terça-feira, 14 de junho de 2016

Seja livre!

Cegueira espiritual é pior do que cegueira física.



Nos tempos do Senhor Jesus não existia INSS, não existia aposentadoria e nem auxílio à família, também não existia seguro desemprego e nem todos estes direitos que hoje um cidadão comum tem hoje. Digo isso porque em Lucas capítulo 18, a partir do versículo 35, nós vemos um relato sobre um cego que estava mendigando no canto da rua. A solução para um deficiente físico era mendigar ou contar com a ajuda da família. Se você leu a referência, verá que o cego não aceitou ficar dependendo da família e foi para a rua, para esmolar alguns trocados para conseguir levar a vida.

Quando aquele cego, em mais um dia de trabalho percebe que aquele lugar está mais movimentado do que sempre, ele sai mais cedo, vai para o seu cantinho onde ele ficava esmolando e implorando por um trocado que seja àquela multidão de pessoas que estava passando por ali.

Porém, de repente, bate uma curiosidade: Afinal de contas, porque hoje está mais movimentado aqui? Hoje é feriado? Tem alguma coisa especial aqui que eu não esteja sabendo? Foi aí que alguém foi até aquele cego e disse: Amigo, você não sabe quem está passando por aqui? Esta multidão está atrás de Jesus, o homem de nazaré que cura, que liberta e que tem belas palavras que conforta o nosso coração, é uma pena ele está tão longe de nós, porque eu tenho certeza que ele poderia te curar aqui hoje.

Quando aquele cego ficou sabendo que o SENHOR JESUS estava passando por ali, imediatamente parou de gritar: Esmola! Esmola por favor! E começou a gritar:
JESUS, FILHO DE DAVI, TEM MISERICÓRDIA DE MIM.

Porém, as pessoas que estavam atrás de Jesus começaram a mandar aquele cego calar a boca, porque Jesus não iria ouvi-lo, porém, quanto mais mandavam ele se calar, mais ele clamava, ele gritava tanto, mas tanto, que começou a ficar roco, mas ele clamava mais e mais.

E é aqui que eu quero te mostrar uma coisa meu amigo e minha amiga:

Você está passando por algum momento na sua vida que talvez você está gritando:
Esmola! Esmola! Você vive pedindo ajuda aos outros, talvez você só tenha recebido uns trocadinhos de favores. Porém, eu quero lhe convidar hoje a pedir para quem realmente tem algo para lhe dar, porém para chamar a atenção Dele, tem que ser perseverante, não basta pedir, tem que buscar, não basta buscar, tem que bater (insistir – Mt 7.7-9)

Sabe porque muitas pessoas vão à igreja mas não recebem nada? Porque acham que o negócio é só pedir que Deus vai fazer, e não é bem assim. Deus procura pessoas como este cego, pessoas que talvez estejam no sofrimento, pessoas que estejam realmente em uma condição ruim, porém não desistem, continuam lutando e quando ELE PASSA esta pessoa clama, ela grita, ela faz um auê (risos) para chamar a atenção do Senhor JESUS.

O que é chamar a atenção de Jesus? Gritar? Não, o que chama a atenção do SENHOR JESUS é a decisão e perseverança. Mandaram aquele cego calar a boca, mas ele não calou, aquele cego pela fé já estava enxergando mais do que todos, porque Jesus estava rodeado de pessoas, porém SOMENTE UM gritou em voz alta quem realmente Jesus é, ele é o FILHO DE DAVI, o descendente que nasceu para Reinar para Sempre, aquele que se assentaria no Trono e seria aclamado como SENHOR das Nações. Para aquele cego, Jesus não era apenas um curandeiro, Jesus É O SENHOR, o cego entendeu mais do que muitos, que JESUS É O SENHOR DA CURA, MAS TAMBÉM O SENHOR DA SALVAÇÃO.

E quando JESUS vê alguém reconhecendo a Sua Divindade, Ele se sente atraído, eu creio que Jesus deveria ter dito o seguinte:

Pare todo mundo, tem muita gente gritando pedindo cura, mas lá atrás tem alguém que está pedindo misericórdia!!! Chama ele, porque a oração dele entrou aos meus ouvidos, Glória Deus!!!!!

Aquele cego foi levado até o Senhor Jesus, e teve a oportunidade de pedir a maior ajuda da sua vida, a cura. Jesus perguntou: O que você quer que eu faça?
Parece uma pergunta boba né? É claro que o cego quer enxergar ora!

