quarta-feira, 31 de agosto de 2016

Ande de presa venha para Jesus o Rei do mundo. (OS SINAIS ANTECEDENTES)

COMO SERÁ A VOLTA DE JESUS?

No meio cristão existem muitas divergências doutrinárias, principalmente quando se trata de assuntos escatológicos, como é o caso de como se dará a volta de Jesus. Existem alguns grupos que ensinam que Jesus já veio, outros, que Ele não virá, outros que Ele virá ainda uma vez, e por fim, existem aqueles que dizem que Ele ainda virá mais duas vezes.
Pretendo, nesta série de postagens, demonstrar, de maneira simples, com base na Bíblia Sagrada, que Jesus virá somente mais uma vez.
 E, estando assentado no monte das Oliveiras, chegaram-se a ele os seus discípulos, em particular, dizendo: Dize-nos quando serão essas coisas, e que sinal haverá da tua vinda e do fim do mundo? Mt 24:3
Respondendo à interrogação dos discípulos, Jesus menciona os sinais que antecederiam à sua volta; quais sejam:
1 – ENGANAÇÃO SEM PRECEDENTES
“E Jesus, respondendo, disse-lhes: Acautelai-vos, que ninguém vos engane;” mt 24:4
2 – FALSOS CRISTOS
“Por que muitos virão em meu nome, dizendo: Eu sou o Cristo; e enganarão a muitos.” Mt 24:5
3 – GUERRAS E RUMORES DE GUERRAS
“E ouvireis falar de guerras e de rumores de guerras;” mt 24:6
4 – FOMES
“E, haverá fomes...” mt 24:7
5 – PESTES
E, haverá pestes...” mt 24:7
6 – TERREMOTOS EM VÁRIOS LUGARES
E, haverá terremotos em vários lugares.” Mt 24: 7
7 – FIM DO PRINCÍPIO DAS DORES E O INÍCIO DAS DORES
Mas todas estas coisas são o princípio de dores.” Mt 24: 8
8 – DORES (NOVA ORDEM MUNDIAL, GRANDE TRIBULAÇÃO E O ANTICRISTO
Então vos hão de entregar para serdes atormentados, e matar-vos-ão; e sereis odiados de todas as nações por causa do meu nome.” Mt 24: 9
“Porque haverá então grande aflição, como nunca houve desde o princípio do mundo até agora, nem tão pouco há de haver.” Mt 24:21
9 – APOSTASIA
Nesse tempo, muitos serão escandalizados, e trair-se-ão uns aos outros, e uns aos outros se aborrecerão. E surgirão muitos falsos profetas, e enganarão a muitos. E, por se multiplicar a iniquidade, o amor de muitos esfriará. Mas aquele que perseverar até ao fim será salvo.” Mt 24:1012
10 – PREGAÇÃO DO EVANGELHO EM TODO O MUNDO
E este evangelho do reino será pregado em todo o mundo, em testemunho a todas as gentes, e então virá o fim.” Mt 24:14
11 – SINAIS NO SOL, NA LUA E NAS ESTRELAS
E, logo depois da aflição daqueles dias, o sol escurecerá, e a lua não dará a sua luz, e as estrelas cairão do céu, e as potências dos céus serão abaladas.” Mt 24;29
12- GRANDES TSUNAMIS
"E na terra angústia das nações em perplexidade pelo bramido do mar e das ondas." Lc 21;25
13 - A HUMANIDADE ATERRORIZADA
"Homens desmaiando de terror, na expectação das coisas que sobrevirão ao mundo. Porquanto as virtudes do céu serão abaladas." Lc 21;26
CONCLUSÃO: Estamos na reta final do cumprimento destes sinais. Creio que só está faltando acontecer a grande tribulação (em que milhões de cristãos serão perseguidos e mortos), além dos sinais no sol, na lua e nas estrelas. Na próxima postagem, falarei sobre como se dará a volta de Jesus.
JESUS APARECE NO CÉU

“Então aparecerá no céu o sinal do Filho do homem; e todas as tribos da terra se lamentarão, e verão o Filho do homem, vindo sobre as nuvens do céu, com poder e grande glória.” Mt 24:30
“Porque assim como o relâmpago sai do oriente e se mostra até ao ocidente, assim será também a vinda do Filho do homem.” Mt 24:27
“Eis que vem com as nuvens e todo o olho o verá, até os mesmos que o transpassaram; e todas as tribos da terra se lamentarão sobre ele. Sim. Amém.” Ap 1:7
“E estando com os olhos fitos no céu, enquanto ele subia, eis que junto deles se puseram dois varões vestidos de branco, os quais lhe disseram: Varões galileus, porque estais olhando para o céu? Esse Jesus que dentre vós foi recebido em cima no céu, há de vir assim como para o céu o vistes ir.” At 1:10-11
COMENTÁRIO: Assim, após os céus e a terra começarem a entrar em colapso, Jesus aparece no céu de forma visível, para arrebatar os seus escolhidos, sendo que todas as pessoas o verão, inclusive aqueles que não serão salvos. Para estes, os perdidos, só restará o lamento e o suplício eterno.
O ARREBATAMENTO


