segunda-feira, 15 de outubro de 2018

O Reino de Deus está se cumprindo.

Como andar dignamente diante do Senhor.

Ministério: Palavra, Poder e Unção.
Evangelista Manoel Moura
Uma visão do céu para o Evangelho.

Versículos: Cl 01:09-10.

Referências Bibliográficas: A Bíblia Sagrada (versões Almeida Corrigida e Revisada Fiel e Nova Versão Internacional).

Por esta razão, nós também, desde o dia em que o ouvimos, não cessamos de orar por vós, e de pedir que sejais cheios do conhecimento da sua vontade, em toda a sabedoria e inteligência espiritual (Cl 01:09).

A Palavra de Deus nos trás uma série de orações que durante a nossa leitura ou meditação, infelizmente, passam desapercebidas por nós, mas que deveriam ser objeto de um profundo estudo de nossa parte, afinal, lá está o Poder de Deus à nossa disposição para nos auxiliar em nossas jornadas aqui neste mundo.

Uma delas é essa que o apóstolo Paulo fez e que está contida em nosso versículo introdutório. Temos que entrar em oração diante do Senhor e pedir a Ele que nos encha do conhecimento de Sua vontade, em toda a sabedoria e inteligência espiritual.

Ora, mas para que precisamos conhecer a vontade do Senhor e tomarmos posse da sabedoria e inteligência espiritual? Porque é através delas que podemos andar dignamente diante do Senhor, agradando-lhe em tudo, frutificando em toda a boa obra, e crescendo no conhecimento de Deus (Cl 01:10). De posse dessas bênçãos do Senhor, saberemos como agir em caso de um ataque do inimigo. Cheios do conhecimento da vontade do Senhor, sabedoria e inteligência espiritual teremos como combater as forças das trevas que querem nos levar a sucumbir aos pecados e tentações que se apresentam a nós.

Uma vez que a nossa inteligência espiritual esteja sendo treinada e praticada, consequentemente, ganharemos força espiritual para contra-atacar o inimigo em caso uma ação sua contra as nossas vidas. Uma vez fortalecidos espiritualmente, estaremos em condições de rejeitar a proposta do adversário, afinal, a nossa Comunhão com o Senhor estará plena e atuante.

O apóstolo Paulo fala algo que nos ajudará a entender isso. Ele diz: “Por essa razão, ajoelho-me diante do Pai, do qual recebe o nome toda a família nos céus e na terra. Oro para que, com as suas gloriosas riquezas, ele os fortaleça no íntimo do seu ser com poder, por meio do seu Espírito” (Ef 03:14-16 – NVI). Nós só caímos quando a nossa Comunhão com Deus está fraca, quando nosso íntimo não está firmado sobre a Palavra de Deus. Logo, um interior enfraquecido significa que o Espírito (Santo) de Deus, não está fixando morada ali. Eis mais uma oração que é necessária que façamos: orar ao Senhor e pedir que Ele fortaleça o nosso íntimo com Seu Poder, ou seja, que recebamos força espiritual da parte do Senhor para as nossas vidas.

Mas por que devemos orar por todas essas coisas? Na seqüência, o Senhor Jesus nos responderá. Como de costume, Jesus foi para o monte das Oliveiras, e os seus discípulos o seguiram. Chegando ao lugar, ele lhes disse: "Orem para que vocês não caiam em tentação" (Lc 22:39-40 – NVI). Antes de chegarmos à resposta do Senhor, vamos dar uma breve “parada” nesse ponto.

Notemos que Jesus mandou os discípulos orarem para não cair em tentação. O que costumamos fazer é orar quando a tentação já chegou. Não, precisamos orar antes do inimigo chegar, pois, nesse momento já estaremos armados com a Palavra certa para colocá-lo em retirada, Em Nome de Jesus. Lembremos o que disse o apóstolo Pedro, que sejamos sóbrios; vigiemos; porque o diabo, nosso adversário, anda em derredor, bramando como leão, buscando a quem possa tragar (I Pe 05:08).

Retomando, então, a resposta de Jesus. Ele se afastou deles a uma pequena distância, ajoelhou-se e começou a orar: "Pai, se queres, afasta de mim este cálice; contudo, não seja feita a minha vontade, mas a tua" (Lc 22:41-42 – NVI). Que coisa linda! O Cristão tem o poder de pedir que a Vontade do Pai seja manifesta sobre ele. E alguém aqui acredita que a Vontade do Pai para um de Seus Filhos será a pior? Que trará problemas ao invés de soluções? Que dificultará ao invés de facilitar? Obviamente que não!

Portanto, vimos que devemos buscar no Senhor sermos cheios do conhecimento da sua vontade, em toda a sabedoria e inteligência espiritual, pois, através delas, não somente andaremos dignamente diante do Senhor, mas também agradando-O em tudo, frutificando em toda a boa obra, e crescendo no Seu conhecimento, tudo para que não sejamos vítimas das artimanhas do inimigo, e para que possamos, tanto nos defender dele, como partirmos em contra-ataque, colocando-o para correr de nossas vidas, Em Nome de Jesus. Estamos andando dignamente diante do Senhor, ou apenas aparentando isso? Se a nossa resposta for negativa, por que não fazemos a nossa oração pedindo que o Senhor nos auxilie a receber essas bênçãos agora mesmo? Ousemos crer no Senhor e, na sequência, veremos o resultado em nossas vidas. Muito obrigado Senhor por essa Palavra de Fé. Amém Senhor Jesus!




Nenhum comentário:

Postagem em destaque