Mas Jesus perguntou, porque o cego só pediu misericórdia, o cego não especificou o que ele queria, Jesus sabia muito bem, mas Jesus queria que o cego especificasse o que ele de fato queria e então sim Jesus iria realizar.

Sabe, eu aprendo com isso que Deus sabe de todas as coisas, porém ELE quer ouvir, ele quer que você especifique qual é o propósito que está no seu coração. Se você começar a ler o livro de profeta Samuel, você vai se deparar com a história de Ana, que não conseguia ter filhos. Por anos aquela mulher sofreu, mas somente no dia que ela foi no templo e foi específica no que ela queria (Se me deres um filho varão) de fato ela recebeu do Senhor.

Deus não quer que você faça uma oração vazia, não adianta se sacrificar, gritar, se espernear na igreja, se você não é específico. Você ser aquela pessoa que diz: Tanto faz, o importante é que Deus faça! Isso não é certo. Deus quer que você determine como você quer o seu milagre.

O cego disse: Senhor, eu quero enxergar. Então Jesus disse: VAI, a tua fé te SALVOU.

E para terminar o nosso texto, quero deixar este último detalhe deste milagre. Jesus disse “VAI” ou seja, “Vai embora viver a tua vida…” Porém aquele cego pela primeira vez na vida viu uma pessoa, e quem é a primeira pessoa que ele viu na vida? JESUS.

Jesus estava mandando o cego ir, mas ele não foi, rsrs eu posso imaginar aquele cego dizendo: Senhor, o Senhor vai me desculpar mas eu não desgrudo mais de ti, eu não vou embora, eu não quero viver a vida de antes, O Senhor disse que a minha Fé me Salvou, se eu sou Salvo eu tenho que andar com quem SALVA. Não Senhor, me desculpe mas eu não quero apenas ser curado, EU QUERO ANDAR CONTIGO, POSSO?

Por isso que Lucas termina a narração deste fato dizendo que aquele homem que era cego seguiu a Jesus dali para frente.

Ser curado é bom, mas ser salvo é melhor ainda. Há muitas pessoas que podem estar lendo este texto e a muito tempo não vão à igreja. Na verdade a ultima vez que você foi, você estava doente, você foi curado, você fez uma campanha talvez e recebeu o seu milagre. Que ótimo, que maravilha. Mas será que era só isso que JESUS queria de você? Você acha que Deus é um cardápio de restaurante que você abre quando tem fome e pede o que quiser, e depois de alimentado vai embora?

Você precisa buscar a salvação, porque se você não fizer isso, aquela doença e aquele problema que você tinha, vai voltar para a tua vida multiplicado vezes 7.

Que isso pastor, está amaldiçoando a minha vida? Não me querido, eu fui chamado para abençoar e não amaldiçoar. Mas o próprio Senhor Jesus disse que quando o espírito maligno é tirado de uma casa (pessoa) ele anda por aí, procurando um lugar para repousar e, se ele não achar ele volta para o lugar de onde saiu, e traz com ele 7 espíritos, e os últimos atos desta pessoa se tornam piores do que os primeiros. É isso que você quer? Você quer ficar 7 vezes pior do que antes?

Eu recebo muitos e-mails de pessoas dizendo que estão afastadas do Evangelho através do meu Blog – o Evangelizai (www.evangelizai.com.br) e eu reparo que a maioria dos casos, são pessoas que foram curadas, libertadas do mau. Porém acharam que era só isso, não buscaram a Salvação.

Então entregue a tua vida para Jesus, se batize nas águas e faça como aquele Ex-cego, siga Jesus daqui para frente.

Deus te abençoe.


Nenhum comentário:

Postagem em destaque

“Disse-lhe Jesus: Eu sou o caminho, e a verdade e a vida; ninguém vem ao Pai, senão por mim.” Poucas palavras na Bíblia são tão claras, mas ao mesmo desobedecidas justamente por pessoas que afirmam ser cristãs, como a que ensina que a única possibilidade de chegarmos a Deus é por meio do Seu filho Jesus Cristo. Única. E olha que a Bíblia traz isso na boca do próprio Jesus. Lembremos o que está em João 14:6: “Disse-lhe Jesus: Eu sou o caminho, e a verdade e a vida; ninguém vem ao Pai, se não por mim.” Há quem leia a passagem, a ache correta, concorde, proclame que faz justamente isso na sua vida por ser cristão, mas quando indagado por sua fé em outros personagens bíblicos afirmam que pedem para que estes “intercedam” por ele para chegar a Deus. Sem noção do que diz a palavra de Deus, acham que não estão desobedecendo e, portanto, não estão fazendo nada errado. Ledo engano. Salientando que não se quer aqui atacar ou diminuir a missão dada por Deus a Maria, a mãe de Jesus, ou a nenhum personagem bíblico, a frase citada entre aspas deve ser de longe o maior exemplo de quando uma pessoa diz ser fiel à palavra de Deus, mas a distorce completamente. Percebam que, ao usar a expressão “o caminho”, Jesus não deixou o ensinamento de que devemos ter quem interceda por nós. Ele diz claramente que está nos dando um presente maravilhoso: pela nossa fé chegarmos ao Pai pelo único caminho que é ele, Jesus. Ponto final. A gramática nos ajuda a entender a frase. Se Jesus tivesse dito “um caminho” e não “o caminho”, aí, sim, poderíamos ter opções. Perceba, internauta, que há mais de um caminho para se chegar à praia, ao centro… Mas imagine, por exemplo, um apartamento no 10º andar com apenas uma porta. Será que esta porta é o caminho para o elevador ou um caminho? Alguém arriscaria pular a janela para chegar ao elevador ou só restaria uma única possibilidade: a porta? Para chegarmos a Deus, Jesus é essa única porta. Qualquer outro caminho representa o perigo da janela. E note-se que a Bíblica é didática. Não há passagem nenhuma falando em usar outro caminho para se chegar a Deus, exceto Jesus. Os que usam Maria, por exemplo, o fazem por conta própria. Não tem respaldo bíblico. Percebam que isso não sonega, como por ignorância teológica alguns acreditam, o importante papel que Deus reservou a Maria. A Bíblia, em João 1:1, diz que “No princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus.” Mais adiante um pouquinho, no mesmo livro, lê-se: “E o Verbo se fez carne, e habitou entre nós, e vimos a sua glória, como a glória do unigênito do Pai, cheio de graça e de verdade (João 1:14). Ou seja, está cristalino que Jesus veio à terra para cumprir a missão de salvar a humanidade das garras de satanás. E no plano de Deus para o verbo se fazer carne era preciso nascer igual a todos nós – inclusive para nos deixar a lição que qualquer pessoa de carne e osso que tenha fé em Deus é capaz de superar as adversidades impostas pelo inimigo e conseguir a salvação. Assim, Deus escolheu Maria. Evidente que pelo mérito dela. Deus não escolheria qualquer uma para trazer o Seu filho ao mundo. Mas optou uma mulher também de carne e osso como todos nós. A partir do momento em que Jesus começou o seu ministério, era ele e o Pai. Só ele e o Pai. Uma decisão de Deus, e que quem tem fé Nele não discute. Prestem atenção a estas palavras de Jesus: “E, faltando vinho, a mãe de Jesus lhe disse: Não têm vinho. Disse-lhe Jesus: Mulher, que tenho eu contigo? Ainda não é chegada a minha hora (João 2:3-4). Percebam que, para quem não vive a fé na palavra de Deus, não entende que Jesus é, de fato, o único caminho para se chegar a Deus, as palavras soam ríspidas – sobretudo dirigidas à própria mãe. Todavia uma reflexão com o auxílio de outras passagens bíblicas joga luz no fato de Jesus ter uma missão dada por Deus, e somente Deus poderia colocar no seu coração o que fazer, como fazer e quando fazer. Aliás, a própria Maria, que nunca disse a ninguém que seria um caminho para Deus, ao menos não existe isso na Bíblia, testemunhou esta aliança Deus x Jesus. “Sua mãe disse aos serventes: Fazei tudo quanto ele vos disser” (João 2:5). Portanto, está evidente que tanto Jesus quanto Maria, assim como todos nós, temos missões dadas por Deus. Missões distintas. A partir do momento em que se pauta a vida na obediência à palavra de Deus, na fé na Bíblia, deixando ensinamentos religiosos à parte (Bíblia é bíblia. Religião é religião), entende-se isso e a frase que serve de título para este texto claramente. Mas, como diz Jesus, quem tem ouvidos que ouça. Deus no comando.