“E, logo depois da aflição daqueles dias, o sol escurecerá, e a lua não dará a sua luz, e as estrelas cairão do céu, e as potências dos céus serão abaladas. Então aparecerá no céu o sinal do Filho do homem; e todas as tribos da terra se lamentarão, e verão o Filho do homem, vindo sobre as nuvens do céu, com poder e grande glória. E ele enviará os seus anjos com rijo clamor de trombeta, os quaisajuntarão os seus escolhidos desde os quatro ventos, de um à outra extremidade dos céus.” Mt 24:30-31
“Então, estando dois no campo, será levado um, e deixado o outro; estando duas moendo no moinho será levada uma, e deixada outra.” Mt 24:4-41
“Mas á meia-noite ouviu-se um clamor; aí vem o esposo, saí-lhe ao encontro.” Mt 25:6
“Eis aqui vos digo um mistério: na verdade, nem todos dormiremos, mas todos seremos transformados, num momento, num abrir e fechar de olhos, ante a última trombeta; porque a trombeta soará, e os mortos ressuscitarão incorruptíveis, e nós seremos transformados.” I Cor 15:51-52
“Porque o mesmo Senhor descerá do céu com alarido e com voz de arcanjo, e com a trombeta de Deus; e os que morreram em Cristo ressuscitarão primeiro. Depois nós, os que ficarmos vivos, seremos arrebatados juntamente com eles nas nuvens, a encontrar o Senhor nos ares, e assim estaremos sempre com o Senhor.” I Tess 4:16-17
“Mas nos dias da voz do sétimo anjo, quando tocar a sua trombeta, se cumprirá o segredo de Deus, como anunciou aos profetas, seus servos.” Ap 10:7
“E tocou o sétimo anjo a sua trombeta, e houve no céu grandes vozes, que diziam: Os reinos do mundo vieram a ser de nosso Senhor e do seu Cristo, e ele reinará para todo o sempre.” Ap 11:15
“E iraram-se as nações, e veio a tua ira, e o tempo dos mortos, para serem julgados, e o tempo de dares o galardão aos profetas, teus servos, e aos que santos, e aos que temem o teu nome, a pequenos e a grandes, e o tempo de destruíres os que destroem a terra.” Ap 11:18
“Eu estava olhando nas minhas visões da noite, e eis que vinha nas nuvens do céu um como o filho do homem: e dirigiu-se ao ancião de dias, e o fizeram chegar até ele. E foi-lhe dado o domínio e a honra, e o reino, para que todos os povos, nações e línguas o servissem: o seu domínio é um domínio eterno, que não passará, e o seu reino o único que não será destruído.” Dn 7:13-14
PALAVRAS-CHAVE: trombeta, clamor (brado, alarido), segredo (mistério)
CONCLUSÃO: Bem, com base nas palavras-chave acima mencionadas, concluímos que as passagens expostas tratam do mesmo evento. Assim, após o Senhor Jesus aparecer no céu, rodeado de miríades de santos anjos, ele enviará os seus anjos aos quatro cantos da terra, que arrebatarão os seus escolhidos. Neste momento, os mortos ressuscitarão primeiro, e os vivos serão transformados, e juntos subirão ao encontro do Senhor.
O JULGAMENTO FINAL


“E quando o Filho do homem vier em sua glória, e todos os santos anjos com ele, então se assentará no trono da sua glória; e todas as nações serão reunidas diante dele, e apartará uns dos outros, como o pastor aparta dos bodes as ovelhas.” Mt 25:31-32
“E porá as ovelhas á sua direita, mas os bodes à esquerda.” Mt 25:33
“Então dirá o Rei aos que estiverem à sua direita: Vinde benditos do meu Pai, possuí por herança o reino que vos está preparado desde a fundação do mundo;” mt 25:34
“Então dirá também aos que estiverem aos que estiverem à sua esquerda: Apartai-vos de mim, malditos, para o fogo eterno, preparado para o diabo e seus anjos; mt 25:42
“E irão estes para o tormento eterno...” mt 25: 46
“Mas os justos para a vida eterna.” Mt 25;46
COMENTÁRIO: Após Jesus aparecer no céu, Ele arrebata os seus escolhidos, ressuscita os mortos, e transforma a ambos, dando a eles um corpo glorioso. Posteriormente, senta-se em seu trono, dando início assim ao julgamento final. Destinará os justos á vida eterna e os ímpios à morte eterna




Nenhum comentário:

