domingo, 31 de outubro de 2021

Para ser um Profeta de Deus, você precisa de Autoridade e 📖🔚Fogo 🔥🔚Elias foi um grande profeta de Deus, que viveu em Israel no tempo do rei Acabe e seu filho Acazias. O profeta Elias foi muito usado por Deus para fazer milagres e também para trazer julgamento à nação de Israel por sua adoração a deuses pagãos.O significado do nome Elias é “Javé é Deus”. Elias também ficou conhecido por não ter provado a morte. Isso mesmo, Elias não morreu! Ao invés disto, ele foi arrebatado para o Céu, em um redemoinho com carruagem de fogo.A vida de EliasElias viveu na época em que o reino de Israel tinha sido dividido em dois, Judá ao sul e Israel ao norte. Ele profetizou no reino do Norte, um reino que desde a divisão ficou marcado por governantes maus.Durante o ministério de Elias o rei era Acabe, um dos piores reis que governaram em Israel. Esse rei se casou com Jezabel, uma princesa estrangeira, sacerdotisa de Baal, filha do rei de Sidon.Ela induziu a Acabe a adorar seus falsos deuses, ao invés de adorar ao Deus de Israel, e conseguiu que ele fizesse um altar a Baal dentro de seu próprio palácio e permitisse que ela trouxesse uma grande comitiva de sacerdotes e profetas, tanto de Baal quanto de Aserá, outra deusa pagã.Então, Deus enviou Elias para profetizar contra Acabe dizendo que não iria chover nos próximos anos. Depois de ter profetizado, Elias se escondeu por conta da grande perseguição contra os profetas do Senhor. Durante um período ele foi alimentado por corvos.Outro fato interessante na história de Elias aconteceu quando ele esteve na cidade de Sarepta, e ficou hospedado na casa de uma viúva. A viúva passava muitas necessidades, e estava prestes a morrer de fome. Mas Deus multiplicou a farinha e o azeite na casa da viúva, dando-lhe sustento até que o tempo de seca passasse.Um dia o filho da viúva também morreu. Ela até pensou ter pecado contra Deus e por isto havia sido punida, mas Elias orou ao Senhor, e Deus ressuscitou o menino (1 Reis 17).Elias confronta o rei Acabe e JezabelNo final do período de seca, Deus ordenou a Elias para se encontrar novamente com Acabe. Ali, Elias confrontou o rei Acabe por sua idolatria a falsos deuses, e desafiou os profetas de Baal no monte Carmelo.Eles construíram um altar e invocaram a Baal que enviasse fogo para o sacrifício, mas nada aconteceu. Então o profeta Elias construiu um altar a Deus, colocando ali seu sacrifico. Enchendo o altar de água, o profeta Elias pediu a Deus que enviasse fogo para queimar todo o altar.Deus ouviu o clamor de Elias e mandou fogo do céu que consumiu todo holocausto. Até mesmo a água que havia ali o fogo lambeu! Vendo isso, o povo reconheceu que só o Deus de Israel é o Deus verdadeiro, e Elias então matou a todos os profetas de Baal e avisou a Acabe que uma grande chuva estava chegando (1 Reis 18).Elias no monte HorebeApós matar todos os profetas de Baal, Elias foi ameaçado de morte por Jezabel, e fugiu para o sul, aonde chegou a desejar a morte 1 Reis 19:1-4. Ele, porem, milagrosamente foi alimentado com água e pão, e guiado por Deus a seguir em direção ao monte Horebe, o monte de Deus.Sua caminhada durou 40 dias e 40 noites, e o profeto foi alimentado somente pela refeição que havia recebido divinamente. No Horebe Deus falou com Elias e lhe deu novas instruções: (1) ungir Hazael como o rei da Síria; (2) ungir Jeú como rei de Israel; e (3) ungir Eliseu como seu sucessor.Acabe e Jezabel foram repreendidos pelo Senhor através do ministério do profeta Elias, mas não se arrependeram. No fim, por causa de sua idolatria e perversidade, especialmente no caso de Nabote, Acabe e Jezabel acabaram sendo mortos. Acabe até esboçou um arrependimento e, pela misericórdia de Deus, conseguiu adiar o juízo divino nos dias de seu reinado, mas logo depois toda sua casa foi destruída conforme Elias profetizou.Eliseu fica no lugar de EliasVoltando do monte Horebe, Elias obedeceu às instruções que havia recebido de Deus e recrutou Eliseu como seu sucessor. Em seus últimos momentos na terra, Elias atravessou o rio Jordão juntamente com Eliseu.Enquanto eles caminhavam às margens do rio Jordão, Elias foi levado para o Céu dentro de um redemoinho escoltado num “carro de fogo com cavalos de fogo” (2 Reis 2:11). Eliseu ficou como seu sucessor, dando continuidade ao ministério profético em Israel.O legado de Elias no Novo TestamentoElias também é mencionado no Novo testamento. De forma extraordinária, Elias apareceu ao lado de Moisés na transfiguração de Jesus (Mateus 17:1-3). Enquanto Moisés representava o ministério da Lei, Elias representava o ministério dos profetas.O povo judeu da época do Novo Testamento até chegou a pensar que João Batista e depois Jesus, eram Elias que tinha retornado. Claro que eles estavam errados. O problema é que eles tinham interpretado uma profecia de Malaquias de forma equivocada (Malaquias 4:5,6).Jesus era o Messias prometido, e João Batista apenas se parecia com Elias agindo no mesmo espírito, no sentido de pregar o arrependimento e preparar o caminho para o Cristo.Elias também foi mencionado nas epístolas paulinas (Romanos 11:2-4), e na Epístola de Tiago, irmão do Senhor, como um sendo um grande exemplo na questão da importância da oração (Tiago 5:14,18).

