terça-feira, 16 de junho de 2020

Permita-se ouvir a voz do Todo-Poderoso ( DEUS)

Estudo sobre ÊXODO 11

Porque Deus tem um povo que verdadeiramente lhe obedecem

(E esse é o povo escolhido)

 

ÊXODO 11

INTRODUÇÃO

Encerramos o capítulo 10 de Êxodo vendo Moisés e o Faraó trocando suas últimas palavras. Os três primeiros versículos do capítulo 11 interrompem esta conversa a fim de nos fornecer algumas informações necessárias. No versículo 4, essa última entrevista entre Moisés e o Faraó é resumida.

I. MAIS UMA PRAGA – VERSÍCULO 1

Que tolice é para o homem mortal desobedecer a Deus. Faraó aprendeu que o cumprimento da vontade de Deus não pode ser impedido e nem mesmo abandonado (compare Êxodo 5:2 com Êxodo 12:31-32). O Senhor sabe como humilhar o teimoso e vencer a fraca resistência do homem (Isaías 14:27).

Deus poderia ter feito isto antes e poupado tempo. Entretanto, Ele é um soberano longânime que deu ao Faraó a oportunidade para obedecer e assim evitar esse terrível julgamento. Ao fazer assim, o Senhor revelou a Sua misericórdia, expôs a maldade do coração do homem e deixou registrado o Seu magnificente poder.

II. O DESPOJAMENTO DO EGITO – VERSÍCULOS 2-3

Israel deveria se preparar para o êxodo tomando emprestado as riquezas dos Egípcios. A admiração que os Egípcios tinham por Moisés fez com que suas solicitações fossem atendidos e desta maneira a promessa de Deus fosse cumprida (Gênesis 15:14, Êxodo 3:21). Deus sempre pode abrir as portas para o Seu povo.

Algumas pessoas têm ficado incomodadas com a idéia de Israel ter tomado emprestado sem pagar. Além do fato de que somente Deus é o dono de toda a Sua criação e pode dispor disso como lhe agrada, devemos considerar os seguintes fatos:

1. A palavra hebraica traduzida como “emprestar” significa “pedir” ou “requisitar” e não quer dizer necessariamente que há uma promessa de pagamento.

2. Israel havia enriquecido o Egito sem receber salários.

3. Ao deixar o Egito, o povo de Deus deixou suas casas e terras para serem tomadas pelos Egípcios.

III. UM TERRÍVEL JULGAMENTO – VERSÍCULOS 4-6

Deus é longânimo, mas a rebelião contínua trará o dia da ira (Provérbios 29:1). O primogênito era a esperança, força e herdeiro da família. Nenhuma família do Egito estaria isenta. Desde a mansão até a cabana, ninguém escaparia da visita do anjo da morte. O mundo só presenciou uma noite como está apenas uma vez. Imagine se isso ocorresse em nosso país. A sofrimento estaria em todo lugar! Quando o homem se recusa a ouvir, Deus sabe como falar de maneira que ele ouça.

IV. A SEGURANÇA DO POVO ESCOLHIDO DE DEUS – VERSÍCULO 7

Nenhum israelita morreu. Nem mesmo houve o barulho do latido de um cachorro contra o povo de Deus naquela noite. Por natureza eles não eram melhores do que os Egípcios. Foi a graça da eleição e da redenção que fez a diferença. Há segurança em Jesus Cristo. Que quadro! Toda a nação eleita segura e todo o restante sob julgamento. Nisto Israel foi uma figura dos eleitos e de todos os santos comprados pelo sangue em todas as épocas.

V. FARAÓ ENDURECIDO – VERSÍCULOS 8-10

No versículo 8, Faraó é informado de que todo o Egito logo se arrependeria de sua determinação de manter Israel sob escravidão. Moisés ousadamente fala as palavras de Deus ao Faraó e saia demonstrando uma justa indignação. (O endurecimento do coração do Faraó foi visto numa lição anterior).

Intentado a ser cruel, Farão não abre mão de sua creça a deus minúsculos como os deuses do Egito, quando se ver perdido, por um momento ele abre mão do povo de Deus para que saia e vá adorar seu Deus no monte, mais a ideia dele é que o povo vá e volte, mais a vontade de Deus era que fosse embora de vez.

Vamos analisar o capitulo 11 de Êxodo, existe aqui algumas regras, ordens de Deus com seu mandamento já preanunciado, que seu povo deveria estar onde ele preparou para estar, Canaã, terra que mana leite e mel.

Tudo que Deus prepara para seu povo é perfeito, todos os povos estranhos tem inveja do povo de Deus, mais o pior que existe muitos ainda do povo de Deus apegado ao Egito, assim como no Egito existia muitos Egípcios apegado ao povo de Deus e por isso, foram embora junto ao povo escolhido de Deus, por ver tanto Poder em um Deus só, enquanto eles adoravam vários e não fizeram nada para livra eles das pragas.

No último dia vai ter muita surpresa! Porque quem pensa que é, não é, quem pensa que vai não vai ( o destino é o Céu a terra Celestial do PAI.

 




Nenhum comentário:

Postagem em destaque