dium Helena Petrovna Blavastky em 1.875. Esta seita est√° bastante ramificada no Brasil. O mesmo que Movimento da Nova Era.

15) "TABERN√ĀCULO DA F√Č". Esta seita foi fundada por Willian Marrion Branham (1.906-1.965). O batismo √© feito somente em nome de Jesus, numa refuta√ß√£o √† Trindade e ao ensino b√≠blico. Apresentava-se como ap√≥stolo invocando para si a mesma autoridade que os Ap√≥stolos de Cristo e os escritores sacros. Tornou-se conhecido como o Mensageiro do Apocalipse .

16) "S√ď JESUS". Fundada por John S. Schepp em 1.913 comete o erro imperdo√°vel de ensinar que para ser salvo √© necess√°rio apenas o ato batismal, ficando assim a regenera√ß√£o e o novo nascimento (nova alian√ßa) lan√ßados de fora. Quanto a perseverar at√© o fim, conforme ensinado nas Sagradas Escrituras, n√£o existe para eles. Para eles a formula da salva√ß√£o √© o batismo. Esta igreja, depois de diversos cismas, deu origem, numa de suas ramifica√ß√Ķes, a Igreja Pentecostal Unida do Brasil.

17) "LEGIÃO DA BOA VONTADE". A bem da verdade, para se estudar a LBV temos que, primeiramente, estudar o espiritismo como um todo, fazendo inclusive uma junção com o kardecismo, visto que tanto um como outro tem o mesmo fundamento, e navegam dentro do mesmo barco cujo leme é o mesmo, e guiados pelo mesmo capitão: um Jesus falsificado.
O ponto base destas seitas her√©ticas √© a reencarna√ß√£o. Coisa ali√°s j√° de bastante tempo percorrendo a face da terra, desde a antiga Gr√©cia, atrav√©s da influ√™ncia hindu√≠sta. Basta que lembremos a pergunta feita por Jesus aos disc√≠pulos sobre quem o povo dizia ser Ele, e a resposta foi bordada de reencarna√ß√£o, ao dizerem que o povo cria ser Ele Elias, ou Jeremias, ou o pr√≥prio Jo√£o Batista, ou um dos antigos profetas... pura reencarna√ß√£o, que ali√°s Jesus refutou. Em tempo menos antigo, encontramos as irm√£s Kate e Margareth Fox, em 1.848, em Hydevislle EUA, fazendo a inicia√ß√£o ao espiritismo e, como que, restaurando-o. Ao mesmo tempo o m√©dico e professor franc√™s Hipolyte L√©on Denizard Rivail, rebatiza-se com o nome de Allan Kardec, alegando ser este o seu nome em encarna√ß√£o anterior, e vem a tornar-se, por sua influ√™ncia e escritos, o mais influente m√©dium esp√≠rita, sendo os seus escritos, principalmente o Livro dos Esp√≠ritos, mais venerados que a pr√≥pria B√≠blia.

18) "TESTEMUNHAS DE JEOV√Ā". Seita her√©tica criada por Charles Taze Russell, nascido em 1.852, em Allegheny - Pensilvania EUA. Russel filho de pais presbiterianos, inicialmente, pertenceu √† igreja Congregacional, e em seguida √† igreja Adventista. Em 1.872 organizou sua primeira classe "b√≠blica" e come√ßou a divulgar suas heresias. Seu sucessor, o juiz Joseph Rutheford efetuou nada menos que 148 altera√ß√Ķes nos ensinos de Russell, inserindo ainda mais heresias aos ensinos ministrados. Est√£o no Brasil desde 1.920. Dentro de suas doutrinas se encontra coisa como estas: 1) Deus levantou Jesus da morte como espirito e n√£o como homem [Hijos, pag. 109]; 2) Em 1.874 aconteceu a Segunda Vinda de Cristo √† terra; 3) Em 1.914 Cristo foi entronizado como Rei do Mundo, tendo findado ai o tempo dos gentios; 4) Em 1.918 Cristo veio a seu templo, ressuscitou os mortos em Cristo, e come√ßou o ju√≠zo final; 5) Segundo o seu entendimento, a Batalha do Armagedom se resume em que em breve os russelitas se reunir√£o numa grande batalha contra todas as religi√Ķes organizadas e tamb√©m contra todas as for√ßas pol√≠ticas existentes e vencer√£o esta batalha, etc. etc..