.Neste dia 31 de outubro, é celebrado o aniversário dos 503 anos da Reforma Protestante. Apesar de muitas vezes ser lembrado como um movimento religioso, é preciso dizer que este marco histórico trouxe transformações muito profundas para o mundo, na época e até os dias de hoje, e que atingem diversas áreas da vida. De certa forma, refletir sobre a Reforma é também refletir sobre mudanças culturais, econômicas, educacionais e de convívio.A história relata que, em 1517, Martinho Lutero, um monge alemão indignado com a exploração financeira da fé em sua época, afixou 95 teses na porta da Igreja de Wittemberg, na Alemanha, e este momento é conhecido como o período que deu início ao processo da Reforma Protestante.As teses de Lutero não eram um “ataque” à fé, mas uma espécie de convite ao papa da época para dialogar sobre o que estava acontecendo com a Igreja. No entanto, não foi dessa forma que a atitude do monge foi vista, pois o papa se revoltou. A história mostra que a Igreja estava endividada e precisava de dinheiro, não querendo abrir mão do poder que tinha sobre o Estado e sobre o “comércio de perdão”. Não demorou muito para que as teses de Lutero encontrassem eco em outras pessoas.Mesmo sob grande exposição, os reformadores tiveram proteção de várias cidades e Estados, pois a Igreja costumava se utilizar do artifício da excomunhão para fazer com que os governos se dobrassem à sua visão. Como Lutero, o primeiro reformador, questionava tais pontos, concedendo maior liberdade aos Estados, obteve apoio em sua luta. Calvino, posteriormente, apoiaria tal conceito, por isso a Reforma traz, mais uma vez, a ideia de um governo representativo e revive a democracia.As transformações da Reforma ProtestanteAlém da democracia, entre os aspectos mais marcantes que a Reforma trouxe estão a liberdade de expressão e pensamento, incentivo à educação, a independência do Estado em relação à Igreja e muitos outros desmembramentos em diversas áreas, incluindo a jurídica: um dos exemplos é a Declaração Universal dos Direitos Humanos, que foi redigida sob influência das ideias dos reformadores.A evolução da Reforma trouxe uma transição no modelo de autoridade, indo de uma figura humana para as escrituras. Com isso, houve uma influência direta na educação, tendo em vista que a população não era letrada. Isso quer dizer que este processo dependia de uma população que aprendesse a ler, defendendo o estudo, trabalho e investigação científica para a sociedade e desenvolvimento das pessoas.No âmbito religioso, vale destacar que a Reforma teve três grandes pilares: justificação pela fé somente, a centralidade das escrituras e o sacerdócio universal de todos crentes. De certa maneira, a Reforma continua sendo atual, porque é basicamente uma questão espiritual, na qual as escrituras passam a ser o ponto central de debate, afinal, o livre exame das escrituras é a centralidade e soberania de Deus em todas as coisas.Em resumo, o movimento questionou o autoritarismo religioso medieval, com ênfase à participação responsável dos fiéis na vida e na direção das igrejas, liderança participativa, valorização do trabalho e de toda e qualquer ocupação honesta. Esses tópicos contribuíram para o fortalecimento de noções como liberdade, democracia e solidariedade social.