Postagem em destaque

“Disse-lhe Jesus: Eu sou o caminho, e a verdade e a vida; ninguém vem ao Pai, senão por mim.” Poucas palavras na Bíblia são tão claras, mas ao mesmo desobedecidas justamente por pessoas que afirmam ser cristãs, como a que ensina que a única possibilidade de chegarmos a Deus é por meio do Seu filho Jesus Cristo. Única. E olha que a Bíblia traz isso na boca do próprio Jesus. Lembremos o que está em João 14:6: “Disse-lhe Jesus: Eu sou o caminho, e a verdade e a vida; ninguém vem ao Pai, se não por mim.” Há quem leia a passagem, a ache correta, concorde, proclame que faz justamente isso na sua vida por ser cristão, mas quando indagado por sua fé em outros personagens bíblicos afirmam que pedem para que estes “intercedam” por ele para chegar a Deus. Sem noção do que diz a palavra de Deus, acham que não estão desobedecendo e, portanto, não estão fazendo nada errado. Ledo engano. Salientando que não se quer aqui atacar ou diminuir a missão dada por Deus a Maria, a mãe de Jesus, ou a nenhum personagem bíblico, a frase citada entre aspas deve ser de longe o maior exemplo de quando uma pessoa diz ser fiel à palavra de Deus, mas a distorce completamente. Percebam que, ao usar a expressão “o caminho”, Jesus não deixou o ensinamento de que devemos ter quem interceda por nós. Ele diz claramente que está nos dando um presente maravilhoso: pela nossa fé chegarmos ao Pai pelo único caminho que é ele, Jesus. Ponto final. A gramática nos ajuda a entender a frase. Se Jesus tivesse dito “um caminho” e não “o caminho”, aí, sim, poderíamos ter opções. Perceba, internauta, que há mais de um caminho para se chegar à praia, ao centro… Mas imagine, por exemplo, um apartamento no 10º andar com apenas uma porta. Será que esta porta é o caminho para o elevador ou um caminho? Alguém arriscaria pular a janela para chegar ao elevador ou só restaria uma única possibilidade: a porta? Para chegarmos a Deus, Jesus é essa única porta. Qualquer outro caminho representa o perigo da janela. E note-se que a Bíblica é didática. Não há passagem nenhuma falando em usar outro caminho para se chegar a Deus, exceto Jesus. Os que usam Maria, por exemplo, o fazem por conta própria. Não tem respaldo bíblico. Percebam que isso não sonega, como por ignorância teológica alguns acreditam, o importante papel que Deus reservou a Maria. A Bíblia, em João 1:1, diz que “No princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus.” Mais adiante um pouquinho, no mesmo livro, lê-se: “E o Verbo se fez carne, e habitou entre nós, e vimos a sua glória, como a glória do unigênito do Pai, cheio de graça e de verdade (João 1:14). Ou seja, está cristalino que Jesus veio à terra para cumprir a missão de salvar a humanidade das garras de satanás. E no plano de Deus para o verbo se fazer carne era preciso nascer igual a todos nós – inclusive para nos deixar a lição que qualquer pessoa de carne e osso que tenha fé em Deus é capaz de superar as adversidades impostas pelo inimigo e conseguir a salvação. Assim, Deus escolheu Maria. Evidente que pelo mérito dela. Deus não escolheria qualquer uma para trazer o Seu filho ao mundo. Mas optou uma mulher também de carne e osso como todos nós. A partir do momento em que Jesus começou o seu ministério, era ele e o Pai. Só ele e o Pai. Uma decisão de Deus, e que quem tem fé Nele não discute. Prestem atenção a estas palavras de Jesus: “E, faltando vinho, a mãe de Jesus lhe disse: Não têm vinho. Disse-lhe Jesus: Mulher, que tenho eu contigo? Ainda não é chegada a minha hora (João 2:3-4). Percebam que, para quem não vive a fé na palavra de Deus, não entende que Jesus é, de fato, o único caminho para se chegar a Deus, as palavras soam ríspidas – sobretudo dirigidas à própria mãe. Todavia uma reflexão com o auxílio de outras passagens bíblicas joga luz no fato de Jesus ter uma missão dada por Deus, e somente Deus poderia colocar no seu coração o que fazer, como fazer e quando fazer. Aliás, a própria Maria, que nunca disse a ninguém que seria um caminho para Deus, ao menos não existe isso na Bíblia, testemunhou esta aliança Deus x Jesus. “Sua mãe disse aos serventes: Fazei tudo quanto ele vos disser” (João 2:5). Portanto, está evidente que tanto Jesus quanto Maria, assim como todos nós, temos missões dadas por Deus. Missões distintas. A partir do momento em que se pauta a vida na obediência à palavra de Deus, na fé na Bíblia, deixando ensinamentos religiosos à parte (Bíblia é bíblia. Religião é religião), entende-se isso e a frase que serve de título para este texto claramente. Mas, como diz Jesus, quem tem ouvidos que ouça. Deus no comando.