19) "IGREJA DA UNIFICAÇÃO". Fundada em 1.952 por Yong Myung Moon (=Dragão Brilhante), norte coreano, nascido em 1.920. Quando mais tarde, em 1.946, mudou o seu nome para Sun Myung Moon (= sol e lua brilhantes). Segundo Moon, quando tinha 16 anos de idade, Jesus lhe apareceu e o instruiu a cerca da continuidade da obra de salvação do homem através de sua pessoa. Primeiro Jesus teria lhe falado que fracassou ao não completar o trabalho que veio fazer na terra, pois deveria ter se casado com a judia Angélica, pela qual estava apaixonado, mas que a morte o impediu. Nesta suposta
apari√ß√£o, Jesus teria orientado Moon a dar sequ√™ncia ao trabalho, e a apresentar-se como o Senhor do Segundo Advento. Segundo Moon, o maior fracasso de Jesus √© que Ele deveria ter se casado com a tal Ang√©lica e constitu√≠do uma fam√≠lia de pessoas puras e perfeitas na face da terra, e n√£o o fez. Dentre as maiores heresias est√£o: 1) A cruz √© o s√≠mbolo do fracasso de Jesus que n√£o deveria ter sido crucificado, mas casado e gerado uma ra√ßa pura; 2) O Esp√≠rito Santo n√£o faz parte da Trindade, mas √© a reuni√£o de v√°rios esp√≠ritos bons que v√™m a terra para auxiliar os vivos; 3) As ora√ß√Ķes devem ser feitas em nome do Pai, e n√£o em nome de Jesus; 4) O livro Principio Divino, que contem as "revela√ß√Ķes" de Moon, tem mais autoridade que a B√≠blia; 5) Ap√≥s a "revela√ß√£o" do Principio Divino, o Novo Testamento perdeu o valor; 6) Os esp√≠ritos dos mortos influenciam e ajudam os vivos; 7) E, talvez a sua maior heresia, declara que Jesus √© filho de Maria com o sacerdote Zacarias; 8) Segundo Moon, Jesus morreu por causa da trai√ß√£o de Jo√£o Batista, etc., etc..
Moon, um dos homens mais ricos do mundo, tem em seu imp√©rio algumas empresas, como: Wacom, empresa de computadores; Victoria Plaza, um dos melhores hot√©is do Uruguai; Jornais em v√°rios pa√≠ses, inclusive o Washington Times dos Estados Unidos; o terceiro maior banco do Uruguai e tantos empreendimentos mais, inclusive no Brasil, como por exemplo a Fazenda Nova Esperan√ßa, no Mato Grosso do Sul; o seu maior empreendimento √© a empresa Tong II Ltda, fabricante de fuzis M-16. Possui tamb√©m o Semin√°rio Teol√≥gico Unido,em S√£o Bernardo do Campo SP.. Moon al√©m de ter sido preso na Cor√©ia, tamb√©m cumpriu pena nos Estados Unidos, por sonega√ß√£o fiscal.
O Livro da Igreja da Unifica√ß√£o, Principio Divino tem para eles mais valor que a pr√≥pria b√≠blia. E, dentre as heresias ensinadas e praticadas pela seita, vamos citar as 10 principais, que s√£o: *1) Jesus fracassou em sua miss√£o redentora por n√£o ter constitu√≠do fam√≠lia; 2) A cruz √© um s√≠mbolo do fracasso de Jesus Cristo que n√£o deveria ter sido crucificado, mas casado e gerado uma ra√ßa pura; 3) O Esp√≠rito Santo n√£o faz parte da Trindade, mas √© reuni√£o de v√°rios esp√≠ritos bons que vem a terra para auxiliar os vivos; 4) As ora√ß√Ķes s√£o feitas em nome do Pai e n√£o em nome de Jesus, o √ļnico mediador entre Deus e os homens, como ensina a b√≠blia; 5) Ao inv√©s de ter sido gerado pelo Esp√≠rito Santo, como diz a b√≠blia, Jesus foi concebido a partir de uma rela√ß√£o sexual de Maria; 6) O Livro Principio Divino, que cont√©m as supostas revela√ß√Ķes a Moon, para seus seguidores tem mais autoridade que a b√≠blia; 7) S√≥ atrav√©s do matrim√īnio √© poss√≠vel ter comunh√£o com Deus. Quem √© solteiro n√£o pode alcan√ßar a plenitude espiritual; 8) Orientado por “revela√ß√Ķes” , o reverendo Moon determina pessoalmente os casamentos, apenas por informa√ß√Ķes e fotografias dos seguidores; 9) As palavras do Novo Testamento perder√£o sua luz quando vier o Senhor do Segundo Advento, com uma nova palavra; 10) Os esp√≠ritos dos mortos influenciam e ajudam os vivos (*at√© aqui extra√≠do da Revista Vinde n¬ļ6 1.996).