sexta-feira, 29 de outubro de 2021

Todos aqueles que já receberam o amor e perdão de Deus são chamados para ser bênção para todos aqueles que estão à sua volta. A Bíblia nos revela a importância de ajudar o próximo em vários versículos que você pode ver nesta página. Como posso ajudar o próximo? Neste momento você pode estar pensando: "eu não tenho condições para ajudar ninguém". Mas ajudar alguém financeiramente ou com comida são apenas duas maneiras de ajudar alguém. Há muitas pessoas que têm dinheiro mas não têm amor, não têm pessoas que as escutem e que se importem com elas. Você pode ajudar pessoas dizendo palavras de encorajamento, dando um abraço, mostrando que elas são importantes. Nós fomos escolhidos não apenas para viver uns anos neste mundo e depois ir para o céu. Nós temos uma missão: anunciar o Evangelho de Jesus e expressar o amor de Deus para a humanidade. Ajuda ao próximo na Bíblia Assim brilhe a luz de vocês diante dos homens, para que vejam as suas boas obras e glorifiquem ao Pai de vocês, que está nos céus. Mateus 5:16 Sempre haverá pobres na terra. Portanto, eu ordeno a você que abra o coração para o seu irmão israelita, tanto para o pobre como para o necessitado de sua terra. Deuteronômio 15:11 Deem e será dado a vocês: uma boa medida, calcada, sacudida e transbordante será dada a vocês. Pois a medida que usarem também será usada para medir vocês". Lucas 6:38 Dê a quem pede, e não volte as costas àquele que deseja pedir algo emprestado.













 

CHAMADA PARA 01/11/2021 AS 13:00HS

5° Parte do REINO Tema Desejo Salmos 37-4 Em nossa mensagem do REINO hoje o TEMA é DESEJO: Salmo 37:4 nos revela o segredo para vermos nossos desejos realizados: ter Deus como nosso maior prazer. Quando amamos a Deus sobre todas as coisas, Ele se torna o desejo de nosso coração. E quem quer mais de Deus terá mais de Deus. Precisamos centrar nossa vida em Deus. Quando nós pomos Deus em primeiro lugar, nossos desejos se submetem a Deus e se alinham com os desejos de Deus. Então veremos nossos desejos sendo satisfeitos. O Senhor realizará o desejo do seu coração na Bíblia Deleite-se no Senhor, e ele atenderá aos desejos do seu coração. Salmos 37:4 A quem tenho nos céus senão a ti? E, na terra, nada mais desejo além de estar junto a ti. Salmos 73:25 O Senhor está perto de todos os que o invocam, de todos os que o invocam com sinceridade. Ele realiza os desejos daqueles que o temem; ouve-os gritar por socorro e os salva. Salmos 145:18-19 Porque do que é prazeroso á carne, a Bíblia trata como pecado? Porque renunciar a estes desejos se eles fazem parte da natureza humana? Desejo é a vontade de ter algo, cobiça, ou seja, desejar o que não é seu. Vontade exagerada. A nossa carne sempre deseja algo para satisfação, porém, nem sempre nos sentimos satisfeitos. Tornamos-nos muitas vezes escravos dos nossos desejos sem ao menos percebermos. Pedro disse em sua segunda carne (2:19) que nos tornamos escravos do que nos vence. Se o que nos vence é o vicio, ele nos destruirá, seja em dividas, saúde, perda de emprego, família. Se nosso vício é sexual ficamos escravos do sexo libertino, exagerado e sem controle. A carne nos faz promessas vazias, como: só hoje e paro, não importa o que desejamos, sempre prometemos a nós mesmos que damos conta de parar. São como poços sem água, só servem para destruição de quem não os enxerga. Comparo o desejo da carne com o vento da chuva, vem faz uma bagunça tremenda, muito barulho, mas é levada embora, deixando muita sujeira, mas água para limpar o tempo não vem. Fica uma sensação ruim, o nariz seco e nada resolvido. Corremos a toa, retiramos roupas do varal a toa, deixamos de sair por nada. São geradas grandes expectativas em nossos corações e nada, fica apenas o vazio no final. A segunda marca do desejo da carne é a frieza moral, “especialmente aqueles que, seguindo a carne, andam em imundas concupiscências, e desprezam toda autoridade. Atrevidos, arrogantes, não receiam blasfemar das dignidades” (v.18). Esta pregação é antiga, quando Pedro falava dos falsos mestres ele tocava neste assunto. Pregavam que a carne podia se satisfazer sem nenhuma conseguência. Estamos voltando a viver esta fase. O que importa é você, seu desejo e sua satisfação. É liberdade com sabor de libertinagem. Tudo posso, desde que me sinto bem e a vontade. Quantas pessoas desejaram ardentemente algo e esquecem de quem está a sua volta quando olham para trás não dão conta de consertar o erro. Este desejo por pessoas, por exemplo, chega ao ponto de morte, conhecido por “matar por amor”. O desejo quando domina o coração de uma pessoa o seu raciocínio parece foge. Ficamos como que cegos. Não importa como, mas eu vou realizá-lo. As pessoas que não tem controle do desejo se tornam escravas dele, e quem está a sua volta torna-se escravo da sua loucura.

domingo, 24 de outubro de 2021

A mensagem de Deus. Deus o Vê Como um Valente!Juízes 6.12-16Deus está constantemente lutando com a imagem que formamos de nós mesmos. Você pode se lembrar quando recebeu uma incumbência para realizar algo importante? Como você reagiu ou respondeu àquele encargo? Alguns dizem: “Eu não sou capaz e para mim não dá!” Outros dizem: “Não sei se tenho tal capacidade, mas já que fui escolhido, farei o melhor que puder com a sua orientação!”Quando alguém nos pede para que façamos algo importante, é porque já fomos avaliados e a pessoa que nos avaliou, viu em nós aquilo que nunca vimos, ou seja, a “capacidade” para realizarmos algo especial. Quando você é chamado para realizar algo importante, significa que você está sendo valorizado; então, não se desvalorize! Em nosso texto bíblico, nós lemos que o Anjo do Senhor apareceu a Gideão pedindo-lhe que libertasse o povo de Israel dos midianitas. As primeiras palavras que Gideão ouviu foram estas: (...) Você é corajoso [i.e. poderoso guerreiro, homem valente, valoroso], e o SENHOR está com você! (6:12) Esta era a imagem que Deus fazia de Gideão, mas qual a imagem que Gideão tinha de si mesmo? (...) Senhor, como posso libertar Israel? A minha família é a mais pobre da tribo de Manassés, e eu sou a pessoa menos importante [i.e. o menor, insignificante] da minha família. (6:15)É bom salientar, que Gideão possuía “crenças erradas” acerca de Deus e que provavelmente, estas lhe foram passadas por pessoas do seu convívio. (cf. 6:13) - Se Deus estava com o Seu povo, por que tanto sofrimento? - Se Deus estava com o Seu povo, por que Ele não realiza mais milagres?- Se Deus estava com o Seu povo, por que o havia abandonado?Estas crenças não se parecem atuais? Saiba que quando você tem uma imagem distorcida de Deus e do Seu poder, você vive sob o manto do medo, da insegurança, da dúvida, da fraqueza e da incredulidade.Em vez de se render a Deus e procurá-lo, ele tenta ser deus de si mesmo e aí, a sua malignidade não tem freio. No entanto, quando as coisas ficam ruins demais e o homem percebe o seu limite, ele se dá conta do quanto está frágil espiritualmente. (...) Israel ficou muito debilitado com a presença dos midianitas; então, os filhos de Israel clamavam ao SENHOR. (Jz.6:6 ) A Bíblia diz:  Vocês Me encontrarão sempre que Me procurarem; mas para isso, precisam Me procurar de todo o coração. (Je.29:13 BV)Na verdade, não foi Deus que os fez sofrer, mas foi a conduta errada deles próprios que os colocou naquela situação. O mesmo princípio se aplica aos dias atuais. Quando alguém vive uma vida sem observar os valores divinos perde a conexão com Deus. A Bíblia diz:  Mas as suas maldades separaram vocês do seu Deus; os seus pecados esconderam de vocês o rosto dele, e por isso ele não os ouvirá. (Is.59:2) Deus quer se aproximar de você, mas é bem possível que você esteja correndo para o outro lado, para longe Dele. Você se lembra do profeta Jonas?No Seu amor, Deus sempre encontra uma pessoa com quem Ele pode contar em situações extremas. Eu não sei a situação em que você se encontra, mas é bem possível que você esteja diante de um grande desafio. Deus escolheu você para vencer o desafio que existe à sua frente. Como você irá responder? Com negativismo? Ou com coragem?O fato de Deus ter chamado você para estar aqui, ou para ler esta reflexão, significa que Ele quer fortalecer sua vida. O modo como Deus fala com você neste instante, é pela imagem criada originalmente por Ele em você. Deus acredita em você e o considera forte, corajoso e capaz de superar o que está à sua frente. Talvez, você não se veja assim, mas isso não muda a imagem que Deus tem de você! Você pode se sentir neste momento inapto, fraco, medroso e insignificante, mas Deus o vê como alguém que pode ser vitorioso! Quando você aceita o que Deus diz sobre você, estará recobrando a imagem divina, na qual você foi criado. Procure aprender mais de Deus, viva uma vida que O honre por meio de Jesus Cristo e com certeza você será recompensado.