20) "MORMONISMO". Criada por Joseph Smith Jr., nascido aos 23 de dezembro de 1.805, e morto aos 27 de junho de 1.844 num c√°rcere. O Mormonismo √©, das seitas existentes na atualidade, uma das mais perniciosas, levando mesmo os descuidados a um distanciamento da presen√ßa do Deus Verdadeiro, tal a variedade de heresias e distor√ß√Ķes por eles ensinadas. Segundo os ensinos e registros encontrados no pr√≥prio Livro de M√≥rmon, o livro foi escrito por muitos profetas antigos em placas de ouro, e resumidas por um profeta-historiador chamado M√≥rmon. Mais tarde, M√≥rmon entregou o relato a seu filho Mor√īni,que acrescentou algumas palavras... e ocultou as placas no Monte Cumora. A 21 de setembro de 1.823, o mesmo Mor√īni, ent√£o um ser ressurreto e glorificado (anjo), apareceu ao profeta Joseph Smith e instruiu-o a respeito do antigo registro e da tradu√ß√£o que seria feita para o ingl√™s. No devido tempo as placas foram entregues a J. Smith, que as traduziu pelo dom e poder de Deus... o profeta Joseph Smith declarou: "Eu disse aos irm√£os que o Livro de M√≥rmon era o mais correto de todos os livros da terra(inclusive a B√≠blia) e a pedra fundamental de nossa religi√£o (a pedra fundamental √© Cristo)... Jesus Cristo √© o Salvador do mundo, que Joseph Smith √© o seu revelador e profeta nestes √ļltimos dias, e que a Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos √öltimos Dias √© o reino do Senhor restabelecido na terra".
Segundo as palavras do pr√≥prio J. Smith, foi na noite de 21 de Setembro de 1.823 que recebeu a primeira visita do ser de luz que se apresentou pelo nome de *Mor√īni (*o citado filho de M√≥rmon que recebera os escritos do pai e acrescentara algumas notas), que lhe falou das citadas placas de ouro escondidas no monte Cumora, proximo √† Vila de Manchester, no Condado de Ont√°rio, Estado de Nova Iorque. Sendo que ap√≥s 4 anos de encontros consecutivos, j√° no dia 22 de Setembro de 1.827, no local das placas, estas lhe foram entregues para que fossem traduzidas, e posteriormente devolvidas ao suposto anjo. Ainda acrescenta J. Smith: "Quando o mensageiro os reclamou, de acordo com o combinado, entreguei-os a ele, que os tem sob guarda at√© esta data, dois de maio de 1.838". As tais placas a que se referem as revela√ß√Ķes est√£o divididas em quatro, que s√£o: 1) as Placas de N√©fi; 2) Placas de M√≥rmon; 3) Placas de √Čter; e 4) As Placas de Lat√£o, sendo que nas notas destas se encontram "muitas cita√ß√Ķes de Isa√≠as e de outros profetas b√≠blicos e n√£o-b√≠blicos que se encontram nestas placas, aparecem no Livro de M√≥rmon. Isto est√° registrado na explica√ß√£o do Livro de M√≥rmon, por eles mesmos. Um dos grandes problemas enfrentado pelos M√≥rmons √© que o pr√≥prio Smith diz ter devolvido tais placas ao anjo Mor√īni em 2 de maio de 1.838, [ap√≥s traduz√≠-los]. Contudo, no pr√≥prio Livro de M√≥rmon. No final da p√°gina xii (12), est√° registrado que a primeira publica√ß√£o, em ingl√™s, aconteceu em 1.830, com o t√≠tulo THE BOOK OF MORMON. Mas como, se tais placas somente foram devolvidas ao suposto anjo Mor√īni oito anos mais tarde [ap√≥s terem sido traduzidas?]. Como pode a publica√ß√£o ter ocorrido 8 anos antes mesmo de terem sido traduzidas? Isto consta no testemunho do pr√≥prio Joseph Smith: "Logo verifiquei a raz√£o de t√£o severas recomenda√ß√Ķes, para que os guardasse em seguran√ßa, e porque o mensageiro dissera que, quando eu tivesse realizado o que me fora ordenado[a tradu√ß√£o]ele viria busc√°-los". Na introdu√ß√£o do Livro de M√≥rmon consta, como anteriormente citado, que "A 21 de setembro de 1.823, o mesmo Mor√īni, ent√£o um ser ressurreto e glorificado, apareceu ao profeta Joseph Smith e instruiu-o a respeito do antigo registro e da TRADU√á√ÉO que seria feita para o ingl√™s" (pag v-introdu√ß√£o). N√£o seria este mais um dos muitos milagres operados por Smith?
Dentre as heresias, é ensinado a poligamia (os homens podem ter mais de uma mulher); que a lua é habitada; que Jesus não foi gerado pelo Espírito Santo; que há pecados que o sangue de Jesus não pode purificar; batismo por procuração; batismo pelos mortos; casamento para a eternidade. O Livro de Mórmon, apesar de sua primeira publicação ter ocorrido em 1.830, já está, até o tempo atual, com 3.913 mudanças. E, como mostramos, outras já se fazem necessárias de acontecer.