sexta-feira, 22 de outubro de 2021

VAMOS DE VIDEOS DIARIO NAS REDES SOCIAIS


 

Não há nada mais penoso do que passar fome. O nosso corpo precisa de alimento para se manter, a falta de comida desfalece o nosso corpo, perdemos as forças podendo até morrer. Sem alimento o corpo padece. A humanidade já passou por longos períodos de fome, momentos difíceis onde não havia como se alimentar. O povo de Israel quando saiu do Egito correu esse risco, mas foi amparado por Deus no meio do deserto. Do céu caia o maná que os alimentavam. O maná apontava para Deus e a necessidade do homem de se alimentar da Sua Palavra. Assim como o alimento é essencial para o corpo, Deus é essencial para o nosso espírito. O nosso espírito tem fome de Deus, Sua presença é essencial para a nossa vida. "Nem só de pão viverá o homem", precisamos dia após dia da palavra viva que alimenta. Fome na Bíblia Então Jesus declarou: "Eu sou o pão da vida. Aquele que vem a mim nunca terá fome; aquele que crê em mim nunca terá sede. João 6:35 Quem nos separará do amor de Cristo? Será tribulação, ou angústia, ou perseguição, ou fome, ou nudez, ou perigo, ou espada? Romanos 8:35 Sei o que é passar necessidade e sei o que é ter fartura. Aprendi o segredo de viver contente em toda e qualquer situação, seja bem alimentado, seja com fome, tendo muito, ou passando necessidade. Filipenses 4:12


 

Deus nos ama e por isso enviou o Seu Filho para nos salvar. O amor é uma característica distintiva de Deus. Ele ama a todos da mesma maneira e nós também somos chamados para amar. Amar o nosso próximo é um mandamento e por isso, se não amamos, estamos desobedecendo. Se nós amamos a Deus, também temos que amar o nosso próximo. Mas quem é o meu próximo? Muitas vezes podemos dar desculpas para a nossa falta de amor em relação a alguém, dizendo que tal pessoa não é o nosso próximo. Mas o nosso próximo é qualquer pessoa que necessita da nossa ajuda. Muitas vezes a distância física não permite que ajudemos alguém de algumas maneiras, mas isso não nos impede de amar. Quem ama ora, intercede e pede a Deus para abençoar aqueles que estão em sofrimento, mesmo que eles tenham nos prejudicado de alguma forma. Amor ao Próximo na Bíblia Se vocês de fato obedecerem à lei do Reino encontrada na Escritura que diz: "Ame o seu próximo como a si mesmo", estarão agindo corretamente. Tiago 2:8







 

https://www.canva.com/design/DAEtXOTxWnQ/cCqz7_vIyDDPtndC93_i6g/edit https://www.youtube.com/channel/UCjfHzvgsY8BrIqeu1oDRTiQ https://www.linkedin.com/feed/update/urn:li:activity:6857272163368497153/ https://www.evangelistamanoelmoura.gratis/ https://twitter.com/EvangelistaMano https://www.facebook.com/DEUSEDEUSEBASTA https://www.facebook.com/profile.php?id=100073150587339 https://www.instagram.com/evangelistamanoelmoura/ https://www.instagram.com/projetoajudelevantarumavida/ https://br.pinterest.com/evangelistamano/_created/


 

MINHA FÉ MIM UNE A DEUS





 

sexta-feira, 15 de outubro de 2021

A ARCA DE DEUS E AS ABENÇÔAS

Em 1 Samuel 6, o povo celebra o retorno da Arca de Deus para Israel, por causa de seu próprio poder e mão poderosa. A nota triste, é o fato de não existir por parte do próprio povo, o desejo de ir buscá-la.