21) "CATOLICISMO ROMANO". A palavra "cat√≥lica" quer dizer "Universal". Contudo, a igreja que deseja ser "universal" e "apost√≥lica", √© a mesma que tr√°s consigo o nome do imp√©rio de ferro e barro visto por Daniel, e cujo objetivo era o de destruir tudo e todos na face da terra: o imp√©rio romano. A mesma igreja que em 320 d.C. instituiu o uso de velas e rezas pelos mortos; em 403 a doutrina do *purgat√≥rio (fonte de renda ); em 890 canoniza√ß√£o dos santos e adora√ß√£o de imagens; em 1074, pelo papa Greg√≥rio VII, o celibato sacerdotal obrigat√≥rio; em 1.184(~) a institui√ß√£o da "santa inquisi√ß√£o"; em 1.200 a venda de indulg√™ncia para perd√£o dos pecados (fonte de renda); em 1.213 acria√ß√£o do confession√°rio; em 1.215 o dogma da transubstancia√ß√£o da h√≥stia; EM 1.222 PROIBI√á√ÉO DA LEITURA DA B√ćBLIA, no Concilio de Tolosa; em 1.316 a institui√ß√£o da reza a "Ave Maria "; em 1.415 elimina√ß√£o do vinho na comunh√£o; em 1.439 √© confirmada a doutrina do *purgat√≥rio no Conc√≠lio de Floren√ßa (o purgat√≥rio foi novamente ratificado no Conc√≠lio de Trento em 1549-1.563); Em 1.517 o romanismo luta contra a reforma institu√≠da por Martinho Lutero; em 1.540 criou-se a doutrina que equipara a tradi√ß√£o da igreja com a B√≠blia; em 1.546 a introdu√ß√£o dos livros ap√≥crifos no c√Ęnon b√≠blico do AT; em 1.854 dogma da imaculada concep√ß√£o de Maria; em 1.870 dogma da infalibilidade papal; 1.950 dogma da presen√ßa real e corporal de Maria no c√©u - assun√ß√£o de Maria -. Apontamos somente as que julgamos principais heresias do romanismo, mas √© claro que o leque √© bem maior. Aqui vale analisar a par√°bola da casa constru√≠da sobre a areia e a outra sobre a Rocha. O papa √© o seu l√≠der m√°ximo.

22) Igreja Crescendo em Gra√ßa (cresciendo en Gracia - ou: Crowing in Grace International).O l√≠der da seita Jos√© Lu√≠s de Jes√ļs Miranda, autointitulado “Jesus Cristo Homem”, faleceu na ter√ßa-feira 13 de agosto por complica√ß√Ķes em sua sa√ļde. Jos√© Luiz de Jesus Miranda conhecido como sendo o “Jesus Cristo Homem”  incentiva seus fi√©is a tatuarem o n√ļmero 666, dizendo que este n√£o era o n√ļmero da besta revelado na B√≠blia, mas sim que era o n√ļmero da prosperidade, amor e riqueza. A seita foi fundada por ele no in√≠cio da d√©cada de 1980 em Miami onde est√° o seu centro operacional. Eles possuem um canal de tv a cabo e operam em mais de 35 pa√≠ses. Num de seus atos de falsas profecias, anunciou que o mundo chegaria ao fim em 30 de junho de 2012 e que ele pr√≥prio assumiria um corpo celeste e seus seguidores passariam a governar o mundo. Passada a data e nada disto acontecendo, entrou em colapso e come√ßou a definhar chegando √† morte.