Não houve ninguém, o povo não se reuniu, não procurou Samuel, enfim, nada eles fizeram para que a glória de Deus retornasse para Israel, ela voltou sozinha. Como fruto de sua fidelidade à sua aliança feita com Abraão, Isaque e Jacó.

Como oferta de culpa pelo pecado, os filisteus enviaram muitas peças de ouro e outras especiarias para Israel, como sinal de arrependimento diante do Senhor.

Quando a Arca chegou em Bete-Semes, uma das cidades de Israel o povo se alegrou muitíssimo, mas alguns que não temiam ao Senhor Deus, ousaram abri-la para ver o que havia dentro. Isto irritou o Senhor, e Ele feriu setenta homens.

É lamentável quando perdemos o respeito a santidade de Deus. Não nos importamos com seus mandamentos e achamos que Ele não age mais. Mas esse é um grande engano, causado pela carne e astúcia do Diabo.

Esboço de 1 Samuel 6:

6.1 – 12: O conselho dos sacerdotes filisteus

6.13 – 15: A Arca de Deus volta a Israel

6.16 – 18: A oferta dos filisteus

6.19 – 21: Juízo sobre alguns de Bete-Semes

“Se você conhece o inimigo e conhece a si mesmo, não precisa temer o resultado de cem batalhas. Se você se conhece mas não conhece o inimigo, para cada vitória ganha sofrerá também uma derrota. Se você não conhece nem o inimigo nem a si mesmo, perderá todas as batalhas…”

Portanto, para se defender bem, nada melhor do que conhecê-lo.

 

 Em 2 Samuel 6 vemos que um dos primeiros atos do governo de Davi, foi providenciar o retorno da Arca de Deus para Jerusalém, na ocasião ela estava na casa de Abinadabe.

O problema, é que, ao que tudo indica, o rei não estava ciente das regras estabelecidas na Lei sobre as determinações de manuseio da Arca, e ninguém por perto o advertiu, antes que a ira do Senhor se ascendesse sobre eles.

Tendo recuperado a Arca, eles a colocaram em cima de um carro de bois, novo, e Uzá e Aiô cuidavam de manter os animais no caminho. Enquanto a Arca era levada, Davi e o povo, vinham atrás celebrando e adorando ao Senhor.

Porém, em algum momento a Arca pendeu, e temendo que caísse, Uzá pôs nela a mão. No mesmo instante, a ira do Senhor se ascendeu contra ele, e foi ferido e morreu.

Vendo o que tinha acontecido, o rei ficou muito triste e se perguntou como faria o transporte da Arca, mostrando que ele não tinha conhecimento das regras de reverência ao manuseio dela.

Então, eles a deixaram na casa de Obede-Edom, e enquanto esteve ali, o Senhor o abençoou muitíssimo, tanto a ele quanto a sua casa.

Glória a Deus!

Como é bom ter a presença do Senhor por perto. Ele nos abençoa com Sua presença e sacia nossa alma.

 

Esboço de 2 Samuel 6:

6.1 – 5: Davi vai buscar a Arca da Aliança

6.6 – 11: Uzá toca na Arca, e morre

6.12 – 19: A Arca chega a Jerusalém

6.20 – 23: Mical despreza a Davi

 

Quando soube do que tinha acontecido à casa de Obede-Edom, Davi providenciou outra viagem para trazer a Arca, mas dessa vez do jeito certo.

Enquanto ela era transportada, o rei oferecia sacrifícios ao Senhor, Deus de Israel. A alegria era abundante, o rei e o povo se alegravam diante de Deus.

 

CAPÍTULO 4

Os israelitas são feridos e derrotados pelos filisteus, que também capturam a arca de Deus — Os filhos de Eli são mortos, ele morre em um acidente, e sua nora morre ao dar à luz.

 


 

VEJA COM ATENÇÃO AS LOGOS DO PROJETO AJUDE LEVANTAR UMA VIDA COM INFORMAÇÕES INPORTANTES